Covid-19: Atualizações sobre o Coronavírus

Semana: 11/01/2021 a 17/01/2021

Artigos importantes publicados na última semana

Emergence of SARS-CoV-2 B.1.1.7 Lineage — United States, December 29, 2020–January 12, 2021
Estudo que analisa a variante de SARS-CoV-2, B.1.1.7, detectada em 10 estados dos EUA e potencialmente mais transmissível. Os dados indicam que B.1.1.7 tem potencial para aumentar a trajetória da pandemia nos Estados Unidos nos próximos meses. A transmissibilidade aumentada da variante garante conformidade universal e aumentada com estratégias de mitigação, incluindo distanciamento e uso de máscara.

Performance of an Antigen-Based Test for Asymptomatic and Symptomatic SARS-CoV-2 Testing at Two University Campuses — Wisconsin, September–October 2020
Os testes de antígeno para SARS-CoV-2 são baratos e podem retornar resultados em 15 minutos, mas os dados de desempenho dos kits em pessoas assintomáticas e sintomáticas são limitados. Neste trabalho, comparado com o teste de reação em cadeia da polimerase-transcrição reversa em tempo real (RT-PCR), o teste do antígeno Sofia teve uma sensibilidade de 80,0% e especificidade de 98,9% entre as pessoas sintomáticas; a acurácia foi menor (sensibilidade 41,2% e especificidade 98,4%) quando utilizado para triagem de pessoas assintomáticas.

Implications of Shortened Quarantine Among Household Contacts of Index Patients with Confirmed SARS-CoV-2 Infection — Tennessee and Wisconsin, April–September 2020
Após a exposição ao COVID-19, um período de quarentena de 14 dias pode prevenir a propagação, mas pode ser difícil de ser mantido. Entre as pessoas assintomáticas expostas ao COVID-19 na mesma residência e que tiveram resultados de testes laboratoriais negativos até 7 dias após o início dos sintomas do caso índice, 19% apresentaram sintomas ou receberam resultados de teste positivos na semana seguinte. Uma quarentena mais curta após a exposição domiciliar ao COVID-19 pode ser mais fácil de aderir, mas apresenta algum risco de transmissão progressiva. Pessoas liberadas da quarentena antes de 14 dias devem continuar evitando contato próximo e usar máscaras quando estiverem perto de outras pessoas até 14 dias após sua última exposição.

Possible aerosol transmission of COVID-19 associated with an 3 outbreak in an apartment in Seoul, Q2 South Korea, 2020
Este estudo investigou a relação epidemiológica entre casos de COVID-19 em um prédio de apartamentos em Seul, Coreia do Sul. Todos os casos infectados foram encontrados ao longo de duas linhas verticais do prédio, e cada linha foi conectada por um único duto de ar no banheiro para ventilação natural. A investigação não encontrou nenhum outro contato possível entre os casos além da infecção transmitida pelo ar através de um único duto no banheiro. Este estudo sugere a transmissão por aerossol, principalmente em ambientes fechados com ventilação insuficiente.

Characterisation of the first 250 000 hospital admissions for COVID-19 in Brazil: a retrospective analysis of nationwide data
O objetivo do estudo foi analisar as características dos pacientes internados com COVID-19 no Brasil, relacionando com o impacto nos recursos de saúde e mortalidade intra-hospitalar. O trabalho consistiu em uma análise retrospectiva de todos os pacientes com 20 anos ou mais com COVID-19 confirmado por RT-PCR com internação hospitalar, registrados no SIVEP-Gripe, entre 16 de fevereiro e 15 de agosto de 2020 (semanas epidemiológicas de 8 a 33). Os pesquisadores observaram uma ampla distribuição da COVID-19 em todas as regiões do Brasil, resultando em uma alta carga geral da doença. A mortalidade hospitalar foi alta, mesmo em pacientes com menos de 60 anos, e agravada pelas disparidades regionais existentes no sistema de saúde.

SARS-CoV-2 Transmission From People Without COVID-19 Symptoms
Estudo com o objetivo de avaliar o nível de transmissão do SARS-CoV-2 em indivíduos pré-sintomáticos, assintomáticos por todo período e sintomáticos. No modelo analítico de decisão proposto pelos pesquisadores envolvendo múltiplos cenários de proporções de indivíduos assintomáticos com COVID-19 e períodos infecciosos, a transmissão de indivíduos assintomáticos foi estimada em mais da metade de todas as transmissões. Além da identificação e isolamento de pessoas sintomáticas com COVID-19, o controle eficaz da disseminação exigirá a redução do risco de transmissão de pessoas com infecção que não apresentam sintomas.

Comparison of Saliva and Nasopharyngeal Swab Nucleic Acid Amplification Testing for Detection of SARS-CoV-2
Revisão sistemática e meta-análise com o objetivo de avaliar a acurácia diagnóstica da amostra de saliva para o teste molecular, comparando com os resultados do swab nasofaringe.

OMS

Genomic sequencing of SARS-CoV-2: a guide to implementation for maximum impact on public health
Documento que fornece orientação para laboratórios sobre como maximizar o impacto do sequenciamento de SARS-CoV-2 e outros patógenos emergentes no futuro.

SARS-CoV-2 genomic sequencing for public health goals: Interim guidance, 8 January 2021
Documento que fornece aos formuladores de políticas e às partes interessadas orientação sobre como maximizar o benefício para a saúde pública das atividades de sequenciamento genômico do SARS-CoV-2 a curto e longo prazo, à medida que a pandemia continua a se desenvolver. Esta orientação se concentra no SARS-CoV-2, mas é aplicável a outros patógenos de interesse de saúde pública.

CDC

Frequently Asked Questions about COVID-19 Vaccination
Resposta a perguntas frequentes sobre a vacinação para o SARS-CoV-2.

European Centre for Disease Prevention and Control (ECDC)

Sequencing of SARS-CoV-2 – first update
Orientação técnica que visa fornecer orientações para laboratórios e partes interessadas relevantes na União Europeia (UE), Espaço Econômico Europeu (EEE) e outros países na região europeia da OMS na tomada de decisões sobre o sequenciamento do SARS-CoV-2.

Infectious Disease Society of America (IDSA)

Infectious Diseases Society of America Guidelines on the Treatment and Management of Patients with COVID-19
Esta atualização inclui novas recomendações sobre o uso de baricitinibe e uma revisão da literatura atualizada sobre hidroxicloroquina.

Ministério da Saúde

Boletim Epidemiológico Especial COE-COVID19 nº 45
Documento que apresenta análise epidemiológica do coronavírus no Brasil com os dados até a semana epidemiológica nº 1 de 2021.

Anvisa

Painel analítico das notificações de infecções por SARS-CoV-2 de transmissão hospitalar
A Anvisa publicou nesta sexta-feira (15/1) um boletim informativo com a análise dos dados das notificações de infecções pelo novo coronavírus transmitidas dentro dos hospitais do país.

NOTA TÉCNICA Nº 7/2021/SEI/GRECS/GGTES/DIRE1/ANVISA
A Nota Técnica (NT) 7/2021 dispõe sobre as orientações para a realização de testes rápidos, do tipo ensaios imunocromatográficos, para a investigação de infecção pelo novo coronavírus.

NOTA TÉCNICA Nº 1/2021/SEI/COPEC/GGMED/DIRE2/ANVISA
Publicada na quarta-feira (13/1) a Nota Técnica (NT) 1/2021, com orientações destinadas a patrocinadores, organizações representativas de pesquisa clínica (ORPCs), centros de pesquisa e investigadores envolvidos na condução de ensaios clínicos autorizados pela Anvisa para o desenvolvimento clínico de vacinas contra Covid-19. O objetivo da NT é qualificar e agilizar a notificação de possíveis eventos adversos graves e inesperados à Agência.

Secretária de saúde do estado do Rio Grande do Sul

Painel coronavírus
Painel atualizado com os dados do coronavírus no estado.

Secretária de saúde do estado de Santa Catarina

Boletim epidemiológico
Boletins com os dados epidemiológicos do estado até o dia 17/01.

Secretária de saúde do estado de Goiás

Boletim epidemiológico
Atualização dos casos de doença pelo coronavírus (Covid-19) em Goiás.

Secretária de saúde do estado do Maranhão

Boletim epidemiológico
Documentos com os dados epidemiológicos do estado do Maranhão até o dia 17/01.

Plano estadual de vacinação
Documentos com os dados epidemiológicos do estado do Maranhão até o dia 17/01.

Semana: 04/01/2021 a 10/01/2021

Artigos importantes publicados na última semana

6-month consequences of COVID-19 in patients discharged from hospital: a cohort study
6 meses após a infecção aguda, mais de 70% dos sobreviventes de COVID-19 em Wuhan, China, apresentavam fadiga ou fraqueza muscular, dificuldades para dormir e ansiedade ou depressão. Este é o resultado de um estudo de coorte com pacientes que tiveram alta do Hospital Jin Yin-tan, entre 7 de janeiro e 29 de maio de 2020. Os pesquisadores incluiram 1.733 de 2.469 pacientes que receberam alta com COVID-19 (idade média 57 anos, 52% homens) na instituição. Fadiga ou fraqueza muscular (63%) e dificuldades para dormir (26%) foram os sintomas mais comuns. Ansiedade ou depressão foram relatados em 23% dos pacientes.

COVID-19 in children and the role of school settings in transmission – first update
Uma atualização sobre o papel das crianças na transmissão do SARS-CoV-2 e o papel das escolas na pandemia de COVID-19, com base nos resultados da União Europeia de agosto a dezembro de 2020. O documento também aborda a transmissão entre indivíduos nos ambientes escolares, medidas de mitigação relacionadas à escola, incluindo comunicação de risco, testes, rastreamento de contato e a eficácia do fechamento parcial ou total das escolas.

Immunological memory to SARS-CoV-2 assessed for up to 8 months after infection
Estudo publicado no dia 06 de janeiro com o objetivo de avaliar a memória imunológica para o SARS-CoV-2, após casos de infecções. Durante o trabalho foram incluídas 254 amostras de 188 casos de COVID-19, entre eles 43 amostras ≥ 6 meses após a infecção. O IgG para a proteína Spike foi relativamente estável por mais de 6 meses. O pico de células B de memória específicas eram mais abundantes em 6 meses do que em 1 mês após o início dos sintomas. As células T CD4 específicas para SARS-CoV-2 e as células T CD8 diminuíram com uma meia-vida de 3-5 meses.

Early transmissibility assessment of the N501Y mutant strains of SARS-CoV-2 in the United Kingdom, October to November 2020
Artigo publicado no dia 07 de janeiro, com o objetivo de avaliar a transmissibilidade precoce das cepas mutantes N501Y de SARS-CoV-2 no Reino Unido, entre outubro a novembro de 2020.

Ministério da Saúde

Boletim Epidemiológico Especial COE-COVID19 nº 44
Documento que apresenta análise epidemiológica do coronavírus no Brasil com os dados até a semana epidemiológica nº 53.

Anvisa

Painel: acompanhe o andamento da análise das vacinas – uso emergencial
O painel apresenta a porcentagem relativa ao status de submissão de cada um dos relatórios e informações necessários à análise de autorização de uso temporário e emergencial.

Secretária de saúde do estado do Rio Grande do Sul

Painel coronavírus
Painel atualizado com os dados do coronavírus no estado.

Secretária de saúde do estado de Goiás

Boletim epidemiológico
Atualização dos casos de doença pelo coronavírus (Covid-19) em Goiás.

Secretária de saúde do estado do Maranhão

Boletim epidemiológico
Documentos com os dados epidemiológicos do estado do Maranhão até o dia 10/01.

Semana: 29/12/2020 a 03/01/2021

Artigos importantes publicados na última semana

Covid-19: What have we learnt about the new variant in the UK?
Análise publicada no British Medical Journal discutindo a nova variante do SARS-CoV-2 identificada na Inglaterra.

Investigation of novel SARS-COV-2 variant: Variant of Concern 202012/01
Documento de instrução técnica sobre a nova variante SARS-COV-2, atualizado no dia 28 de dezembro.

Deposition distribution of the new coronavirus (SARS-CoV-2) in the human airways upon exposure to cough-generated droplets and aerosol particles
Estudo publicado no dia 31 de dezembro com o objetivo de caracterizar a distribuição de deposição do vírus SARS-CoV-2 nas vias aéreas após a exposição a gotículas e partículas de aerossol geradas pela tosse.

Maintaining Safety with SARS-CoV-2 Vaccine
Artigo de revisão publicado no dia 30 de dezembro que aborda a questão dos eventos adversos relacionados à vacina e o desenvolvimento de estratégias para maximizar a eficácia e segurança.

Recent smell loss is the best predictor of COVID-19 among individuals with recent respiratory symptoms
Estudo transversal que investigou se a perda olfatória é um preditor confiável de COVID-19. No trabalho, os pesquisadores quantificaram as mudanças nas habilidades quimiossensoriais durante o curso da doença respiratória usando escalas visuais analógicas (VAS) para participantes que tiveram teste laboratorial positivo ou negativo para COVID-19. Ambos os grupos exibiram perda de olfato, mas o resultado foi significativamente maior nos participantes positivos. A perda do olfato durante a doença foi o melhor preditor de COVID-19 em modelos univariados e multivariados (ROC AUC = 0,72). A recuperação olfatória dentro de 40 dias do início dos sintomas respiratórios foi relatada por ~ 50% dos participantes.

CDC

Summary for Healthcare Facilities: ​Strategies for Optimizing the Supply of PPE during Shortages
Revisão e atualização do CDC das recomendações de uso dos EPIs em situação de escassez.

Anvisa

NOTA TÉCNICA Nº 1/2021/SEI/GEVIT/GGTPS/DIRE3/ANVISA
Informações sobre o impacto da variante do coronavírus identificada no Reino Unido frente aos ensaios de diagnóstico in vitro.

Guia nº 42/2020 – versão 1
Atualização do guia sobre os requisitos mínimos para submissão de solicitação de autorização temporária de uso emergencial, em caráter experimental, de vacinas Covid-19.

Secretária de saúde do estado do Rio Grande do Sul

POSIÇÃO SOBRE A SUSPENSÃO DE CIRURGIAS ELETIVAS
Posição da Secretaria Estadual de Saúde sobre suspensão de cirurgias eletivas (atualizado em 30/12/2020).

Painel coronavírus
Painel atualizado com os dados do coronavírus no estado.

Secretária de saúde do estado de Goiás

Boletim epidemiológico
Atualização dos casos de doença pelo coronavírus (Covid-19) em Goiás.

Secretária de saúde do estado do Maranhão

Boletim epidemiológico
Documentos com os dados epidemiológicos do estado do Maranhão até o dia 03/01.

Semana: 21/12/2020 a 28/12/2020

Artigos importantes publicados na última semana

Infectivity of asymptomatic versus symptomatic COVID-19
Correspondência publicada no Lancet que sugere que as pessoas com COVID-19 assintomáticas são infecciosas, mas provavelmente em menor proporção do que os casos sintomáticos.

Viral targets for vaccines against COVID-19
Artigo que discute quais elementos virais são usados nas vacinas candidatas à prevenção da COVID-19, e por que elas podem atuar como bons alvos para o sistema imunológico e as implicações para a imunidade.

Risks of and risk factors for COVID-19 disease in people with diabetes: a cohort study of the total population of Scotland
Estudo de coorte abrangendo os dados da primeira onda da pandemia na Escócia, do dia 1º de março até 31 de julho de 2020, com o objetivo de determinar o risco cumulativo da COVID-19 com desfecho fatal ou tratada em pacientes com diabetes internadas em Unidade de Terapia Intensiva, comparando com resultados de indivíduos sem diabetes.

Age, Multiple Chronic Conditions, and COVID-19: A literature review
Revisão publicada no dia 24 de dezembro, com o objetivo de descrever a relação da idade e condições crônicas com os desfechos da infecção da COVID 19.

Antibody Status and Incidence of SARS-CoV-2 Infection in Health Care Workers
Estudo publicado no dia 23 de dezembro, realizado em 12541 profissionais de saúde no Reino Unido, com o objetivo de investigar a presença de anticorpos contra o SARS-CoV-2 e o risco de reinfecção subsequente.

OMS

Rational use of personal protective equipment for coronavirus disease (COVID-19) and considerations during severe shortages
Quarta atualização da OMS sobre o uso racional de EPIs em situações de falta de insumos.

CDC

New Variant of Virus that Causes COVID-19 Detected
Discussão do CDC sobre o monitoramento da nova variante do vírus que causa a COVID-19.

European Centre for Disease Prevention and Control (ECDC)

COVID-19 in children and the role of school settings in transmission first update
Documento com objetivo de fornecer informações atualizadas sobre o papel das crianças na transmissão da COVID-19 e o papel das escolas na pandemia.

COVID-19 vaccination and prioritisation strategies in the EU/EEA
Discussão do ECDC sobre as estratégias de vacinação a serem adotadas na União Européia.

Infectious Disease Society of America (IDSA)

The Infectious Diseases Society of America Guidelines on the Diagnosis of COVID-19: Molecular Diagnostic Testing
Revisão e atualização das evidências disponíveis na página sobre diagnóstico para a COVID-19.

Ministério da Saúde

Boletim Epidemiológico Especial COE-COVID19 nº 42
Documento que apresenta análise epidemiológica do coronavírus no Brasil com os dados até a semana epidemiológica nº 51.

Anvisa

PORTARIA Nº 648, DE 23 DE DEZEMBRO DE 2020
Dispõe sobre a restrição excepcional e temporária de entrada no País de estrangeiros, de qualquer nacionalidade, conforme recomendação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária – Anvisa.

Secretária de saúde do estado do Rio Grande do Sul

Painel coronavírus
Painel atualizado com os dados do coronavírus no estado.

Secretária de saúde do estado do Maranhão

Boletim epidemiológico
Documentos com os dados epidemiológicos do estado do Maranhão até o dia 27/12.

Semana: 14/12/2020 a 20/12/2020

Artigos importantes publicados na última semana

Defining and managing COVID-19 associated pulmonary aspergillosis: the 2020 ECMM/ISHAM consensus criteria for research and clinical guidance
A síndrome respiratória aguda grave do coronavírus 2 causa dano direto ao epitélio das vias aéreas, permitindo a invasão do aspergillus. Relatos de aspergilose pulmonar associada a COVID-19 levantaram preocupações sobre o agravamento do curso da doença de COVID-19 e aumento da mortalidade. Além disso, foram relatados os primeiros casos de aspergilose pulmonar associada a COVID-19, causada por aspergilo resistente aos azóis. Este artigo constitui uma declaração de consenso sobre a definição e o tratamento da aspergilose pulmonar associada a COVID-19, preparada por especialistas e endossada por sociedades de micologia médica.

Factors Associated with Positive SARS-CoV-2 Test Results in Outpatient Health Facilities and Emergency Departments Among Children and Adolescents Aged <18 Years — Mississippi, September–November 2020
Entre crianças e adolescentes com idade <18 anos no Mississippi, o contato próximo com pessoas com COVID-19 e encontros com pessoas fora da casa e a falta de uso consistente de máscara na escola foram associados à infecção por SARS-CoV-2, ao passo frequentar a escola ou creche não foi associado ao aumento de resultados positivos. Contatos próximos com pessoas com COVID-19 e reuniões contribuem para infecções por SARS-CoV-2 em crianças e adolescentes. O uso consistente de máscaras faciais e o distanciamento social continuam a ser importantes para prevenir a disseminação da doença.

Persistence of IgG response to SARS-CoV-2.
Estudo que acompanhou uma coorte representativa de 850 profissionais de saúde de 17 hospitais belgas. No final de setembro de 2020, 81 profissionais de saúde foram identificados como IgG positivos. Destes indivíduos, cinco eram assintomáticos, 75 relataram sintomas leves e um necessitou de internação hospitalar. O acompanhamento médio foi de 170 (variação de 62–199) dias. Em sete (9%) profissionais de saúde, os anticorpos tornaram-se indetectáveis ​​após intervalos que variam de 107 dias a 159 dias desde o início presumido da infecção (definido pelo dia do teste RT-qPCR positivo ou se não disponível dia do início dos sintomas ou para pacientes assintomáticos dia do primeiro teste sorológico). Em 74 (91%) profissionais de saúde que permaneceram soropositivos, a duração mediana da persistência de anticorpos (definida como o tempo entre o dia em que os IgGs foram detectados pela última vez e o dia do início presumido da infecção) é atualmente 168,5 (intervalo de 62–199) dias. O acompanhamento da coorte continuará até abril de 2021.

Comparison of the characteristics, morbidity, and mortality of COVID-19 and seasonal influenza: a nationwide, population-based retrospective cohort study.
Estudo de coorte nacional retrospectivo realizado na França incluiu registros de altas de admissões hospitalares, comparando 89.530 pacientes com COVID-19 e 45.819 pacientes com influenza. A idade média dos pacientes foi de 68 anos (IQR 52–82) para COVID-19 e 71 anos (34–84) para influenza. Pacientes com COVID-19 eram mais frequentemente obesos ou com sobrepeso e tinham mais diabetes, hipertensão e dislipidemia do que o outro grupo. A mortalidade hospitalar foi maior em pacientes com COVID-19 do que em pacientes com influenza (16,9% vs 5,8%), com um risco relativo de morte de 2,9 (IC 95% 2,8–3,0) e uma taxa de mortalidade padronizada por idade de 2,82.

BCG vaccination history associates with decreased SARS-CoV-2 seroprevalence across a diverse cohort of healthcare workers
Este estudo avaliou a soroprevalência de SARS-CoV-2 e coletou-se questionários médicos, incluindo o estado de vacinação BCG e características demográficas e clínicas pré-existentes, de uma coorte observacional de profissionais de saúde em uma organização de saúde multi-local de Los Angeles. Dos 6.201 profissionais de saúde, 29,6% relataram história de vacinação BCG, enquanto 68,9% não receberam a vacina. A soroprevalência de IgG anti-SARS-CoV-2, bem como a incidência de sintomas clínicos auto-relatados associados a COVID-19, foram significativamente diminuídas entre os profissionais de saúde com histórico de vacinação com BCG em comparação com aqueles sem vacinação. Após o ajuste para idade e sexo, descobriu-se que a história de vacinação BCG, mas não a vacinação meningocócica, pneumocócica ou contra influenza, foi associada à diminuição da soroconversão de IgG para SARS-CoV-2. O histórico de vacinação com BCG foi associado à diminuição da soroprevalência de anti-SARS-CoV-2 IgG e redução dos sintomas clínicos relacionados ao COVID-19 relatados nesta coorte de profissionais. Portanto, grandes ensaios clínicos prospectivos randomizados de vacinação de BCG são urgentemente necessários para confirmar se a vacinação BCG pode induzir um efeito protetor contra a infecção por SARS-CoV2.

Risk Factors and outcomes of hospitalized patients with severe COVID-19 and secondary bloodstream infections: A multicenter, case-control study
O estudo mostrou que 34% (128/375) dos pacientes com COVID-19 grave tiveram infecções secundárias da corrente sanguínea; a maioria (91%) era bacteriana. Mais pacientes com infecção de corrente sanguínea secundária morreram no hospital do que pacientes sem a infecção (53,1% vs 32,8%; p = 0,0001). A infecção de corrente sanguínea secundária também foi associado a níveis mais elevados de creatinina (2,23 mg / dL vs 1,49 mg / dL, p = 0,001) e necessidade de hemodiálise (35,9% vs 9,3%, p <0,0001).

OMS

Therapeutics and COVID-19: living guideline
Documento atualizado com as evidências de recomendações terapêuticas para a COVID-19.

Considerations for implementing a risk-based approach to international travel in the context of COVID-19
Documento com as recomendações das estratégias a serem implementadas pelos países para viagens internacionais no contexto da pandemia da COVID-19.

CDC

Understanding How COVID-19 Vaccines Work
Documento explicativo sobre como funcionam as vacinas da COVID-19.

Understanding mRNA COVID-19 Vaccines
Explanação sobre o funcionamento das vacinas de RNA mensageiro (mRNA).

Interim Guidance on Testing Healthcare Personnel for SARS-CoV-2
Adicionada recomendação para testar profissionais de saúde assintomáticos com exposições de alto risco ao SARS-CoV-2 durante o trabalho. Adicionadas considerações para a realização de triagem expandida de profissionais de saúde assintomático sem exposição conhecida ou suspeita de SARS-CoV-2.

Interim Infection Prevention and Control Recommendations for Healthcare Personnel During the Coronavirus Disease 2019 (COVID-19) Pandemic
Descrição das práticas recomendadas de prevenção de infecção ao cuidar de pacientes que preencheram os critérios para quarentena de 14 dias com base no contato próximo prolongado com alguém com infecção por SARS-CoV-2. Adicionados lembretes de que: a utilização de duas luvas não é recomendada ao fornecer cuidados a pacientes com infecção suspeita ou confirmada de SARS-CoV-2 e que em geral, o profissional que cuida de pacientes com infecção suspeita ou confirmada de SARS-CoV-2 não deve usar mais de um avental de isolamento por vez.

European Centre for Disease Prevention and Control (ECDC)

Rapid increase of a SARS-CoV-2 variant with multiple spike protein mutations observed in the United Kingdom
Documento que resume os resultados, avalia as implicações potenciais para a saúde pública da nova variante do SARS-CoV-2, fornece opções de resposta e aponta limitações, incógnitas e necessidades para estudos e investigações adicionais.

Ministério da Saúde

Plano nacional de vacinação
Plano nacional com o detalhamento do planejamento da operacionalização da vacinação contra a Covid 19.

Secretária de saúde do estado do Rio Grande do Sul

Painel coronavírus
Painel atualizado com os dados do coronavírus no estado.

Secretária de saúde do estado do Maranhão

Boletim epidemiológico
Documentos com os dados epidemiológicos do estado do Maranhão até o dia 20/12.

Semana: 07/12/2020 a 13/12/2020

Artigos importantes publicados na última semana

SARS-CoV-2 infection and transmission in educational settings: a prospective, cross-sectional analysis of infection clusters and outbreaks in England.
Nesta análise transversal e prospectiva, a Public Health England iniciou um estudo em ambientes educacionais na Inglaterra que foram reabertos após o primeiro bloqueio nacional, de 1º de junho a 17 de julho de 2020. Os ambientes educacionais foram categorizados como ambientes de primeiros anos (<5 -anos), escolas primárias (5-11 anos), escolas secundárias (11-18 anos), ou ambientes mistos (abrangendo uma combinação dos itens acima). As faculdades de educação superior foram excluídas. As taxas de eventos SARS-CoV-2 confirmadas por RT-PCR e as taxas de casos foram calculadas para funcionários e alunos, e a direção da transmissão foi inferida com base no início dos sintomas e nas datas dos testes. Os eventos foram classificados como casos únicos, casos coprimários (pelo menos dois casos confirmados em 48 h, normalmente no mesmo domicílio) e surtos (pelo menos dois casos epidemiologicamente ligados, com casos sequenciais diagnosticados em 14 dias no mesmo ambiente educacional). Todos os eventos foram acompanhados por 28 dias após o fechamento das instalações educacionais para as férias de verão. Infecções e surtos de SARS-CoV-2 foram incomuns em ambientes educacionais durante o semestre do verão na Inglaterra. A forte associação com a incidência regional de COVID-19 enfatiza a importância de controlar a transmissão na comunidade para proteger os ambientes educacionais. As intervenções devem se concentrar na redução da transmissão dentro e entre os funcionários.

The granting of emergency use designation to COVID-19 candidate vaccines: implications for COVID-19 vaccine trials.
Análise dos autores sobre as autorizações emergenciais do uso das vacinas e suas possíveis implicações no andamento dos resultados clínicos.

Dynamics and Correlation Among Viral Positivity, Seroconversion, and Disease Severity in COVID-19.
Estudo de coorte retrospectivo realizado em 3 centros de atendimento em Wuhan (China) publicado no dia 8 de dezembro, com o objetivo de descrever os padrões de positividade da reação em cadeia da polimerase viral (PCR) e avaliar suas correlações com a soroconversão e a gravidade da doença. Como conclusão, os autores observaram que a taxa de positividade de PCR viral atingiu o pico nos primeiros dias. As taxas de soroconversão atingiram o pico em 4 a 5 semanas. As alterações dinâmicas do índice laboratorial corresponderam bem aos sinais clínicos, ao processo de recuperação e à gravidade da doença. Títulos baixos de IgM (<100 UA / mL) são um fator de risco independente para positividade viral persistente.

Community prevalence of SARS-CoV-2 in England from April to November, 2020: results from the ONS Coronavirus Infection Survey.
Estudo de prevalência realizada com amostras de indivíduos com 2 anos ou mais, moradores de residências privadas na Inglaterra. A porcentagem de pessoas com teste positivo para SARS-CoV-2 inicialmente diminuiu entre 26 de abril e 28 de junho de 2020, seguido por níveis baixos durante julho e agosto de 2020, antes de aumentar substancialmente no final de agosto de 2020, com porcentagens de teste positivo acima de 1% no final de outubro. Idade (adultos jovens, especialmente aqueles com idade entre 17-24 anos) foi um importante fator para impulsionar o início da segunda onda da doença, com uma porcentagem estimada de indivíduos com teste positivo seis vezes maior do que os indivíduos com 70 anos no final de setembro de 2020.

Evaluation of Rooming-in Practice for Neonates Born to Mothers With Severe Acute Respiratory Syndrome Coronavirus 2 Infection in Italy
Estudo de coorte multicêntrico, com 62 recém-nascidos de 61 mães com infecção por SARS-CoV-2 alojadas com precauções adequadas; nenhum recém-nascido testou positivo para SARS-CoV-2 em swab nasofaríngeo ao nascimento, e 95% deles foram amamentados. Todos os neonatos foram acompanhados até a idade de 3 semanas; apenas 1 recém-nascido foi diagnosticado como portador de infecção por SARS-CoV-2 durante o acompanhamento. Os resultados deste estudo sugerem que a transmissão vertical da SARS-CoV-2 durante a prática de alojamento conjunto é rara, desde que sejam tomadas as devidas precauções de contato e gotículas.

OMS

Checklist to support schools re-opening and preparation for COVID-19 resurgences or similar public health crises
Check list da OMS com as recomendações a serem aplicadas na reabertura das escolas.

CDC

Post Vaccine Considerations for Healthcare Personnel
Orientações para profissionais de saúde avaliarem sinais e sintomas pós vacinação para a COVID-19.

What to Expect after Getting a COVID-19 Vaccine
Orientações sobre efeitos esperados após a vacina da COVID-19.

Ventilation
Atualização das orientações sobre sistema de ventilação nos ambientes assistenciais e não assistenciais.

Interim Guidance for Antigen Testing for SARS-CoV-2
Atualização das recomendações para uso do teste de antígeno para detecção do SARS-CoV-2

European Centre for Disease Prevention and Control (ECDC)

Coronavirus disease 2019 (COVID-19) and supply of substances of human origin in the EU/EEA – second update
Segunda atualização das diretrizes sobre o fornecimento seguro e suficiente de substâncias de origem humana durante a pandemia de COVID-19.

Rapid Risk Assessment: Risk of COVID-19 transmission related to the end-of-year festive season
Documento que discute o risco de transmissão da SARS-CoV-2 para a população em geral e indivíduos clinicamente vulneráveis na Europa do ponto de vista da proximidade das festividades de final de ano.

Ministério da Saúde

Boletim Epidemiológico Especial COE-COVID19 nº 40
Documento que apresenta análise epidemiológica do coronavírus no Brasil com os dados até a semana epidemiológica nº 49.

Secretária de saúde do estado do Rio Grande do Sul

Painel coronavírus
Painel atualizado com os dados do coronavírus no estado.

Secretária de saúde do estado do Maranhão

Boletim epidemiológico
Documentos com os dados epidemiológicos do estado do Maranhão até o dia 14/12.

Semana: 30/11/2020 a 06/12/2020

Artigos importantes publicados na última semana

The Advisory Committee on Immunization Practices’ Interim Recommendation for Allocating Initial Supplies of COVID-19 Vaccine — United States, 2020
O Comitê Consultivo em Práticas de Imunização americano recomendou, como orientação provisória, que tanto 1) profissionais de saúde quanto 2) residentes em instituições de longa permanência recebam a vacina COVID-19 na fase inicial do programa de vacinação. As jurisdições federais, estaduais e locais devem usar esta orientação para o planejamento e implementação do programa de vacinação COVID-19. O Comitê considerará as recomendações específicas da vacina e populações adicionais quando uma vacina autorizada pela Food and Drug Administration estiver disponível.

Outdoor Transmission of SARS-CoV-2 and Other Respiratory Viruses, a Systematic Review
Embora o risco de transmissão externa de infecções virais respiratórias seja considerado baixo, há dados limitados de transmissão de SARS-CoV-2 em ambientes externos em comparação com ambientes internos. Cinco estudos identificaram uma baixa proporção de infecções globais por SARS-CoV-2 relatadas em ambientes externos (<10%) e as chances de transmissão em ambientes fechados foram muito altas em comparação com ambientes externos (18,7 vezes; IC 95% 6,0, 57,9). Em geral, fatores como duração e frequência do contato pessoal, falta de equipamento de proteção individual e reuniões ocasionais em ambientes fechados durante uma experiência em grande parte ao ar livre foram associados a relatos de infecção em ambientes externos. As evidências existentes apóiam a crença amplamente difundida de que o risco de transmissão do SARS-CoV-2 é menor em ambientes externos, mas há lacunas significativas a serem resolvidas ainda.

Decline in SARS-CoV-2 Antibodies After Mild Infection Among Frontline Health Care Personnel in a Multistate Hospital Network — 12 States, April–August 2020
A maioria das pessoas desenvolve anticorpos específicos para o vírus da SARS-CoV-2 após a infecção. No entanto, o cronograma de declínio de anticorpos ao longo do tempo é incerto. Entre 156 profissionais de saúde da linha de frente que tiveram resultados positivos no teste de anticorpos contra SARS-CoV-2 na primavera de 2020, 94% experimentaram um declínio na repetição do teste aproximadamente 60 dias depois, e 28% foram revertidos abaixo do limite de positividade. Os participantes com respostas iniciais de anticorpos mais altas eram mais propensos a ter anticorpos detectados no teste de acompanhamento do que aqueles que tinham uma resposta inicial de anticorpos mais baixa. Os anticorpos SARS-CoV-2 diminuem ao longo das semanas após a infecção aguda. Os resultados sorológicos negativos da SARS-CoV-2 não excluem a infecção anterior, que tem impactos significativos sobre como os estudos sorológicos são interpretados.

Surviving COVID-19 After Hospital Discharge: Symptom, Functional, and Adverse Outcomes of Home Health Recipients
Pouco se sabe sobre a recuperação da doença coronavírus 2019 (COVID-19) após a alta hospitalar. Este estudo objetivou descrever a recuperação da saúde domiciliar de pacientes com COVID-19 e os fatores de risco associados à reinternação ou óbito. Após uma média de 32 dias internados, 94% dos pacientes receberam alta e a maioria obteve melhora estatisticamente significativa nos sintomas. As dependências de atividades de vida diária diminuíram de uma média de 6 (IC de 95%, 5,9 para 6,1) para 1,2 (IC, 1,1 para 1,3). O risco de reinternação ou morte foi maior para pacientes do sexo masculino (HR, 1,45 [IC, 1,04 a 2,03]); Pacientes brancos (HR, 1,74 [CI, 1,22 a 2,47]); e pacientes com insuficiência cardíaca (HR, 2,12 [CI, 1,41 a 3,19]), diabetes com complicações (HR, 1,71 [CI, 1,17 a 2,52]), 2 ou mais visitas ao departamento de emergência nos últimos 6 meses (HR, 1,78 [ CI, 1,21 a 2,62]), dor diária ou o tempo todo (HR, 1,46 [CI, 1,05 a 2,05]), comprometimento cognitivo (HR, 1,49 [CI, 1,04 a 2,13]) ou dependências funcionais (HR, 1,09 [ CI, 1,00 a 1,20]). Onze pacientes (1%) morreram, 137 (10%) foram reinternados e 23 (2%) permanecem no serviço. A carga de sintomas e a dependência funcional eram comuns no momento da admissão, mas melhoraram para a maioria dos pacientes. As comorbidades de insuficiência cardíaca e diabetes, bem como as características presentes na admissão, identificaram os pacientes com maior risco para um evento adverso.

Increase in Hospital-Acquired Carbapenem-Resistant Acinetobacter baumannii Infection and Colonization in an Acute Care Hospital During a Surge in COVID-19 Admissions — New Jersey, February–July 2020
Estudo que identificou em hospital de Nova Jersey um grupo de 34 casos de Acinetobacter baumannii resistente a carbapenêmicos que atingiu o pico durante um aumento nas hospitalizações por COVID-19. Estratégias para preservar a continuidade do atendimento geraram desvios nas práticas de prevenção de infecção. Os casos CRAB diminuíram quando as operações normais foram retomadas. Os hospitais que administram surtos de pacientes com COVID-19 podem ser vulneráveis a surtos de infecções por organismos resistentes a múltiplas drogas. Manter as melhores práticas de prevenção e controle de infecção (por exemplo, vigilância e auditorias de higiene das mãos e limpeza ambiental), na medida do possível, poderia mitigar a disseminação.

OMS

Mask use in the context of COVID-19
Orientações sobre o uso de máscara em instituições de saúde e na comunidade.

CDC

Options to Reduce Quarantine for Contacts of Persons with SARS-CoV-2 Infection Using Symptom Monitoring and Diagnostic Testing
Orientação do CDC para redução do tempo de isolamento de contatos com pessoas com a COVID-19.

Testing and International Air Travel
Recomendações para testagem pré e pós viagem internacional.

Care for Breastfeeding Women
Atualização das considerações sobre amamentação realizada por pessoas com COVID-19 suspeito ou confirmado ou que estiveram em contato próximo com alguém com COVID-19. Adição de novas evidências sugerindo que o leite materno não é uma fonte provável de transmissão da SARS-CoV-2. Novas evidências de que o SARS-CoV-2 adicionado experimentalmente ao leite materno é inativado por meio da pasteurização. Adição de considerações para prevenção de infecções e medidas de controle para serviços de lactação.

Ministério da Saúde

Boletim Epidemiológico Especial COE-COVID19 nº 39
Documento que apresenta análise epidemiológica do coronavírus no Brasil com os dados até a semana epidemiológica nº 48.

Plano preliminar de vacinação contra a COVID-19
Em reunião técnica na terça-feira (01), o Ministério da Saúde informou os grupos prioritários que receberão as doses conforme logística de recebimento e distribuição e as fases para vacinação.

Anvisa

Guia nº 42/2020 – Versão 1
Guia elaborado pela Anvisa sobre os requisitos mínimos para submissão de solicitação de autorização temporária de uso emergencial, em caráter experimental, de vacinas Covid-19.

Secretária de saúde do estado do Rio Grande do Sul

NOTA INFORMATIVA 29 COE/SES-RS
Orientações para investigação de possíveis casos de reinfecções por SARS-CoV-2 no estado do Rio Grande do Sul.

Secretária de saúde do estado do Maranhão

Boletim epidemiológico
Documentos com os dados epidemiológicos do estado do Maranhão até o dia 06/12.

Semana: 23/11/2020 a 29/11/2020

Artigos importantes publicados na última semana

Estimated SARS-CoV-2 Seroprevalence in the US as of September 2020
Artigo com o objetivo de estimar a prevalência de pessoas com anticorpos SARS-CoV-2 usando soros residuais de laboratórios comerciais nos Estados Unidos e avaliar as mudanças ao longo do tempo. Estudo transversal conduzido em todos os 50 estados, no Distrito de Columbia e em Porto Rico usou uma amostra de conveniência de soro residual fornecidas por pessoas de todas as idades que foram originalmente enviadas para triagem de rotina ou clínica de 2 laboratórios comerciais clínicos privados. As amostras foram obtidas durante 4 períodos de coleta: 27 de julho a 13 de agosto, 10 de agosto a 27 de agosto, 24 de agosto a 10 de setembro e 7 de setembro a 24 de setembro de 2020. Das 177919 amostras de soro testadas, 103.771 (58,3%) eram de mulheres, 26716 (15,0%) de pessoas com 17 anos ou menos, 47513 (26,7%) de pessoas com 65 anos ou mais e 26290 (14,8%) de indivíduos que vivem em áreas não metropolitanas. A soroprevalência em nível de jurisdição ao longo de 4 períodos de coleta variou de menos de 1% a 23%. Em 42 das 49 jurisdições com amostras suficientes para estimar a soroprevalência em todos os períodos, menos de 10% das pessoas tinham anticorpos SARS-CoV-2 detectáveis. Este estudo transversal mostrou que, em setembro de 2020, a maioria das pessoas nos EUA não tinha evidência sorológica de infecção anterior por SARS-CoV-2, embora a prevalência variou amplamente por jurisdição. Testes quinzenais em todo o país de soros de laboratórios clínicos comerciais podem desempenhar um papel importante para ajudar a rastrear a disseminação da SARS-CoV-2 nos EUA.

Forecasting the spread of COVID-19 under different reopening strategies
Estudo que combinou dados de caso COVID-19 com dados de mobilidade para estimar um modelo modificado de recuperação de infecção suscetível nos Estados Unidos. Em contraste com um modelo padrão, descobriu-se que a incidência de propagação de COVID-19 é côncava no número de indivíduos infecciosos, como seria de esperar se as pessoas tivessem redes sociais inter-relacionadas. Esta forma côncava tem um impacto significativo nos casos COVID-19 previstos. Em particular, o modelo prevê que o número de casos de COVID-19 teria apenas um crescimento exponencial por um breve período no início do evento de contágio ou logo após uma reabertura, mas rapidamente se acomodaria em um período prolongado de tempo com estabilidade. Este padrão é consistente com os níveis observados de casos COVID-19 nos EUA, mas inconsistente com a modelagem padrão. É previsto taxas de novos casos para COVID-19 sob diferentes normas de distanciamento social e descobriu-se que, se o distanciamento social for eliminado, haverá um aumento maciço nos casos de COVID-19.

Decline in SARS-CoV-2 Antibodies After Mild Infection Among Frontline Health Care Personnel in a Multistate Hospital Network — 12 States, April–August 2020
A maioria das pessoas desenvolve anticorpos específicos de vírus para SARS-CoV-2 após a infecção. No entanto o declínio de anticorpos ao longo do tempo é incerto. Entre 156 profissionais de saúde da linha de frente que tiveram resultados positivos no teste de anticorpos contra SARS-CoV-2 na primavera de 2020, 94% experimentaram um declínio na repetição do teste aproximadamente 60 dias depois, e 28% foram revertidos abaixo do limite de positividade. Os participantes com respostas iniciais de anticorpos mais altas eram mais propensos a ter anticorpos detectados no teste de acompanhamento do que aqueles que tinham uma resposta inicial de anticorpos mais baixa. Os anticorpos SARS-CoV-2 diminuem ao longo das semanas após a infecção aguda. Os resultados sorológicos negativos da SARS-CoV-2 não excluem a infecção anterior, que tem impactos significativos sobre como os estudos sorológicos são interpretados.

Implementation of Hospital Practices Supportive of Breastfeeding in the Context of COVID-19 — United States, July 15–August 20, 2020
O CDC conduziu uma pesquisa com dados coletados do dia 15 de julho a 20 de agosto de 2020, entre 1.344 hospitais americanos para avaliar as práticas atuais e o apoio à amamentação durante a internação no contexto da pandemia. Entre as mães com suspeita ou confirmação de COVID-19, 14,0% dos hospitais desencorajaram e 6,5% proibiram os cuidados pele a pele; 37,8% desencorajaram e 5,3% proibiram o alojamento conjunto; 20,1% desencorajaram o aleitamento materno direto, mas permitiam se a mãe optasse; e 12,7% não apoiavam o aleitamento materno direto, mas incentivavam a alimentação com leite materno ordenhado. Em resposta à pandemia, 17,9% dos hospitais relataram redução do apoio à amamentação presencial e 72,9% relataram alta das mães e de seus recém-nascidos <48 horas após o nascimento. O monitoramento de longo prazo das taxas de aleitamento materno exclusivo na alta hospitalar será importante para avaliar esse aspecto da pandemia na saúde infantil.

Secretária de saúde do estado do Rio Grande do Sul

Nota Informativa Conjunta SES e COSEMS – 27/11/2020
Nota informativa com alerta à rede hospitalar do RS sobre a manutenção da capacidade de atendimento à COVID 19.

Secretária de saúde do estado de Goiás

Boletim epidemiológico nº34
Documento que analisa os dados epidemiológicos do estado de Goiás até o dia 21/11.

Secretária de saúde do estado do Maranhão

Boletim epidemiológico
Documentos com os dados epidemiológicos do estado do Maranhão até o dia 29/11.

Semana: 16/11/2020 a 22/11/2020

Artigos importantes publicados na última semana

Safety, tolerability, and immunogenicity of an inactivated SARS-CoV-2 vaccine in healthy adults aged 18–59 years: a randomised, double-blind, placebo-controlled, phase 1/2 clinical trial
Com a morbidade e mortalidade sem precedentes associada à pandemia COVID-19, uma vacina é urgentemente necessária. Este estudo investigou a CoronaVac (Sinovac Life Sciences, Pequim, China), uma vacina inativada contra COVID-19, contendo SARS-CoV-2 inativado, por sua segurança, tolerabilidade e imunogenicidade. Levando em consideração a segurança, imunogenicidade e capacidade de produção, a dose de 3 μg de CoronaVac é a dose sugerida para avaliação de eficácia em estudos de fase 3 futuros.

SARS-CoV-2, SARS-CoV, and MERS-CoV viral load dynamics, duration of viral shedding, and infectiousness: a systematic review and meta-analysis.
Estudo com o objetivo de caracterizar a dinâmica da carga viral, a duração da eliminação do RNA viral e a eliminação do vírus viável na síndrome respiratória aguda grave ocasionada pelo SARS-CoV-2 em vários fluidos corporais comparando com outros tipos de coronavírus.

Analysis of vitamin D level among asymptomatic and critically ill COVID-19 patients and its correlation with inflammatory markers.
Estudo publicado no dia 19 de novembro com o objetivo de analisar o nível de vitamina D em pacientes com COVID-19 e seu impacto na gravidade da doença.

Kinetics and seroprevalence of SARS-CoV-2 antibodies in children.
Estudo de coorte multicêntrico prospectivo realizado no Reino Unido e publicado no dia 19 de novembro, incluiu 992 crianças de 2 a 15 anos, entre 16 de abril e 3 de julho de 2020, com o objetivo de avaliar os títulos de anticorpos em crianças expostas ao SARS-CoV-2​​.

OMS

Therapeutics and COVID-19
Guideline da OMS com orientação do papel das drogas no tratamento de pacientes com a COVID-19.

CDC

Care for Breastfeeding Women
Atualização das situações para a amamentação quanto há confirmação/suspeita de COVID-19 ou contato tanto para a mãe quanto para a criança. Novas evidências sugerindo que o leite materno não é uma fonte provável de transmissão do SARS-CoV-2 e que é inativado pela pasteurização. Considerações de prevenção de infecção para serviços de lactação.

European Centre for Disease Prevention and Control (ECDC)

Infectious Disease Society of America (IDSA)

Infectious Diseases Society of America Guidelines on the Treatment and Management of Patients with COVID-19
Atualização das recomendações para o uso de bamlanivimab, lopinavir/ritonavir, tocilizumab, e remdesivir.

Secretária de saúde do estado do Rio Grande do Sul

NOTA INFORMATIVA 20 COE/LACEN/SES- RS
Atualização da nota técnica com as orientação para o cadastro, acondicionamento e envio de amostras para diagnóstico laboratorial do SARS-CoV 2 para rede laboratorial pelos municípios do RS.

Secretária de saúde do estado do Rio de Janeiro

Nota Técnica ATSB/SAPS/SGAIS/SES-RJ – Nº 03/2020
Atualiza recomendações para atendimentos odontológicos na rede de atenção à saúde bucal dos municípios do estado do Rio de Janeiro, frente à pandemia da COVID-19.

Boletim Semanal das unidades SES/RJ
Boletim até a semana epidemiológica 46 com um panorama geral das 29 Unidades Hospitalares/Institutos e 30 Unidades de Pronto Atendimento – UPAs, contidos entre as Unidades de Saúde do Estado do Rio de Janeiro.

Secretária de saúde do estado de Goiás

Boletim epidemiológico nº 33
Documento que analisa os dados epidemiológicos do estado de Goiás até o dia 14/11.

Secretária de saúde do estado do Maranhão

Boletim epidemiológico
Documentos com os dados epidemiológicos do estado do Maranhão até o dia 22/11.

Semana: 09/11/2020 a 15/11/2020

Artigos importantes publicados na última semana

Case Study: Prolonged infectious SARS-CoV-2 shedding from an asymptomatic immunocompromised cancer patient.
A liberação de SARS-CoV-2 em longo prazo foi observada no trato respiratório superior de uma paciente imunocomprometida com leucemia linfocítica crônica e hipogamaglobulinemia adquirida. A eliminação de SARS-CoV-2 infeccioso foi observada até 70 dias, e RNA genômico e subgenômico até 105 dias após o diagnóstico inicial. A infecção não foi eliminada após um primeiro tratamento com plasma convalescente, sugerindo impacto limitado no SARS-CoV-2 no trato respiratório superior desta paciente. Várias semanas após um segundo plasma convalescente o RNA SARS-CoV-2 não foi mais detectado. Os dados indicam que certos pacientes imunocomprometidos podem transmitir o vírus infeccioso por períodos mais longos do que o anteriormente reconhecido.

Seroprevalence of SARS-CoV-2 antibodies in children: a prospective multicentre cohort study.
Estudo de coorte observacional multicêntrico, conduzido entre 16 de abril a 3 de julho de 2020 em 5 unidades de saúde do Reino Unido, investigou a soroprevalência de anticorpos contra SARS-CoV-2 em crianças, filhos de profissionais de saúde com idades entre 2–15 anos. Como resultado, os pesquisadores encontraram que as crianças demonstraram títulos de anticorpos semelhantes em resposta ao SARS-CoV-2, independentemente da idade.

Susceptibility to Sars-COV-2 Infection Among Children And Adults: A Seroprevalence Study of Family Households in the Barcelona Metropolitan Region, Spain.
Estudo transversal de soroprevalência publicado no dia 12 de novembro, entre famílias que continham um primeiro caso relatado de adulto positivo para SARS-CoV-2 identificado através do método do RT-PCR e pelo menos uma criança com menos de 15 anos vivendo na mesma casa sob confinamento domiciliar. Com base nos resultados os pesquisadores concluíram que as crianças parecem ter uma probabilidade semelhante à dos adultos de serem infectadas pelo SARS-CoV-2 em famílias de quarentena, mas permanecem bastante assintomáticas após a infecção.

Clinical presentations, laboratory and radiological findings, and treatments for 11,028 COVID-19 patients: a systematic review and meta-analysis.
Revisão sistemática e meta-análise publicada no dia 13 de novembro, investigou as comorbidades, sintomas, características clínicas e tratamento de pacientes com COVID-19.

Associations between blood type and COVID-19 infection, intubation, and death.
Estudo publicado no dia 13 de novembro com 14.112 indivíduos testados para SARS-CoV-2 com tipo de sangue conhecido no sistema do hospital Presbiteriano de Nova York (NYP) para avaliar a associação entre os tipos de sangue ABO e Rh e infecção, intubação e morte.

What Pfizer’s landmark COVID vaccine results mean for the pandemic
Artigo que discorre sobre os resultados divulgados da vacina da Pfizer e as questões que ainda permanecem para serem respondidas.

Effect of Hydroxychloroquine on Clinical Status at 14 Days in Hospitalized Patients With COVID-19 – A Randomized Clinical Trial
Estudo com o objetivo de determinar se a hidroxicloroquina é um tratamento eficaz para adultos hospitalizados com COVID-19. O estudo foi conduzido em 34 hospitais nos Estados Unidos. Adultos hospitalizados com sintomas respiratórios de infecção por síndrome respiratória aguda grave por coronavírus foram inscritos entre 2 de abril e 19 de junho de 2020, com a última avaliação do resultado em 17 de julho de 2020. Os pacientes foram designados aleatoriamente para hidroxicloroquina (n = 242) ou placebo (n = 237). O desfecho primário foi o estado clínico 14 dias após a randomização, conforme avaliado com uma escala ordinal de 7 categorias variando de 1 (óbito) a 7 (alta do hospital e capaz de realizar atividades normais). O estudo incluiu 12 desfechos secundários, incluindo mortalidade em 28 dias. O estado clínico na escala de resultado ordinal em 14 dias não diferiu significativamente entre os grupos hidroxicloroquina e placebo (pontuação média [IQR], 6 [4-7] vs 6 [4-7]; aOR, 1,02 [IC 95%, 0,73 a 1,42]). Nenhum dos 12 resultados secundários foram significativamente diferentes entre os grupos. Aos 28 dias após a randomização, 25 de 241 pacientes (10,4%) no grupo de hidroxicloroquina e 25 de 236 (10,6%) no grupo de placebo morreram (diferença absoluta, -0,2% [IC de 95%, -5,7% a 5,3% ]; aOR, 1,07 [IC 95%, 0,54 a 2,09]). Entre adultos hospitalizados com doença respiratória de COVID-19, o tratamento com hidroxicloroquina, em comparação com placebo, não melhorou significativamente o estado clínico no dia 14. Esses achados não apoiam o uso de hidroxicloroquina para tratamento de COVID-19 entre adultos hospitalizados.

CDC

Long-Term Effects of COVID-19
Publicação do CDC quanto aos efeitos a longo prazo da COVID-19.

European Centre for Disease Prevention and Control (ECDC)

Heating, ventilation and air-conditioning systems in the context of COVID-19: first update
Atualização das referências sobre ventilação no contexto da pandemia, orientação para construção de bundle de medidas não farmacológicas para reduzir as chances de transmissão em ambientes fechados e um apanhado geral das recomendações dos diversos países europeus sobre a temática de ventilação.

Secretária de saúde do estado do Rio Grande do Sul

NOTA INFORMATIVA 27 CEVS/COE/SES-RS
Atualização da nota técnica com orientações às ações de monitoramento e controle da infecção humana pelo novo Coronavírus (COVID-19) nas instituições de ensino.

Secretária de saúde do estado do Rio de Janeiro

Boletim Semanal das unidades SES/RJ
Boletim até a semana epidemiológica 45 com um panorama geral das 29 Unidades Hospitalares/Institutos e 30 Unidades de Pronto Atendimento – UPAs, contidos entre as Unidades de Saúde do Estado do Rio de Janeiro.

Secretária de saúde do estado de Goiás

Boletim epidemiológico nº32
Documento que analisa os dados epidemiológicos do estado de Goiás até o dia 07/11.

Secretária de saúde do estado do Maranhão

Boletim epidemiológico
Documentos com os dados epidemiológicos do estado do Maranhão até o dia 15/11.

Semana: 02/11/2020 a 08/11/2020

Artigos importantes publicados na última semana

Birth and Infant Outcomes Following Laboratory-Confirmed SARS-CoV-2 Infection in Pregnancy — SET-NET, 16 Jurisdictions, March 29–October 14, 2020
Mulheres grávidas com infecção pelo SARS-CoV-2 possuem um risco maior para doença grave quando comparado a mulheres não grávidas. Desfechos desfavoráveis como nascimento prematuro e aborto foram reportados. Entre 3.912 nascimentos com idade gestacional conhecida de mulheres com infecção pelo SARS-CoV-2, 12,9% eram pré termos (<37 semanas), maior que a estimativa nacional de 10,2%. Entre 610 (21,3%) bebês com testagem, 2,6% tiveram resultado positivo para SARS-CoV-2, principalmente aqueles nascidos de mães com infecção no parto.

Update: Characteristics of Symptomatic Women of Reproductive Age with Laboratory-Confirmed SARS-CoV-2 Infection by Pregnancy Status — United States, January 22–October 3, 2020
Este estudo fornece informações atualizadas sobre mulheres sintomáticas em idade reprodutiva (15–44 anos) com infecção confirmada por laboratório de SARS-CoV-2. Embora os riscos absolutos para desfechos graves associados a COVID-19 entre as mulheres fossem baixos, as mulheres grávidas apresentavam risco significativamente maior de desfechos graves em comparação com mulheres não grávidas. Esse achado pode estar relacionado a mudanças fisiológicas na gravidez, incluindo aumento da frequência cardíaca e consumo de oxigênio, diminuição da capacidade pulmonar, mudança da imunidade mediada por células e aumento do risco de doença tromboembólica.

Impact of non-pharmaceutical interventions on the incidence of respiratory infections during the COVID-19 outbreak in Korea: a nationwide surveillance study
Estudo que aborda a implementação de intervenções não farmacêuticas adotadas na Coréia do Sul durante a pandemia do coronavírus e como estas condutas se relacionaram com o declínio da incidência de infecções respiratórias.

Longitudinal monitoring of SARS-CoV-2 RNA on high-touch surfaces in a community setting
Estudo que avaliou amostras de superfícies não porosas de alto contato em uma cidade de Massachusetts durante um surto de COVID-19 de abril a junho de 2020. Vinte e nove das 348 (8,3%) amostras de superfície foram positivas para SARS-CoV-2, incluindo botões de faixa de pedestres, alças de latas de lixo e maçanetas de entradas de lojas (mercearia, loja de bebidas, banco e posto de gasolina). Conforme conclusão dos pesquisadores, o risco estimado de infecção ao tocar uma superfície contaminada foi baixo (menos de 5 em 10.000), sugerindo que os fômites desempenham um papel pequeno na transmissão da comunidade do SARS-CoV-2.

Mild or Moderate Covid-19
Artigo que discorre sobre a transmissão, manifestações clínicas, diagnóstico, avaliação, manejo e medidas de prevenção e controle da COVID-19.

What Pfizer’s landmark COVID vaccine results mean for the pandemic
Artigo que discorre sobre os resultados divulgados da vacina da Pfizer e as questões que ainda permanecem para serem respondidas.

SARS-CoV-2 seroprevalence and transmission risk factors among high-risk close contacts: a retrospective cohort study
Estudo de coorte retrospectivo que envolveu todos os contatos próximos de casos de COVID-19 confirmados em Cingapura, identificados entre 23 de janeiro e 3 de abril de 2020. Todos os contatos próximos foram colocados em quarentena por 14 dias com monitoramento de sintomas três vezes ao dia por telefone. Contatos sintomáticos foram submetidos a teste de PCR para SARS-CoV-2. Os contatos que consentiram foram submetidos a testes de sorologia e avaliação detalhada do risco de exposição. Entre 23 de janeiro e 3 de abril de 2020, 7770 contatos próximos (1863 contatos domiciliares, 2319 contatos de trabalho e 3588 contatos sociais) vinculados a 1114 casos-índice confirmados por PCR foram identificados. O teste de PCR baseado em sintomas detectou 188 casos de COVID-19 e 7582 contatos próximos completaram a quarentena sem um teste de PCR de SARS-CoV-2 positivo. A análise de dados de sorologia e sintomas obtidos de 1150 contatos próximos (524 contatos domiciliares, 207 contatos de trabalho e 419 contatos sociais) estimou que uma estratégia de teste de PCR baseada em sintomas perdeu 62% de diagnósticos de COVID-19 e 36% dos indivíduos com infecção por SARS-CoV-2 eram assintomáticos. Compartilhar um quarto e ter falado com um caso índice por 30 minutos ou mais foram associados à transmissão de SARS-CoV-2 entre contatos domiciliares. Entre os contatos não domiciliares, exposição a mais de um caso, ter falado com um caso índice por 30 min ou mais e compartilhar um veículo com uma caixa índice foram associados à transmissão SARS-CoV-2. Entre os contatos domiciliares e não domiciliares, o contato indireto, o compartilhamento de refeições e o uso compartilhado do banheiro não foram independentemente associados à transmissão do SARS-CoV-2. As medidas específicas da comunidade devem incluir o distanciamento físico e a minimização das interações verbais. O teste de todos os contatos domiciliares, incluindo indivíduos assintomáticos, deve ser realizado.

OMS

Readiness for influenza during the COVID-19 pandemic
Documento que fornece um resumo conciso de informações e considerações para garantir o gerenciamento ideal da gripe durante a pandemia COVID-19. Inclui uma lista de orientações técnicas e outros recursos para auxiliar os formuladores de políticas no monitoramento da situação, prevenção da gripe sazonal, redução de complicações graves e mortalidade, proteção de populações específicas e comunicação e envolvimento com o público.

WHO-convened Global Study of the Origins of SARS-CoV-2
Documento que discorre sobre as origens do SARS-CoV-2.

CDC

Interim Infection Prevention and Control Recommendations for Healthcare Personnel During the Coronavirus Disease 2019 (COVID-19) Pandemic
Atualização das recomendações para prevenção e controle de infecção durante a pandemia. Foram fornecidas diferentes opções de rastreamento de indivíduos (profissionais de saúde, paciente e visitantes) antes da entrada na instituição de saúde; informações sobre fatores que podem impactar a leitura do termômetro; atualização das fontes de avaliação e manejo dos sistemas de ventilação nas instituições de saúde.

Interim Clinical Guidance for Management of Patients with Confirmed Coronavirus Disease (COVID-19)
Atualização das diretrizes do CDC para o manejo de pacientes com COVID-19. As atualizações incluem novas informações sobre achados radiográficos e laboratoriais; novas informações sobre o manejo de pacientes pediátricos; atualização das referências; inclusão de box de alerta para influenza; informações sobre a aprovação do FDA para o remdesivir.

Evidence used to update the list of underlying medical conditions that increase a person’s risk of severe illness from COVID-19
Atualização das evidências científicas utilizadas para definir a lista de comorbidades e outras condições que aumentam o risco de doença severa pela COVID-19.

People with Certain Medical Conditions
Revisão das condições que aumentam o risco para doença severa pela COVID-19. esta atualização reflete os dados recentes que apoiam o aumento do risco de doenças graves durante a gravidez do vírus que causa a COVID-19. As revisões também incluem a adição da doença falciforme e da doença renal crônica às condições que podem aumentar o risco de doenças graves entre as crianças.

Screening K-12 Students for Symptoms of COVID-19: Limitations and Considerations
Revisão do documento para incluir um fluxograma e cenários para orientar as ações quando um estudante tem sintomas para a COVID-19 e incluir orientações atualizadas para escolas e quando isolar.

Anvisa

NOTA TÉCNICA Nº 108/2020/SEI/COSAN/GHCOS/DIRE3/ANVISA
Anvisa publicou a Nota Técnica 108/2020, que traz informações sobre o uso de ozônio como produto desinfetante durante a pandemia causada pelo novo coronavírus (Sars-CoV-2). De acordo com o documento, uma revisão de dados de estudos nacionais e internacionais concluiu que não foram apresentadas evidências científicas relacionadas à eficácia desinfetante do ozônio contra o vírus.

Secretária de saúde do estado do Rio Grande do Sul

Nota Técnica Conjunta CPAF/SES-RS – COSEMS/RS nº. 05/2020
Esta Nota Técnica tem o objetivo de atualizar o elenco de medicamentos que poderá ocorrer a dispensação antecipada, informado na Nota Técnica Conjunta CPAF/SES-RS – COSEMS/RS nº. 03/2020, que orienta os profissionais de saúde que atuam nas Farmácias de Medicamentos Especiais acerca das medidas para enfrentamento da emergência de saúde pública de importância internacional decorrente da pandemia do novo coronavírus (SarsCoV-2) nas Farmácias de Medicamentos Especiais do Estado do Rio Grande do Sul.

Secretária de saúde do estado do Rio de Janeiro

Boletim Semanal das unidades SES/RJ
Boletim até a semana epidemiológica 44 com um panorama geral das 29 Unidades Hospitalares/Institutos e 30 Unidades de Pronto Atendimento – UPAs, contidos entre as Unidades de Saúde do Estado do Rio de Janeiro.

Secretária de saúde do estado de Goiás

Boletim epidemiológico
Documentos com os dados epidemiológicos do estado de Goiás até o dia 06/11.

Nota Técnica nº: 15/2020 – GAB- 03076
Nota técnica que aborda a retomada presencial das aulas.

Secretária de saúde do estado do Maranhão

Boletim epidemiológico
Documentos com os dados epidemiológicos do estado do Maranhão até o dia 08/11.

Semana: 26/10/2020 a 01/11/2020

Artigos importantes publicados na última semana

Trends in the Use of Telehealth During the Emergence of the COVID-19 Pandemic — United States, January–March 2020
Artigo que aborda o aumento expressivo de 154% nas visitas de telessaúde durante a última semana de março de 2020, em comparação com o mesmo período em 2019, relacionado às mudanças na política de telessaúde com à pandemia e orientações de saúde pública. A telessaúde pode ter vários benefícios durante a pandemia, ampliando o acesso ao atendimento, reduzindo a exposição à doença para funcionários e pacientes, preservando suprimentos escassos de equipamentos de proteção individual e reduzindo a demanda dos pacientes nas instalações. As mudanças na política de telessaúde podem continuar a apoiar o aumento do acesso aos cuidados durante e após a pandemia.

Modeling the load of SARS-CoV-2 virus in human expelled particles during coughing and speaking
Neste estudo, por meio de um conjunto de equações diferenciais que descrevem a evolução das gotículas respiratórias e usando o vírus SARS-CoV-2 como exemplo, foi investigado pelos pesquisadores a distribuição de vírus transportados pelo ar em partículas humanas expelidas pela tosse e fala. Com uma única tosse, uma pessoa com alta carga viral no fluido respiratório (2,35 × 109 cópias por ml) pode gerar até 1,23 × 105 cópias de vírus que podem permanecer no ar após 10 segundos, em comparação com 386 cópias de um paciente normal (7,00 × 106 cópias por ml). O uso de máscara, entretanto, pode bloquear efetivamente cerca de 94% dos vírus que, de outra forma, permaneceria no ar após 10 segundos. Os pesquisadores concluem que não existe um limite claro de tamanho entre as partículas que podem se estabelecer e permanecer no ar.

Case Fatality Rates for COVID-19 Patients Requiring Invasive Mechanical Ventilation: A Meta-analysis
Meta-análise publicada no dia 29 de outubro, com a inclusão de 69 estudos, com o objetivo de avaliar as taxas de letalidade entre adultos com a COVID-19, recebendo ventilação médica invasiva.

Declining prevalence of antibody positivity to SARS-CoV-2: a community study of 365 000 adults.
Foram avaliadas a prevalência de positividade para anticorpos na Inglaterra, através de três pesquisas transversais entre o final de junho e setembro de 2020. A prevalência de anticorpos, ajustada para características de teste e ponderada para a população adulta da Inglaterra, diminuiu de 6,0% [5,8, 6,1], para 4,8% [4,7, 5,0] e 4,4% [4,3, 4,5], uma queda de 26,5% [- 29,0, −23,8] ao longo dos três meses do estudo. Houve um declínio entre as rodadas 1 e 3 em todos os grupos de idade, com a maior prevalência de um resultado positivo e o menor declínio geral na positividade no grupo de idade mais jovem (18-24 anos: −14,9% [-21,6, −8,1]) e prevalência mais baixa e maior declínio no grupo mais velho (75+ anos: −39,0% [-50,8, −27,2]); não houve mudança na positividade do anticorpo entre as rodadas 1 e 3 em profissionais de saúde (+ 3,45% [-5,7, +12,7]). Esses dados sugerem a possibilidade de a diminuição da imunidade da população aumentar o risco de reinfecção à medida que os anticorpos detectáveis ​​diminuem na população.

OMS

Considerations in the investigation of cases and clusters of COVID-19
Documento atualizando as orientações para investigação de casos e seus contatos da COVID-19.

Prevention, identification and management of health worker infection in the context of COVID-19
Documento com orientações para prevenção, identificação e manejo de profissionais de saúde com infecção pela COVID-19. É direcionado aos departamentos de saúde ocupacionais, serviços de controle de infecção e administração em saúde a autoridades de saúde pública, tanto no nível local quanto nacional.

European Centre for Disease Prevention and Control (ECDC)

Key aspects regarding the introduction and prioritisation of COVID-19 vaccination in the EU/EEA and the UK
Documento que fornece orientações a respeito das fases iniciais de vacinação a ocorrer na Europa.

Ministério da Saúde

Boletim Epidemiológico Especial COE-COVID19 nº 36
Documento que apresenta análise epidemiológica do coronavírus no Brasil com os dados até a semana epidemiológica nº 42.

Anvisa

NOTA TÉCNICA GVIMS/GGTES/ANVISA Nº 04/2020 – ATUALIZADO EM 27/10/20
Documento com orientações para serviços de saúde: medidas de prevenção e controle que devem ser adotadas durante a assistência aos casos suspeitos ou confirmados de infecção pelo novo coronavírus (SARS-CoV-2). Nesta última versão foram atualizados as informações sobre a duração das precauções e isolamento.

Secretária de saúde do estado do Rio Grande do Sul

Orientações relacionadas à Saúde da Criança durante a Pandemia de COVID-19
Compilado de Notas Técnicas e Normativas do Ministério da Saúde, da Secretaria Estadual de Saúde/RS e Notas de Alerta da Sociedade Brasileira de Pediatria, com o objetivo de nortear as ações assistenciais relacionadas à Saúde da Criança, durante a pandemia do COVID-19.

Secretária de saúde do estado de Santa Catarina

Manual de orientações da COVID 19 (vírus SARS-coV-2) do estado de Santa Catarina
Manual do estado atualizado no dia 23/10 que aborda temas como definição de caso, notificação de casos suspeitos ou confirmados, diagnóstico, orientações quanto ao recém nascido, investigação de casos e monitoramento de contato de COVID 19.

Secretária de saúde do estado do Rio de Janeiro

Boletim Semanal das unidades SES/RJ
Boletim até a semana epidemiológica 43 com um panorama geral das 29 Unidades Hospitalares/Institutos e 30 Unidades de Pronto Atendimento – UPAs, contidos entre as Unidades de Saúde do Estado do Rio de Janeiro.

Secretária de saúde do estado de Goiás

Boletim epidemiológico
Documentos com os dados epidemiológicos do estado de Goiás até o dia 02/11.

Secretária de saúde do estado do Maranhão

Boletim epidemiológico
Documentos com os dados epidemiológicos do estado do Maranhão até o dia 02/11.

Semana: 19/10/2020 a 25/10/2020

Artigos importantes publicados na última semana

Risk for In-Hospital Complications Associated with COVID-19 and Influenza — Veterans Health Administration, United States, October 1, 2018–May 31, 2020
Pacientes hospitalizados com COVID-19 são relatados como em risco aumentado para complicações respiratórias e não respiratórias. Os pacientes hospitalizados com COVID-19 no Veterans Health Administration tiveram um risco mais de cinco vezes maior de morte intra-hospitalar e um risco aumentado para 17 complicações respiratórias e não respiratórias quando comparados a pacientes hospitalizados com influenza. Em comparação com a gripe, a COVID-19 está associado a um risco aumentado para a maioria das complicações respiratórias e não respiratórias. Certos grupos de minorias raciais e étnicas são desproporcionalmente afetados pelo COVID-19.

Evidence of protective role of Ultraviolet-B (UVB) radiation in reducing COVID-19 deaths
Estudos mostram o papel protetor da radiação ultravioleta-B (UVB) na saúde humana, mediada pela síntese de vitamina D. Este estudo observacional delineou empiricamente uma associação negativa da radiação UVB medida pelo índice ultravioleta (UVI) com o número de mortes pela COVID-19. Foi aplicado um modelo de regressão linear logarítmica de efeito fixo a um conjunto de dados do painel de 152 países ao longo de 108 dias (n = 6.524). Foi utilizado o número cumulativo de mortes por COVID-19 e a taxa de letalidade como as principais variáveis ​​dependentes e e se isolou o efeito UVI de potenciais fatores de confusão. Depois de controlar a constante e os fatores variáveis ​​no tempo, foi descoberto que um aumento de unidade permanente em UVI está associado a um declínio de 1,2 pontos percentuais nas taxas de crescimento diário de mortes cumulativas pela COVID-19 [p <0,01] e um declínio de 1,0 pontos percentuais na taxa de crescimento diário da taxa de fatalidade [p <0,05]. Estes resultados representam uma redução percentual significativa em termos de taxas de crescimento diário de mortes cumulativas de COVID-19 (- 12%) e taxa de fatalidade (- 38%). Encontrou-se uma associação negativa significativa entre as mortes por COVID-19 e UVI, indicando evidências do papel protetor de UVB na mitigação das mortes por COVID-19. Se confirmado por meio de estudos clínicos, então a possibilidade de mitigar mortes por COVID-19 por meio de exposição à luz solar ou intervenção com vitamina D seria muito atraente.

Understanding protection from SARS-CoV-2 by studying reinfection
Artigo que discorre sobre os efeitos de reinfecção na resposta imune pela vacinação para a COVID-19 e seus desafios aos pesquisadores.

Ventilation management and clinical outcomes in invasively ventilated patients with COVID-19 (PRoVENT-COVID): a national, multicentre, observational cohort study
Artigo multicêntrico, observacional retrospectivo, publicado no dia 23 de outubro, detalhando variáveis ​​e parâmetros de ventilação, tratamentos adjuvantes para hipoxemia refratária, além de características e resultados dos pacientes em um grande conjunto de hospitais na Holanda. Estes achados podem ajudar na interpretação de outros trabalhos sobre a prática e os resultados da ventilação em pacientes ventilados invasivamente com COVID-19.

CDC

Evaluation and Management Considerations for Neonates At Risk for COVID-19
Atualização das referências sobre diagnóstico, avaliação, medidas de prevenção e alocação dos neonatos com suspeita ou confirmação de infecção pelo SARS-CoV-2 ou exposição conhecida, incluindo nascimento de uma mãe com suspeita ou confirmação da COVID-19.

Secretaria de Saúde do Estado do Rio de Janeiro

Boletim Semanal das unidades SES/RJ
Boletim até a semana epidemiológica 42 com um panorama geral das 29 Unidades Hospitalares/Institutos e 30 Unidades de Pronto Atendimento – UPAs, contidos entre as Unidades de Saúde do Estado do Rio de Janeiro.

Secretaria de Saúde do Estado de Goiás

Boletim epidemiológico
Documentos com os dados epidemiológicos do estado de Goiás até o dia 24/10.

Secretaria de Saúde do Estado do Maranhão

Boletim epidemiológico
Documentos com os dados epidemiológicos do estado do Maranhão até o dia 25/10.

Semana: 12/10/2020 a 18/10/2020

Artigos importantes publicados na última semana

The effect of temperature on persistence of SARS-CoV-2 on common surfaces
Estudo que mediu as taxas de sobrevivência do SARS-CoV-2 suspenso em uma matriz padrão em vários tipos de superfície comuns. Todos os experimentos foram realizados no escuro, para anular quaisquer efeitos da luz UV. As superfícies inoculadas foram incubadas a 20ºC, 30°C e 40°C e amostradas em vários pontos de tempo. Embora o papel da transmissão de fômites ainda não seja totalmente compreendido, dados precisos sobre a estabilidade ambiental do SARS-CoV-2 são necessários para determinar os riscos de transmissão de fômites de superfícies contaminadas. Os resultados mostraram meia-vida entre 1,7 e 2,7 dias a 20°C, reduzindo para algumas horas quando a temperatura subia para 40°C. Com cargas virais iniciais amplamente equivalentes aos títulos mais altos excretados por pacientes infecciosos, o vírus viável foi isolado por até 28 dias a 20°C de superfícies comuns como vidro, aço inoxidável e notas de papel e polímero. Por outro lado, o vírus infeccioso sobreviveu menos de 24h a 40°C em algumas superfícies. Esses achados demonstram que o SARS-CoV-2 pode permanecer infeccioso por períodos de tempo significativamente mais longos do que geralmente considerado possível. Esses resultados podem ser usados ​​para informar procedimentos de mitigação de risco aprimorados para evitar a disseminação de fomite de COVID-19.

Prospective Study Comparing Deep Throat Saliva With Other Respiratory Tract Specimens in the Diagnosis of Novel Coronavirus Disease 2019
Estudo prospectivo realizado em 2 hospitais regionais de Hong Kong, publicado no dia 13 de outubro comparando a sensibilidade diagnóstica por RT-PCR da COVID 19 em diferentes formas de coleta.

Cytokine elevation in severe and critical COVID-19: a rapid systematic review, meta-analysis, and comparison with other inflammatory syndromes
Estudo publicado no dia 16 de outubro, que aborda os resultados encontrados através de uma revisão sistemática e meta análise, referente a trabalhos realizados sobre a elevação das citocinas em casos de COVID 19 grave. Como em outras síndromes de doença crítica, o papel das elevações de citocinas inflamatórias na patobiologia da COVID-19 permanece obscuro.

CDC

Interim Considerations for Testing for K-12 School Administrators and Public Health Officials
Atualização das orientações para realização de testagem nas escolas.

Vaccines
Página do CDC com esclarecimento de dúvidas e orientações para a população em relação a vacinação nos EUA.

People with Certain Medical Conditions
As revisões foram feitas em 6 de outubro de 2020 para refletir os dados recentes que apoiam o aumento do risco de doença grave do vírus que causa a COVID-19 entre adultos com obesidade, sobrepeso ou que fumam ou têm histórico de tabagismo. Essas revisões também tornam o documento mais explícito sobre os dados e implicações para adultos e crianças. As condições médicas subjacentes listadas em crianças também foram revisadas para indicar que essas condições podem aumentar o risco para refletir melhor a qualidade dos dados disponíveis atualmente. Isso reflete o fato de que há menos dados disponíveis para crianças e não significa que as crianças não corram risco.

European Centre for Disease Prevention and Control (ECDC)

Guidance for discharge and ending os isolation of people with COVID-19
Documento com orientações sobre os critérios para liberação dos pacientes do isolamento pela COVID-19.

COVID-19 infection prevention and control measures for primary care, including general practitioner practices, dental clinics and pharmacy settings: first update
Documento que fornece orientação sobre medidas de prevenção e controle de infecção para profissionais de saúde na União Europeia/Espaço Econômico Europeu e no Reino Unido, a fim de prevenir a infecção por COVID-19.

Secretária de saúde do estado do Rio Grande do Sul

NOTA INFORMATIVA 27 CEVS/COE/SES-RS
Documento com orientações das ações de monitoramento e controle da infecção frente ao Coronavírus (COVID‑19) nas instituições de ensino.

Secretária de saúde do estado de Goiás

Boletim epidemiológico
Documentos com os dados epidemiológicos do estado de Goiás até o dia 17/10.

Secretária de saúde do estado do Maranhão

Boletim epidemiológico
Documentos com os dados epidemiológicos do estado do Maranhão até o dia 18/10.

Semana: 05/10/2020 a 11/10/2020

Artigos importantes publicados na última semana

Upper respiratory tract levels of SARS-CoV-2 RNA and duration of viral RNA shedding do not differ between patients with mild and severe/critical COVID-19
Estudo que estudou se as cargas de RNA viral da nasofaringe em pacientes com COVID-19 leve e grave/crítico eram diferentes. Também investigou se a duração dos sintomas se correlacionaram com a duração da liberação de RNA viral. Um total de 56 pacientes foram incluídos. As cargas virais mais altas ocorreram logo após o início dos sintomas. Nem as cargas de RNA viral no trato respiratório superior, nem o tempo para a depuração do RNA viral diferiram entre os pacientes com doença leve ou grave/crítica. Houve uma correlação moderada entre o número de dias com sintomas e o número de dias com a liberação de RNA viral em pacientes com COVID-19 leve.

A quantitative evaluation of aerosol generation during tracheal intubation and extubation
Estudo que realizou monitoramento ambiental de alta resolução em tempo real em salas de cirurgia durante a intubação traqueal e sequências de extubação. A intubação traqueal, incluindo ventilação com máscara facial, produziu quantidades muito baixas de partículas aerossolizadas. A extubação traqueal, especialmente quando o paciente tossiu, produziu um aerossol detectável que foi 15 vezes maior do que a intubação (p = 0,0004), mas 35 vezes menos do que uma tosse voluntária (p <0,0001). O estudo não apoia a designação da intubação traqueal eletiva como um procedimento gerador de aerossol. A extubação gera mais aerossol detectável do que a intubação, mas fica abaixo do critério atual para designação como um procedimento gerador de aerossol de alto risco. O estudo indica a necessidade de reavaliação do que constitui um procedimento gerador de aerossol e as precauções associadas para o manejo anestésico de rotina das vias aéreas.

Face masks: what the data say
Artigo publicado na Nature que discute o uso das máscaras faciais durante a pandemia.

Transmission Dynamics by Age Group in COVID-19 Hotspot Counties — United States, April–September 2020
Neste artigo publicado no dia 09 de outubro, o CDC analisou a porcentagem de positividade ao COVID 19 de diferentes grupos etários em diversos condados americanos. Os resultados reforçam que enfrentar a transmissão em adultos jovens é uma prioridade de saúde pública.

Timing, Complications, and Safety of Tracheotomy in Critically Ill Patients With COVID-19
Estudo de coorte publicado no dia 8 de outubro com o objetivo de avaliar as complicações, a segurança e o momento da traqueostomia realizada em pacientes gravemente enfermos com COVID-19. Conforme resultados encontrados, o momento da traqueostomia pode ser importante na redução do tempo de ventilação mecânica invasiva, com implicações potenciais para a disponibilidade da unidade de terapia intensiva durante a pandemia de COVID-19.

Effect of Hydroxychloroquine in Hospitalized Patients with Covid-19
Ensaio clínico randomizado, controlado e de plataforma aberta, comparando grupo recebendo tratamento de hidroxicloroquina com grupo recebendo cuidados habituais. O desfecho primário foi a mortalidade em 28 dias. Com os resultados os pesquisadores não encontraram incidência menor de morte em 28 dias nos pacientes que receberam hidroxicloroquina em comparação aos pacientes submetidos aos cuidados usuais.

CDC

Strategies for Optimizing the Supply of Isolation Gowns
Atualização das recomendações para uso de aventais com o retorno dos estoques ao normal.

How COVID-19 Spreads
Atualização das orientações e referências sobre a transmissão da COVID-19.

Flowchart for management of HCWs with exposure to a person with COVID-19
Atualização e disponibilização de fluxo para manejo de profissionais de saúde com exposição a uma pessoa com a COVID-19.

European Centre for Disease Prevention and Control (ECDC)

Infection prevention and control and preparedness for COVID-19 in healthcare settings – fifth update
Quinta atualização das diretrizes do CDC europeu sobre as medidas de prevenção e controle da COVID-19 em instituições de saúde.

Leaflet: Mother-to-child transmission of COVID-19
Folheto informativo sobre os cuidados a serem tomados na assistência ao recém-nascido, assim como informações sobre a transmissão mãe-bebê.

National Institutes of Health (NIH)

Care of Critically Ill Patients With COVID-19
Atualização das referências utilizadas na construção das recomendações.

Ministério da Saúde

Boletim Epidemiológico Especial COE-COVID19 nº 34
Documento que apresenta análise epidemiológica do coronavírus no Brasil com os dados até a semana epidemiológica nº 40.

Secretária de saúde do estado do Rio Grande do Sul

NOTA INFORMATIVA 24 COE/SES-RS
Atualização da nota técnica nº 24 que dispõe sobre Vigilância de Síndrome Gripal (SG) e Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) relacionada à infecção humana pelo COVID-19, sistemas de notificação, rede laboratorial e estratégias de testagem. Em relação ao último documento foram atualizadas as informações em relação a tempo preconizado de coleta e conduta de isolamentos referente a utilização de testes rápidos sorológicos.

NOTA INFORMATIVA 26 COE /SES-RS
Orientações às ações de vigilância e controle da infecção humana pelo novo Coronavírus (COVID‑19) no sistema prisional.

INVESTIGAÇÃO DE POSSÍVEIS REINFECÇÕES POR SARS-COV-2
O Centro Estadual de Vigilância em Saúde (CEVS/RS) está iniciando um fluxo para o monitoramento de possíveis casos de reinfecção pelo vírus SARS-CoV-2. Neste momento, serão monitorados apenas profissionais de saúde que atuem na assistência a casos de síndrome gripal (SG) e síndrome respiratória aguda grave (SRAG). Serão consideradas possíveis reinfecções as situações 1 e 2 com intervalo maior ou igual a 90 dias. Situação 1: Casos positivos para COVID-19 por RT-PCR com ressurgimento de sintomas; Situação 2: Casos positivos para COVID-19 por RT-PCR sem o ressurgimento de sintomas e com novo RT-PCR detectável OU casos inicialmente assintomáticos com RT-PCR detectável que venham a desenvolver sintomas e RT-PCR detectável.

Secretária de saúde do estado do Maranhão

Boletim epidemiológico
Documentos que analisam os dados epidemiológicos do estado do Maranhão até o dia 11/10.

Secretária de saúde do estado do Rio de Janeiro

Boletim Semanal das unidades SES/RJ
Boletim até a semana epidemiológica 40 com um panorama geral das 29 Unidades Hospitalares/Institutos e 30 Unidades de Pronto Atendimento – UPAs, contidos entre as Unidades de Saúde do Estado do Rio de Janeiro.

Semana: 28/09/2020 a 04/10/2020

Artigos importantes publicados na última semana

Incidence of Nosocomial COVID-19 in Patients Hospitalized at a Large US Academic Medical Center
Estudo de coorte com o objetivo de avaliar a incidência de COVID-19 entre pacientes hospitalizados em um hospital acadêmico nos Estados Unidos nas primeiras 12 semanas após o primeiro caso de paciente identificado. No hospital do estudo um programa de controle de infecção rigoroso foi implementado que inclua unidades dedicadas a COVID-19 com quartos para isolamento por aerossóis, uso de EPIs em conformidade com o CDC, monitores para a paramentação e desparamentação, uso universal de máscara, restrição de visitantes e teste de PCR em pacientes sintomáticos e assintomáticos. Do total de 697 casos confirmados de COVID-19, 12 testaram positivo após o dia 3 e apenas 1 foi considerado como caso hospitalar. O estudo mostrou que a infecção pela COVID-19 dentro do hospital foi rara durante o pico da pandemia na região.

Multiple COVID-19 Clusters on a University Campus — North Carolina, August 2020
Estudo que avaliou o rápido aumento no número de casos da COVID-19 em uma universidade da Carolina do Norte dentro de duas semanas após a reabertura do campus aos estudantes. Aglomerações de alunos, tanto dentro quanto fora do campus, provavelmente contribuíram para a rápida disseminação neste ambiente. Medidas de prevenção são necessárias para reduzir a transmissão em instituições de ensino superior e podem incluir a redução da densidade habitacional no campus, garantindo a adesão ao uso de máscara e outras estratégias de mitigação, aumentando os testes para SARS-CoV-2 e desencorajando encontros de estudantes.

SARS-CoV-2 antibody prevalence in Brazil: results from two successive nation wide serological household surveys
Estudo com o objetivo de investigar a prevalência de anticorpos contra a síndrome respiratória aguda grave do coronavírus 2 (SARS-CoV-2) por cidade e de acordo com sexo, idade, grupo étnico e nível socioeconômico, e comparar as estimativas de soroprevalência com estatísticas oficiais sobre óbitos e casos.Neste repetido estudo transversal, foram realizados dois inquéritos de soroprevalência em 133 cidades sentinela de todos os estados brasileiros. Foram selecionados domicílios aleatoriamente e um indivíduo de todos os membros do domicílio. A presença de anticorpos contra SARS-CoV-2 foi avaliada usando teste rápido (Wondfo Biotech, Guangzhou, China) que detecta isotipos IgG e IgM. Os participantes também responderam a questionários curtos sobre informações sociodemográficas (sexo, idade, educação, etnia, tamanho da família e bens da família) e conformidade com medidas de distanciamento físico. Foram incluídos 25.025 participantes na primeira pesquisa (14 a 21 de maio) e 31.165 na segunda (4 a 7 de junho). A prevalência de anticorpos foi altamente heterogênea por região do país, com rápido aumento inicial no norte e nordeste. A prevalência está fortemente associada à ancestralidade indígena e ao baixo nível socioeconômico. É improvável que esses subgrupos populacionais sejam protegidos se a resposta política à pandemia por parte do governo nacional continuar a minimizar as evidências científicas.

Low risk of SARS-CoV-2 transmission by fomites in real-life conditions
Correspondência publicada no Lancet que discute e sugere que a contaminação ambiental que leve a contaminação por SARS-CoV-2 é pouco provável de ocorrer em condições da vida real, considerando que procedimentos padrão de limpeza e precaução sejam reforçados.

Susceptibility to SARS-CoV-2 Infection Among Children and Adolescents Compared With Adults
Estudo publicado na JAMA com o objetivo de revisar sistematicamente a suscetibilidade e transmissão de SARS-CoV-2 entre crianças e adolescentes em comparação com adultos. Um total de 32 estudos envolvendo 4.1640 crianças e adolescentes e 268.945 adultos preencheram os critérios de inclusão, incluindo 18 estudos de rastreamento de contato e 14 estudos de rastreamento populacional. A razão de chances combinada de ser um contato infectado em crianças em comparação com adultos foi de 0,56 (IC de 95%, 0,37-0,85), com heterogeneidade substancial (I2 = 94,6%). Três estudos de rastreamento de contato com base na escola encontraram transmissão mínima de casos-índice de crianças ou professores. Os resultados dos estudos de triagem populacional foram heterogêneos e não foram adequados para meta-análise. A maioria dos estudos foi consistente com menor soroprevalência em crianças em comparação com adultos, embora a soroprevalência em adolescentes pareça semelhante à dos adultos. Nesta meta-análise, há evidências preliminares de que crianças e adolescentes têm menor suscetibilidade ao SARS-CoV-2, com uma razão de chance de 0,56 para ser um contato infectado em comparação com adultos. Existem poucas evidências de que crianças e adolescentes desempenham um papel menor do que os adultos na transmissão do SARS-CoV-2 em nível populacional.

Surveillance of COVID-19 school outbreaks, Germany, March to August 2020
Estudo que analisou os dados do sistema de vigilância da Alemanha sobre surtos escolares COVID-19 durante diferentes períodos de tempo. Após a reabertura em abril, medidas preventivas foram tomadas nas escolas. Após a reabertura, poucos e principalmente pequenos surtos escolares de COVID-19 foram relatados na Alemanha em geral (média: 2,2 surtos/semana), sugerindo que as medidas de contenção são suficientes para reduzir o derramamento na comunidade. Enquanto as escolas permanecem abertas, avaliações bem planejadas das medidas preventivas são necessárias para avaliar a eficácia em termos de redução da transmissão da SARS-CoV-2 e para orientar futuras tomadas de decisão durante a pandemia de COVID-19. Além disso, as aberturas de escolas devem ser acompanhadas pelo desenvolvimento da capacidade de vigilância e de rapidamente testar, rastrear e isolar casos suspeitos de COVID-19 e seus contatos. Para evitar efeitos prejudiciais às crianças, o fechamento de escolas deve ser aplicado apenas com cautela e em combinação com outras medidas de controle.

Case Series of Multisystem Inflammatory Syndrome in Adults Associated with SARS-CoV-2 Infection — United Kingdom and United States, March–August 2020
A síndrome inflamatória multissistêmica (MIS-C) é uma complicação rara, mas grave, da infecção por SARS-CoV-2 em crianças e adolescentes. Este artigo publicado no dia 02 de outubro analisou uma serie de relatos de casos da síndrome inflamatória multissistêmica semelhante em adultos (MIS-A) ocorridos desde março de 2020, nos Estados Unidos e no Reino Unido (n=27). Os resultados indicam que os pacientes adultos de todas as idades com infecção atual ou prévia por SARS-CoV-2 podem desenvolver uma síndrome hiperinflamatória semelhante a MIS-C.

Changing Age Distribution of the COVID-19 Pandemic — United States, May–August 2020
Durante junho-agosto, a pandemia de COVID-19 nos Estados Unidos afetou uma proporção maior de pessoas mais jovens do que durante o período de janeiro-maio ​​de 2020. A mudança para idades mais jovens ocorreu em todas as quatro regiões do censo dos EUA, independentemente das mudanças na incidência durante este período. Uma mudança de idade semelhante ocorreu na Europa, onde a idade mediana dos casos COVID-19 diminuiu de 54 anos durante janeiro-maio ​​para 39 anos durante junho-julho, período no qual pessoas com idade entre 20-29 anos constituíram a maior proporção de casos (19,5 %). Este relatório fornece evidências preliminares de que os adultos mais jovens contribuíram para a transmissão do COVID-19 para adultos mais velhos na comunidade. Por fim, os autores concluem que são necessárias investigações mais profundas das dinâmicas de transmissão da comunidade entre grupos de idade para identificar os fatores que podem estar causando a infecção entre adultos jovens e subsequente transmissão para adultos mais velhos.

Ministério da Saúde

Boletim Epidemiológico Especial COE-COVID19 nº 33
Documento que apresenta análise epidemiológica do coronavírus no Brasil com os dados até a semana epidemiológica nº 39.

Secretária de saúde do estado de Goiás

Boletim epidemiológico nº26
Documento que analisa os dados epidemiológicos do estado de Goiás até o dia 26/09.

Secretária de saúde do estado do Rio de Janeiro

Boletim Semanal das unidades SES/RJ
Boletim até a semana epidemiológica 39 com um panorama geral das 29 Unidades Hospitalares/Institutos e 30 Unidades de Pronto Atendimento – UPAs, contidos entre as Unidades de Saúde do Estado do Rio de Janeiro.

Secretária de saúde do estado do Maranhão

Boletim epidemiológico
Documentos que analisam os dados epidemiológicos do estado do Maranhão até o dia 04/10.

Semana: 21/09/2020 a 27/09/2020

Artigos importantes publicados na última semana

Case-Control Study of Use of Personal Protective Measures and Risk for Severe Acute Respiratory Syndrome Coronavirus 2 Infection, Thailand
Estudo que avaliou a eficácia das medidas de proteção pessoal contra infecção pelo SARS-CoV-2. O estudo de caso-controle incluiu 211 casos de COVID-19 e 839 controles na Tailândia. Os casos foram definidos como contatos assintomáticos de pacientes com COVID-19 que posteriormente testaram positivo para SARS-CoV-2; os controles eram contatos assintomáticos que nunca testaram positivo. Usar máscaras o tempo todo durante o contato foi independentemente associado a menor risco de infecção por SARS-CoV-2 em comparação com não usar máscaras; o uso de máscara às vezes durante o contato não reduziu o risco de infecção. O tipo de máscara usado não estava independentemente associado à infecção e que os contatos que sempre usavam máscaras eram mais propensos a praticar o distanciamento social. Manter distância >1 m de uma pessoa com COVID-19, ter contato próximo por <15 minutos e higienizar as mãos com frequência foram independentemente associados a menor risco de infecção. Os resultados apoiam o uso consistente de máscaras, higiene de mãos e distanciamento social para proteção contra a COVID-19.

COVID-19 Contact Tracing in Two Counties — North Carolina, June–July 2020
Artigo publicado pelo CDC na revista MMWR em 22 de setembro trazendo os resultados dos rastreamentos de contatos realizados na Carolina do Norte. O estudo mostrou que no condado de Mecklenburg 48% dos pacientes com COVID-19 não reportaram contatos e 25% dos contatos não foram encontrados. Já no condado de Randolph, 35% dos pacientes com COVID-19 não reportaram contatos e 48% dos contatos não foram encontrados. O tempo mediado entre a coleta do paciente caso e a notificação do contato foi de 6 dias. O estudo mostrou que apesar dos esforços pelos serviços de saúde, muitos pacientes com a COVID-19 não reportam seus contatos. O estudo conclui que maior rapidez de rastreamento de contato, envolvimento da comunidade e mitigação em toda a comunidade são necessários para reduzir a transmissão do SARS-CoV-2.

Transmission of Severe Acute Respiratory Syndrome Coronavirus 2 During Long Flight
Artigo que buscou avaliar o papel da transmissão do SARS-CoV-2 em voos. O estudo investigou um grupo de casos entre passageiros em um voo comercial de 10 horas. As pessoas afetadas incluíram passageiros, tripulantes e contatos próximos. Foram rastreados 217 passageiros e tripulantes até seus destinos finais, entrevistados e colocados em quarentena. Entre as 16 pessoas nas quais a infecção foi identificada, 12 (75%) eram passageiros sentados na classe executiva junto com a única pessoa sintomática (taxa de ataque de 62%). A proximidade dos lugares sentados foi fortemente associada ao aumento do risco de infecção (RR 7,3, IC 95% 1,2–46,2). Não foram encontradas evidências fortes que suportem cenários alternativos de transmissão. A transmissão durante o voo, que provavelmente se originou de um passageiro sintomático, causou um grande grupo de casos durante um longo voo. As diretrizes para a prevenção da infecção por SARS-CoV-2 entre passageiros aéreos devem considerar o risco individual de infecção dos passageiros, o número de passageiros viajando e a duração do voo.

What can we expect from first-generation COVID-19 vaccines?
Comentário publicado no Lancet em 21 de setembro que coloca o ponto de vista do autor em relação as vacinas de primeira geração para a COVID-19. O autor coloca que as observações das vacinas até então sugerem que não se pode assumir que, mesmo que demonstrem ser efetivas em reduzir a severidade da doença, que irão reduzir a transmissão viral no mesmo nível. A noção de que a imunidade populacional induzida pela vacina da COVID-19 permitirá um retorno à “normalidade” pré-COVID-19 pode ser baseada em suposições ilusórias. Outra consideração importante é a estratégia de alocação da vacina. Os primeiros princípios alocariam preferencialmente a vacina a pessoas com alto risco de morbidade e mortalidade graves. Análises preliminares informadas por modelo apoiam esta inferência teórica. Além disso, será importante comunicar aos formuladores de políticas e ao público em geral que as vacinas de primeira geração são apenas uma ferramenta na resposta geral da saúde pública ao COVID-19 e provavelmente não serão a solução final que muitos esperam.

Infant Outcomes Following Maternal Infection with SARS-CoV-2: First Report from the PRIORITY Study
Estudo que mostra resultados do estudo PRIORITY mostrou que entre 263 bebês resultados adversos, incluindo nascimento prematuro, admissão em UTIN e doença respiratória não diferiram entre os nascidos em mães com teste positivo para SARS-CoV-2 e filhos de mães com teste negativo. Nenhuma pneumonia ou infecção do trato respiratório inferior foi relatada nesta coorte até 6-8 semanas de idade. Entre bebês nascidos de mães com teste positivo para SARS-CoV-2, a incidência estimada de um teste positivo para SARS-CoV-2 infantil foi baixa em 1,1% (0,1%, 4,0%), e os bebês tinham sintomas mínimos. No geral, esses resultados são tranquilizadores e sugerem que bebês nascidos de mães infectadas com SARS-CoV-2 geralmente apresentam um bom desempenho nas primeiras 6-8 semanas após o nascimento.

Occurrence and transmission potential of asymptomatic and presymptomatic SARS-CoV-2 infections: A living systematic review and meta-analysis
Trabalho publicado 22 de setembro é uma revisão sistemática e meta-análise realizada com o objetivo de esclarecer três questões: (1) Entre as pessoas que foram infectadas com SARS-CoV-2, que proporção não apresentou nenhum sintoma durante a infecção? (2) Entre as pessoas com infecção por SARS-CoV-2 que são assintomáticas ao serem diagnosticadas, qual proporção desenvolverá os sintomas posteriormente? (3) Qual proporção da transmissão da SARS-CoV-2 é responsável por pessoas que são assintomáticas durante a infecção ou pré-sintomáticas? Os achados desta revisão sugerem que a maioria das pessoas que são infectadas com SARS-CoV-2 não permaneceram assintomáticas durante o curso da infecção. A contribuição das infecções pré-sintomáticas e assintomáticas para a transmissão geral da SARS-CoV-2 significa que as medidas de prevenção combinadas, com hábitos de higiene das mãos, máscaras, rastreamento de testes e estratégias de isolamento e distanciamento social, continuarão a ser necessárias.

Characteristics and Maternal and Birth Outcomes of Hospitalized Pregnant Women with Laboratory-Confirmed COVID-19
Artigo publicado no dia 25 de setembro com informações sobre as características clínicas e resultados dos nascimentos de mulheres grávidas hospitalizadas nos EUA com COVID-19. Entre 598 mulheres grávidas hospitalizadas com COVID-19, 55% eram assintomáticas na admissão. Doença grave ocorreu entre gestantes sintomáticas, incluindo internações em unidades de terapia intensiva (16%), ventilação mecânica (8%) e óbito (1%). Perdas de gravidez ocorreram em 2% das gestações concluídas durante hospitalizações associadas a COVID-19 e foram vivenciadas por mulheres sintomáticas e assintomáticas.

The association between ABO blood group and SARS-CoV-2 infection: A meta-analysis
Nesta meta-análise, foi investigada pelos autores a associação e determinada as probabilidades de indivíduos positivos para SARS-CoV-2 terem um grupo sanguíneo específico em comparação com os controles. Os resultados da pesquisa indicam que os indivíduos positivos para SARS-CoV-2 são mais propensos a ter grupo sanguíneo A (pool OR 1,23, IC 95%: 1,09-1,40) e menos probabilidade de ter grupo sanguíneo O (pool OR = 0,77 , IC de 95%: 0,67-0,88). Mais estudos são necessários para investigar os mecanismos na base dessa associação, que podem afetar a cinética da pandemia de acordo com a distribuição do grupo sanguíneo na população.

CDC

Contact Tracing Workflow in a non-US setting
Documento que descreve o método de rastreamento de contatos e investigação de casos positivos de SARS-CoV-2. O objetivo é servir como uma visualização para que se entenda o fluxo do processo de rastreamento de contatos, a necessidade de monitoramento diário de todos os contatos e o que causará a necessidade de uma investigação de caso.

European Centre for Disease Prevention and Control (ECDC)

Guidelines for the implementation of nonpharmaceutical interventions against COVID-19 24 September 2020
As intervenções não farmacêuticas são medidas de saúde pública que visam prevenir e / ou controlar a transmissão do SARS-CoV-2 na comunidade. Enquanto não houver uma vacina eficaz e segura para proteger aqueles em risco de COVID-19 grave, as medidas não farmacológicas são as intervenções de saúde pública mais eficazes contra o COVID-19. Essas diretrizes do ECDC detalham as opções disponíveis em vários cenários epidemiológicos, avaliam as evidências de sua eficácia e abordam questões de implementação, incluindo barreiras e facilitadores potenciais.

Infectious Disease Society of America (IDSA)

Infectious Diseases Society of America Guidelines on the Treatment and Management of Patients with COVID-19
Revisão das recomendações para tratamento da COVID-19 com atualização e novas recomendações para o uso de dexametasona e revisão da recomendação contra o uso uso rotineiro de tocilizumab.
A entidade recomenda o uso de dexametasona ao invés de não usar dexametasona para pacientes críticos hospitalizados com a COVID-19. Já para pacientes hospitalizados com a doença severa, mas não crítica, a IDSA recomenda também o uso de dexametasona ao invés de não utilizar dexametasona. Para pacientes hospitalizados com doença não severa sem hipoxemia que requeira oxigênio, a IDSA recomenda contra o uso de corticóides. Já em relação a pacientes admitidos no hospital com a COVID-19, a IDSA recomenda contra o uso rotineiro de tocilizumab.

Ministério da Saúde

Boletim Epidemiológico Especial COE-COVID19 nº 32
Documento que apresenta análise epidemiológica do coronavírus no Brasil com os dados até a semana epidemiológica nº 38.

Anvisa

NOTA TÉCNICA Nº 202/2020/SEI/GEMAT/GGTPS/DIRE3/ANVISA
A Anvisa tem recebido, por diferentes canais de comunicação, solicitação de esclarecimentos sobre o enquadramento sanitário, a eficácia e regularidade de produtos fabricados por têxteis de propriedade antiviral ou antibacteriana. Esses produtos compreendem uma diversa gama de argos, incluindo vestimentas, tecidos para estofados de veículos, máscaras faciais, calçados, dentre outros. Existe a preocupação sobre a eficácia e regularidade sanitária de tais produtos, dado o contexto de disseminação do novo coronavírus (Sars-CoV-2). Diante disso, esta Nota Técnica se propõe a apresentar esclarecimentos sobre o possível enquadramento sanitário, como produtos para a saúde, de produtos fabricados com têxteis de atividade antiviral e antibacteriana.

Secretária de saúde do estado do Rio de Janeiro

Boletim Semanal das unidades SES/RJ
Boletim até a semana epidemiológica 38 com um panorama geral das 29 Unidades Hospitalares/Institutos e 30 Unidades de Pronto Atendimento – UPAs, contidos entre as Unidades de Saúde do Estado do Rio de Janeiro.

Semana: 14/09/2020 a 20/09/2020

Artigos importantes publicados na última semana

Meyerowitz EA, Richterman A, Gandhi RT, Sax PE. Transmission of SARS-CoV-2: A Review of Viral, Host, and Environmental Factors. Ann Intern Med 2020, published 17 September.
Artigo publicado no dia 17 de setembro, apresenta uma revisão abrangente das evidências da transmissão do vírus SARS-CoV-2, abordando os fatores virais e ambientais.

White-Dzuro G, Gibson LE, Zazzeron L, et al. Multisystem effects of COVID-19: A concise review for practitioners [published online ahead of print, 2020 Sep 14]. Postgrad Med. 2020;10.1080/00325481.2020.1823094.
Artigo publicado no dia 14 de setembro, aborda as complicações multissistêmicas da COVID-19 e as estratégias de tratamento associadas para melhorar o atendimento de pacientes com a doença em estado crítico.

Milani GP, Bottino I, Rocchi A, et al. Frequency of Children vs Adults Carrying Severe Acute Respiratory Syndrome Coronavirus 2 Asymptomatically. JAMA Pediatr. Published online September 14, 2020.
Estudo publicado no dia 14 de setembro investigou a frequência de indivíduos portadores de SARS-CoV-2 entre crianças admitidas por doenças não infecciosas e sem quaisquer sintomas ou sinais associados a SARS-CoV-2 comparando com a frequência de indivíduos portadores de SARS-CoV-2 entre uma população adulta. Como resultado, cerca de 1% das crianças e 9% dos adultos sem quaisquer sintomas ou sinais de infecção por SARS-CoV-2 foram testados positivo para o vírus. Neste estudo, crianças sem sintomas e sinais de SARS-CoV-2 transportaram o vírus com menos frequência do que adultos, sugerindo que seu papel como facilitadores da disseminação da infecção por SARS-CoV-2 precisa ser melhor discutido.

Zeng W, Wang X, Li J, et al. Association of Daily Wear of Eyeglasses With Susceptibility to Coronavirus Disease 2019 Infection. JAMA Ophthalmol. Published online September 16, 2020.
Estudo de coorte publicado no dia 16 de setembro, com o objetivo de identificar a associação entre o uso diário de óculos e a suscetibilidade ao COVID-19. O trabalho envolveu todos os pacientes internados com COVID-19 no Hospital Suizhou Zengdu, Suizhou, China, de 27 de janeiro a 13 de março de 2020. Pessoas que usaram óculos por mais de 8 horas por dia foram definidas como usuários de longo prazo. A proporção de pacientes internados com COVID-19 que usaram óculos por longos períodos diários (> 8 horas / dia) foi menor do que na população em geral, sugerindo que usuários diários de óculos podem ser menos suscetíveis a COVID-19.

Ruktanonchai NW, Floyd JR, Lai S, et al. Assessing the impact of coordinated COVID-19 exit strategies across Europe. Science 2020, published 18 September.
Artigo publicado no dia 18 de setembro, avaliou o impacto da retirada de medidas de combate ao COVID-19 e o relaxamento das intervenções não farmacêuticas como políticas de distanciamento e medidas de bloqueio, coordenadas em toda a Europa.

OMS

Considerations for school-related public health measures in the context of COVID-19 – Annex to Considerations in adjusting public health and social measures in the context of COVID-19.
Anexo com medidas para escolas que atendem crianças com idade inferior a 18 anos que destaca os princípios gerais e recomendações chave que podem ser aplicadas não apenas a escolas mas contextos escolares, como atividades extracurriculares. Este anexo substitui o documento publicado pela OMS em 10 de maio intitulado “Considerations for school-related public health measures in the context of COVID-19”.

CDC

Overview of Testing for SARS-CoV-2 (COVID-19)
Dada a significância na transmissão de assintomáticos e pré-sintomáticos, o CDC atualizou as suas informações e evidências reforçando a necessidade de testar indivíduos assintomáticos, incluindo contatos próximos de uma pessoa com infecção pelo SARS-CoV-2.

Considerations for Monitoring and Evaluation of Mitigation Strategies Implemented in K-12 Schools
Documento que apresenta indicadores, questões de avaliação e dados para auxiliar as agências educacionais e de saúde, além das escolas e administradores a monitorar e avaliar a implementação e impacto das medidas de mitigação da COVID-19 implementada em escolas de educação infantil.

COVID-19 in Children and Teens
Atualização das referências sobre a COVID-19 em crianças e adolescentes. O documento traz as informações sobre os fatores de risco para crianças e os principais sinais e sintomas neste grupo de pacientes.

Indicators for Dynamic School Decision-Making
Sugestões do CDC de indicadores chave e indicadores secundários a serem monitorados na reabertura das escolas.

Operational Considerations for Personal Protective Equipment in the Context of Global Supply Shortages for Coronavirus Disease 2019 (COVID-19) Pandemic: non-US Healthcare Settings
Atualização das referências sobre o uso de EPIs em situações de falta. O CDC ressalta em todo seu documento que recomendações de estender uso ou reprocessar qualquer EPIs não são práticas padrão e que devem ser limitadas a situações de falta. Ressaltam que as instituições deve fazer esforços para rapidamente reestabelecer seus estoques e práticas padrão.

European Centre for Disease Prevention and Control (ECDC)

Reinfection with SARS-CoV-2: considerations for public health response
Documento com o objetivo de elucidar as características e frequência de reinfecção confirmada pelo SARS-CoV-e na literatura, sumarizar os achados sobre infecção pelo SARS-CoV-2 e desenvolvimento de anticorpos e considerar as seguintes questões: Como a reinfecção pelo SARS-CoV-2 pode ser identificada? O quão comum é a reinfecção? O que é sabido sobre o papel da reinfecção na transmissão progressiva? O que estas observações significam para a imunidade adquirida? E finalmente, opções de respostas para a saúde pública são propostas neste documento.

COVID-19 testing strategies and objectives
Documento que descreve as estratégias e objetivos para a testagem de SARS-CoV-2 na população para atingir objetivos de saúde pública específicos em diferentes situações epidemiológicas. Os cinco principais objetivos destacados neste documento para controle da transmissão são: monitorar com segurança as taxas e a gravidade da transmissão do SARS-CoV-2; mitigar o impacto da COVID-19 em ambientes de assistência à saúde e social; detectar clusters ou surtos em ambientes específicos e manter o controle sustentado de COVID-19 uma vez alcançado.

Infographic: Objectives for COVID-19 testing strategies
Descreve os cinco principais objetivos para a testagem da COVID-19 em um formato de infográfico.

Infectious Disease Society of America (IDSA)

Infectious Diseases Society of America Guidelines on the Treatment and Management of Patients with COVID-19
Atualização realizada nas diretrizes em relação ao uso de remdesivir.

Ministério da Saúde

Boletim Epidemiológico Especial COE-COVID19 nº 31
Documento que apresenta análise epidemiológica do coronavírus no Brasil com os dados até a semana epidemiológica nº 37.

Anvisa

NOTA TÉCNICA GVIMS/GGTES/ANVISA Nº 07/2020 – Atualizada em 17/09/2020
Atualização do documento com as orientações para prevenção e vigilância epidemiológica das infecções por SARS-CoV-2 (COVID-19) dentro dos serviços de saúde. Na versão foram incluídos os critérios para descontinuar as precauções e o isolamento em recém nascidos.

Secretária de saúde do estado do Rio Grande do Sul

NOTA INFORMATIVA 23 COE/SES-RS
Documento com orientações referentes à notificação, manejo de corpos e procedimentos post mortem no contexto da pandemia de COVID-19.

NOTA INFORMATIVA 22 COE/SES-RS
Atualização da nota técnica nº 22 que dispõe sobre Vigilância de Síndrome Gripal (SG) e Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) relacionada à infecção humana pelo COVID-19, sistemas de notificação, rede laboratorial e estratégias de testagem. Em relação ao último documento foram atualizadas as informações em relação a conduta de isolamentos, notificação e estratégias de testagem.

Secretária de saúde do estado de Santa Catarina

Manual de orientações da COVID 19 (vírus SARS-coV-2) do estado de Santa Catarina
Manual do estado atualizado no dia 14/09 que aborda temas como definição de caso, notificação de casos suspeitos ou confirmados, diagnóstico, orientações quanto ao recém nascido, investigação de casos e monitoramento de contato de COVID 19.

Secretária de saúde do estado do Rio de Janeiro

NOTA TÉCNICA Nº 08/2020
Esta nota técnica atualiza os resultados dos indicadores que compõem o Painel COVID-19 de monitoramento por faseamento de cores, publicado anteriormente nas Notas Técnicas 01/2020, 02/2020 e 04/2020, 05/2020 e 07/2020 da Secretaria Extraordinária de Acompanhamento das Ações Governamentais Integradas da COVID-19 (SEC-COVID).

Boletim Semanal das unidades SES/RJ
Boletim até a semana epidemiológica 37 com um panorama geral das 29 Unidades Hospitalares/Institutos e 30 Unidades de Pronto Atendimento – UPAs, contidos entre as Unidades de Saúde do Estado do Rio de Janeiro.

Secretária de saúde do estado de Goiás

Boletim epidemiológico nº24
Documento que analisa os dados epidemiológicos do estado de Goiás até o dia 12/09.

Semana: 07/09/2020 a 13/09/2020

Artigos importantes publicados na última semana

Ahmed M, Advani S, Moreira A, et al. Multisystem inflammatory syndrome in children: A systematic review. EClinical Medicine September 04, 2020.
Revisão sistemática embasada em 39 estudos observacionais, com o objetivo de avaliar os principais sinais e sintomas clínicos, achados laboratoriais, resultados de imagem e desfechos em crianças com a síndrome inflamatória multissistêmica.

Cunningham JW, Vaduganathan M, Claggett BL, et al. Clinical Outcomes in Young US Adults Hospitalized With COVID-19. JAMA Intern Med. Published online September 09, 2020.
Artigo publicado no dia 09 de setembro com o objetivo de investigar o perfil clínico e os resultados de 3222 adultos jovens (idade 18-34 anos) que necessitaram de hospitalização para Covid 19 nos Estados Unidos. Entre os resultados encontrados, 21% dos pacientes necessitaram de cuidados intensivos, 10% de ventilação mecânica e 2,7% morreram. Obesidade mórbida, hipertensão e diabetes foram comuns e associadas a maiores riscos de eventos adversos.

Wyllie AL, Fournier J, Casanovas-Massana A, et al. Saliva or Nasopharyngeal Swab Specimens for Detection of SARS-CoV-2 [published online ahead of print, 2020 Aug 28]. N Engl J Med. 2020;10.1056/NEJMc2016359.
Trabalho com o objetivo de comparar a sensibilidade na detecção de SARS-CoV-2 durante o curso da infecção em amostras de saliva e esfregaço nasofaríngeo.

Fisher KA, Tenforde MW, Feldstein LR, et al. Community and Close Contact Exposures Associated with COVID-19 Among Symptomatic Adults ≥18 Years in 11 Outpatient Health Care Facilities — United States, July 2020. MMWR Morb Mortal Wkly Rep 2020;69:1258–1264.
Caso controle publicado no dia 11 de setembro, com o intuito de avaliar a contribuição da exposição na comunidade e por contatos próximos na disseminação do Covid 19 em indivíduos ambulatoriais sintomáticos de 11 centros de saúde dos Estados Unidos.

Ehrhardt J , Ekinci A , Krehl H , Meincke M , Finci I , Klein J , Geisel B , Wagner-Wiening C , Eichner M , Brockmann SO . Transmission of SARS-CoV-2 in children aged 0 to 19 years in childcare facilities and schools after their reopening in May 2020, Baden-Württemberg, Germany. Euro Surveill. 2020;25(36):pii=2001587.
Artigo publicado no dia 10 de setembro com o objetivo de avaliar a transmissão de SARS-CoV-2 em crianças e jovens de 0 a 19 anos, após a reabertura das aulas em creches e escolas na cidade de Baden-Württemberg na Alemanha, em maio de 2020. Conforme a investigação a transmissão de criança para criança foi incomum, não sendo considerada a principal causa de infecção pelo vírus.

OMS

Antigen-detection in the diagnosis of SARS-CoV-2 infection using rapid immunoassays
Documento com orientações para a realização dos testes rápidos de antígeno para o diagnóstico da SARS-CoV-2. O documento orienta para cenários específicos em que é recomendado o uso do teste, especialmente em locais onde o PCR não está disponível ou o resultado é demorado. Além disso, o teste rápido para antígeno deve possuir uma performance mínima de 80% de sensibilidade e 97% de especificidade quando comparado ao PCR. Ainda, o documento cita as situações em que o teste rápido de antígeno de SARS-CoV-2 não devem ser realizados.

Diagnostic testing for SARS-CoV-2
Diretrizes para laboratórios e outras partes interessadas envolvidos no diagnóstico de SARS-CoV-2. Estão incluídos neste documento as orientações sobre coleta, teste de amplificação do ácido nucleico, teste de antígeno, teste de anticorpo, detecção e garantia de qualidade.

CDC

Duration of Isolation and Precautions for Adults with COVID-19
Atualização das evidências recentes sobre a duração do isolamento e medidas de precaução para prevenir a transmissão do SARS-CoV-2 focando no uso da estratégia baseada em sintomas e limitando isolamento prolongado desnecessário assim como o uso desnecessário do uso de testes laboratoriais.

Pregnancy, Breastfeeding, and Caring for Newborns
Atualização das referências utilizadas para construção das orientações.

Interim Clinical Guidance for Management of Patients with Confirmed Coronavirus Disease (COVID-19)
Revisões realizadas para atualizar o conteúdo acerca de reinfecção. As atualizações mostram que os dados sobre reinfecção após a recuperação da COVID-19 são limitados.
Embora a liberação de RNA viral diminua com a resolução dos sintomas, pode continuar ocorrendo por dias a semanas. No entanto, a detecção de RNA durante a convalescença não indica necessariamente a presença de vírus infecciosos viáveis. Faltam dados definitivos e permanece incerto se os indivíduos com anticorpos estão protegidos contra reinfecção com SARS-CoV-2 e, em caso afirmativo, qual a concentração de anticorpos são necessários para conferir proteção.

Ministério da Saúde

Boletim Epidemiológico Especial COE-COVID19 nº 30
Documento que apresenta análise epidemiológica do coronavírus no Brasil com os dados até a semana epidemiológica nº 36 (30/08 a 05/09).

Secretária de saúde do estado de Santa Catarina

Manual de orientações da COVID 19 (vírus SARS-coV-2) do estado de Santa Catarina
Manual do estado atualizado no dia 08/09 que aborda temas como definição de caso, notificação de casos suspeitos ou confirmados, diagnóstico, orientações quanto ao recém nascido, investigação de casos e monitoramento de contato de COVID 19.

Secretária de saúde do estado de Goiás

Boletim epidemiológico nº23
Documento que analisa os dados epidemiológicos do estado de Goiás até o dia 05/09.

Secretária de saúde do estado do Maranhão

Boletim epidemiológico
Documento que analisa os dados epidemiológicos do estado do Maranhão até o dia 13/09.

Secretária de saúde do estado do Rio de Janeiro

Boletim Semanal das unidades SES/RJ
Boletim até a semana epidemiológica 36 com um panorama geral das 29 Unidades Hospitalares/Institutos e 30 Unidades de Pronto Atendimento – UPAs, contidos entre as Unidades de Saúde do Estado do Rio de Janeiro.

Semana: 31/08/2020 a 06/09/2020

Artigos importantes publicados na última semana

Allotey J, Stallings E, Bonet M, et al. Clinical manifestations, risk factors, and maternal and perinatal outcomes of coronavirus disease 2019 in pregnancy: living systematic review and meta-analysis. BMJ. 2020;370:m3320. Published 2020 Sep 1.
Metanálise publicada no dia 1º de setembro com o objetivo de determinar as manifestações clínicas, fatores de risco e desfechos maternos e perinatais em gestantes e mulheres recém-gestantes com suspeita ou confirmação de Covid-19. Conforme observado pelos pesquisadores mulheres grávidas e grávidas recentes têm menos probabilidade de manifestar sintomas de febre e mialgia relacionados a covid-19 do que mulheres não grávidas em idade reprodutiva, sendo potencialmente mais propensas a necessitar de tratamento intensivo para covid-19. Comorbidades pré-existentes, alta idade materna e alto índice de massa corporal parecem ser fatores de risco para o desenvolvimento de casos mais graves. As taxas de nascimentos prematuros foram superiores em mulheres grávidas com a Covid-19.

Self WH, Tenforde MW, Stubblefield WB, et al. Seroprevalence of SARS-CoV-2 Among Frontline Health Care Personnel in a Multistate Hospital Network — 13 Academic Medical Centers, April–June 2020. MMWR Morb Mortal Wkly Rep 2020;69:1221–1226.
Artigo publicado no dia 4 de setembro, com objetivo de avaliar a prevalência e as características da infecção por SARS-CoV-2 entre os profissionais de saúde dos Estados Unidos. Entre 3.248 funcionários observados, 6% tinham evidência de anticorpos de infecção anterior por SARS-CoV-2, destes 29% eram assintomáticos nos meses anteriores e 69% não tinham recebido um diagnóstico de infecção por SARS-CoV-2. A prevalência de anticorpos foi menor entre os funcionários que relataram usar sempre a máscara enquanto cuidavam dos pacientes (6%), em comparação com aqueles que não o fizeram (9%).

The WHO Rapid Evidence Appraisal for COVID-19 Therapies (REACT) Working Group. Association Between Administration of Systemic Corticosteroids and Mortality Among Critically Ill Patients With COVID-19: A Meta-analysis. JAMA. Published online September 02, 2020.
Este artigo é uma Meta-análise com base em 7 ensaios clínicos randomizados publicado no dia 02 de setembro com o objetivo de avaliar se a administração de corticosteroides sistêmicos está associada com à redução da mortalidade em 28 dias de pacientes gravemente enfermos infectados com a COVID-19.

OMS

Corticosteroids for COVID-19
Documento publicado pela OMS com o resultado de revisão realizada pelo órgão quanto ao papel de corticóide sistêmico no tratamento de pacientes com a COVID-19. Através da revisão de ensaios clínicos a OMS recomenda o uso de corticóide sistêmico ao invés de nenhum corticóide no tratamento de paciente com doença severa e crítica pela COVID-19 (recomendação forte). Recomenda também que não seja utilizado corticóide sistêmico em pacientes sem doença severa pela COVID-19 (recomendação condicional). Para cada um das recomendações a OMS descreve as evidências encontradas nos artigos revisados.

Infection prevention and control for the safe management of a dead body in the context of COVID-19: interim guidance
Revisão e atualização das recomendações da OMS sobre o manejo dos corpos após o óbito. Este documento, além de incluir as recomendações no manejo hospitalar, orientações para autópsias e cuidados pelas funerárias, inclui orientações quando o funeral ocorre em casa, conforme a cultura de cada local.

CDC

Interim Guidance for Rapid Antigen Testing for SARS-CoV-2
Revisão das diretrizes para uso do teste rápido de antígeno para detecção do SARS-CoV-2. As diretrizes do documento são direcionadas a profissionais que solicitam, recebem ou realizam o teste rápido, assim como para profissionais de laboratório que realizam o teste de antígeno em laboratório ou no local de assistência e reportam seus resultados.

Infectious Disease Society of America (IDSA)

Infectious Diseases Society of America Guidelines on the Treatment and Management of Patients with COVID-19
A atualização das diretrizes da IDSA sobre tratamento e manejo de pacientes com a COVID-19 atualizada em 04 de setembro contém informações atualizadas sobre os tratamentos em estudo, assim como informações adicionais sobre o plasma convalescente. Para este último a IDSA recomenda que o plasma convalescente seja oferecido apenas no contexto de ensaios clínicos.

Ministério da Saúde

Manual de recomendações para a assistência à gestante e puérpera frente à pandemia de covid-19
Manual com as principais recomendações do Ministério da Saúde em relação ao atendimento, manejo e vigilância de gestantes e puérperas frente a pandemia de Covid-19.

Boletim Epidemiológico Especial COE-COVID19 nº 29
Documento que apresenta análise epidemiológica do coronavírus no Brasil com os dados até a semana epidemiológica nº 35 (23/08 a 29/08).

Anvisa

Ivermectina e Nitazoxanida: volta a receita em uma via
A Diretoria Colegiada da Anvisa revisou, na terça-feira (1º/9), a exigência de retenção de receita para os medicamentos Ivermectina e Nitazoxanida. A ação faz parte do monitoramento constante de substâncias sujeitas a controle em virtude da emergência de saúde pública de importância internacional (ESPII) relacionada ao novo coronavírus (Sars-CoV-2).

Secretária de saúde do estado do Rio Grande do Sul

NOTA INFORMATIVA Nº 21 COE-RS/SES-RS
Preenchimento adequado dos campos raça/cor e ocupação no e-SUS Notifica e dos campos raça/cor, escolaridade e ocupação no Sivep-Gripe, a fim de identificar grupos vulneráveis na pandemia de COVID-19 no Rio Grande do Sul.

Secretária de saúde do estado de Goiás

Boletim epidemiológico nº22
Documento que analisa os dados epidemiológicos do estado de Goiás até o dia 29/08.

Secretária de saúde do estado do Rio de Janeiro

Boletim Semanal das unidades SES/RJ
Boletim até a semana epidemiológica 35 com um panorama geral das 29 Unidades Hospitalares/Institutos e 30 Unidades de Pronto Atendimento – UPAs, contidos entre as Unidades de Saúde do Estado do Rio de Janeiro.

Semana: 24/08/2020 a 30/08/2020

Artigos importantes publicados na última semana

Jones NR, Qureshi ZU, Temple RJ, Larwood JPJ, Greenhalgh T, Bourouiba L. Two metres or one: what is the evidence for physical distancing in covid-19?. BMJ. 2020;370:m3223. Published 2020 Aug 25.
Artigo publicado no dia 25 de agosto, faz uma revisão e análise das evidências disponíveis até o momento sobre a propagação de partículas de SARS-CoV-2 relacionando com o distanciamento e risco de transmissão.

Swann Olivia V , Holden Karl A , Turtle Lance , Pollock Louisa , Fairfield Cameron J , Drake Thomas M et al. Características clínicas de crianças e jovens internados no hospital com covid-19 no Reino Unido: estudo de coorte observacional multicêntrico prospectivo BMJ 2020.
Artigo publicado no dia 27 de agosto, abordando as características clínicas de crianças e jovens internados em hospitais do Reino Unido com diagnóstico de coronavírus confirmado laboratorialmente, objetivando explorar fatores associados à admissão em cuidados intensivos, mortalidade e desenvolvimento da síndrome inflamatória multissistêmica.

Chanu Rhee, MD, MPH, Sanjat Kanjilal, Meghan Baker, MD, ScD, Michael Klompas, MD, MPH, Duration of SARS-CoV-2 Infectivity: When is it Safe to Discontinue Isolation?, Clinical Infectious Diseases, ciaa1249.
Revisão publicada no dia 25 de agosto aborda as evidências atuais disponíveis sobre a duração da infecciosidade do SARS-CoV-2 relacionando com o período adequado e seguro para a descontinuação das medidas de precaução e isolamento.

Takahashi T, Ellingson MK, Wong P, et al. Sex differences in immune responses that underlie COVID-19 disease outcomes. Nature. 2020;10.1038/s41586-020-2700-3.
Neste estudo publicado no dia 26 de agosto, foi analisado pelos pesquisadores as diferenças sexuais nas cargas virais, títulos de anticorpos específicos para SARS-CoV-2, citocinas plasmáticas, bem como fenotipagem de células sanguíneas em pacientes com COVID-19.

Sola AM, David AP, Rosbe KW, Baba A, Ramirez-Avila L, Chan DK. Prevalence of SARS-CoV-2 Infection in Children Without Symptoms of Coronavirus Disease 2019. JAMA Pediatr. Published online August 25, 2020.
Estudo publicado no dia 25 de agosto com a prevalência de resultados positivos para o teste de SARS-CoV-2 em crianças assintomáticas em 28 hospitais infantis dos Estados Unidos. Com base nos resultados, os pesquisadores concluíram que os achados sugerem um baixa prevalência para os testes diagnósticos da SARS-CoV-2 entre crianças que eram assintomáticas e se apresentavam para tratamento cirúrgico ou clínico.

OMS

Advice on the use of masks for children in the community in the context of COVID-19 – Annex to the Advice on the use of masks in the context of COVID-19
Este é um documento de atualização da OMS incluído como anexo as orientações de de uso de máscara no contexto da COVID-19. Baseado na opinião de especialistas, a OMS passa a recomendar que crianças até 5 anos de idades não devem utilizar máscara como fonte de controle e que as medidas de saúde pública e social devem ser priorizadas para minimizar o risco de transmissão do SARS-CoV-2 de crianças de 5 anos de idade ou menores, especialmente a manutenção do distanciamento de um metro quando possível, higiene de mãos e redução do tamanho das turmas escolares. Em relação ao face shield a entidade considera que ainda não há evidências científicas suficientes que comprovem a sua atuação na prevenção da transmissão da COVID-19 e que por isso não devem ser considerados como equivalentes a máscaras em respeito a proteção de gotículas respiratórias e fonte de controle. Entretanto, a OMS e UNICEF continuam monitorando as evidências científicas e orientam ainda que em locais em que a distância não pode ser mantida e que não é possível o uso da máscara facial, o face shield poderá ser utilizado.

Preventing and managing COVID-19 across long-term care services
Documento com objetivo de fornecer uma política e principais pontos de ação para prevenir e gerenciar a COVID-19 em instituições de cuidados de longo permanência para decisores políticos e autoridades (nacionais, subnacionais e locais) envolvidos na pandemia da COVID-19. O documento se baseia nas atuais evidências disponíveis sobre as medidas tomadas para prevenir, preparar e responder à pandemia e seu impacto sobre aqueles que usam as instituições de longa permanência e prestadores de cuidados (incluindo funcionários, família e outros cuidadores voluntários).

CDC

Interim Guidance for Rapid Antigen Testing for SARS-CoV-2
Recomendações sobre a realização do teste rápido de antígeno para detectar SARS-CoV-2 e interpretação dos resultados.

Considerations for Use of SARS-CoV-2 Antigen Testing in Nursing Homes
O documento fornece orientações para a realização e interpretação de teste de antígeno em profissionais e moradores de instituições de longa permanência.

Overview of Testing for SARS-CoV-2 (COVID-19)
As categorias para teste diagnóstico (molecular ou antígeno) foram atualizadas para focar nos principais grupos que buscam atendimento, quais as situações em que a testagem está indicada ou não indicada e as ações que devem ser tomadas pelo indivíduo testado.

Operational Considerations for Schools
Documento que fornece sugestões para mitigar os riscos da transmissão da COVID-19 em escolas e descreve considerações associadas a cada medida de mitigação.

National Institutes of Health (NIH)

Corticosteroids
A entidade atualizou as informações sobre o uso de corticóides após o estudo RECOVERY e coloca que o uso de corticóides foi observado em pacientes que necessitaram de oxigênio suplementar. Nenhum benefício foi observado em pacientes que não necessitaram desta suplementação de oxigênio.

Potential Antiviral Drugs Under Evaluation for the Treatment of COVID-19
Recomendações da entidade sobre os tratamentos com antivirais em para tratar a COVID-19 baseado nos dados disponíveis até o momento.

Special Considerations in Adults and Children With Cancer
Atualização das referências e principais recomendações para o cuidado de pacientes adultos e pediátricos com câncer. As orientações atualizadas incluem a recomendação de testagem, cuidados médicos, neutropenia febril, interações medicamentosas, quimioterapia.

Special Considerations in Pregnancy
Atualização das referências e recomendações para o cuidado com pacientes gestantes colocando as orientações sobre momento do parto e manejo hospitalar destas pacientes.

Infectious Disease Society of America (IDSA)

Infectious Diseases Society of America Guidelines on the Treatment and Management of Patients with COVID-19
Atualização das recomendações quanto a hidroxicloroquina e hidroxicloroquina mais azitromicina. Nestas recomendações atualizadas a IDSA faz recomendação contrária ao uso da hidroxicloroquina (recomendação forte), assim como faz recomendação contra do uso de hidroxicloroquina mais azitromicina (recomendação forte).

Ministério da Saúde

Boletim Epidemiológico Especial COE-COVID19 nº 28
Documento que apresenta análise epidemiológica do coronavírus no Brasil com os dados até a semana epidemiológica nº 34 (16/08 a 22/08).

Secretária de saúde do estado do Rio Grande do Sul

NOTA INFORMATIVA 20 COE/LACEN/SES- RS
Orientação para o cadastro, acondicionamento e envio de amostras para diagnóstico laboratorial do SARS-CoV 2 para rede laboratorial pelos municípios do RS.

Secretária de saúde do estado de Santa Catarina

Manual de orientações da COVID 19 (vírus SARS-coV-2) do estado de Santa Catarina
Manual do estado atualizado no dia 28/08 que aborda temas como definição de caso, notificação de casos suspeitos ou confirmados, diagnóstico, orientações quanto ao recém nascido, investigação de casos e monitoramento de contato de COVID 19.

Nota Informativa 11/2020 DIAF/SPS/SES/SC
Distribuição de medicamentos utilizados no tratamento da COVID-19 que compõem o denominado “Kit intubação”.

Secretária de saúde do estado de Goiás

Boletim epidemiológico nº21
Documento que analisa os dados epidemiológicos do estado de Goiás até o dia 22/08.

Secretária de saúde do estado do Rio de Janeiro

Boletim Semanal das unidades SES/RJ
Boletim até a semana epidemiológica 34 com um panorama geral das 29 Unidades Hospitalares/Institutos e 30 Unidades de Pronto Atendimento – UPAs, contidos entre as Unidades de Saúde do Estado do Rio de Janeiro.

Semana: 17/08/2020 a 23/08/2020

Artigos importantes publicados na última semana

Chambers C, Krogstad P, Bertrand K, et al. Evaluation for SARS-CoV-2 in Breast Milk From 18 Infected Women. JAMA. 2020;10.1001/jama.2020.15580.
Artigo publicado no dia 19 de agosto com o objetivo de verificar a presença do vírus SARS-CoV-2 no leite materno de mulheres no período da amamentação. Durante o trabalho nenhum vírus competente para replicação foi detectado em qualquer amostra, incluindo uma amostra que testou positivo para RNA viral. Após a pasteurização de Holder, o RNA viral não foi detectado por RT-PCR nas 2 amostras que haviam sido enriquecidas com SARS-CoV-2 competente para replicação, nem foi detectado vírus cultivável. No entanto, o vírus foi detectado por cultura em alíquotas não pasteurizadas das mesmas 2 misturas de vírus do leite. Estes dados sugerem que o que os achados não representam um vírus competente para a replicação e que o leite materno pode não ser uma fonte de infecção para o lactente.

McCarty TR, Hathorn KE, Redd WD, et al. How Do Presenting Symptoms and Outcomes Differ by Race/Ethnicity Among Hospitalized Patients with COVID-19 Infection? Experience in Massachusetts. Clin Infect Dis. 2020.
Artigo publicado no dia 22 de agosto com o objetivo de caracterizar a morbidade e mortalidade hospitalar associadas ao COVID-19 por raça/etnia através de uma análise retrospectiva de nove hospitais de Massachusetts, incluindo todos os pacientes adultos consecutivos hospitalizados com COVID-19 confirmado em laboratório. Dos 379 pacientes (62,9 ± 16,5 anos; 55,7% homens) com COVID-19 confirmado que foram incluídos 49,9% brancos, 13,7% negros, 29,8% Latinoa, 3,7% asiáticos. Na análise multivariável com controle de idade, sexo, obesidade, comorbidades cardiopulmonares, hipertensão e diabetes, não foram encontradas diferenças significativas na mortalidade hospitalar, admissão na UTI ou ventilação mecânica por raça / etnia. Diabetes foi um preditor significativo para ventilação mecânica, enquanto a idade avançada foi um preditor de mortalidade hospitalar.

Yonker LM, Neilan AM, Bartsch Y, et al. Pediatric SARS-CoV-2: Clinical Presentation, Infectivity, and Immune Responses. J Pediatr. 2020;S0022-3476(20)31023-4.
Artigo publicado no dia 19 de agosto com o objetivo de compreender o papel que desempenham e os fatores que levam a doenças graves em crianças infectadas com SARS-CoV-2. Para a análise foram incluídas um total de 192 crianças (idade média de 10,2 +/- 7 anos). Quarenta e nove crianças (26%) foram diagnosticadas com infecção aguda por SARS-CoV-2; outras 18 crianças (9%) preencheram os critérios para síndrome inflamatória multissistêmica. Apenas 25 (51%) das crianças com infecção aguda por SARS-CoV-2 apresentaram febre; os sintomas da infecção por SARS-CoV-2, se presentes, eram inespecíficos. A carga viral nasofaríngea foi maior em crianças nos primeiros 2 dias de sintomas, significativamente maior do que em adultos hospitalizados com doença grave (P = 0,002). Este estudo revela que as crianças podem ser uma fonte potencial de contágio na pandemia de SARS-CoV-2, apesar da doença mais branda ou da falta de sintomas.

Jiang L, Tang K, Levin M, et al. COVID-19 and multisystem inflammatory syndrome in children and adolescents. Lancet Infect Dis. 2020.
Artigo publicado no dia 17 de agosto é uma Revisão da epidemiologia, causas, características clínicas e protocolos de tratamento atuais para a síndrome inflamatória multissistêmica em crianças e adolescentes associada ao COVID-19.

Spinner CD, Gottlieb RL, Criner GJ, et al. Effect of Remdesivir vs Standard Care on Clinical Status at 11 Days in Patients With Moderate COVID-19: A Randomized Clinical Trial. JAMA. 2020.
Objetivo deste estudo publicado no dia 21 de agosto foi determinar a eficácia de 5 ou 10 dias de tratamento com remdesivir em comparação com o tratamento padrão. Entre os pacientes com COVID-19 moderado, aqueles randomizados para um curso de 10 dias de remdesivir não tiveram uma diferença estatisticamente significativa no estado clínico em comparação com o tratamento padrão 11 dias após o início do tratamento. Os pacientes randomizados para um curso de 5 dias de remdesivir tiveram uma diferença estatisticamente significativa no estado clínico em comparação com o tratamento padrão, mas a diferença foi de importância clínica incerta.

OMS

Considerations for quarantine of contacts of COVID-19 cases – Interim guidance
Atualização do documento publicado em março com as orientações para a quarentena de contatos de casos suspeitos ou confirmados de COVID-19. Fornece recomendações atualizadas para a implementação da quarentena assim como orientações para ventilação do ambiente e cuidado com crianças.

CDC

Operating schools during COVID-19: CDC’s Considerations
Atualização das orientações para reabertura das escolas, especialmente nas seguintes ações: ventilação das salas de aula, serviços de alimentação, considerações para alunos que podem ser incapazes de usar coberturas faciais de tecido, considerações para alunos com necessidades especiais de saúde e deficiências, estratégias de coorte e escalonamento de aulas e considerações de reconhecimento de sinais e sintomas e triagem.

Ministério da Saúde

Boletim Epidemiológico Especial COE-COVID19 nº 27
Documento que apresenta uma análise detalhada sobre o avanço do coronavírus no Brasil com os dados até a semana epidemiológica nº 33 (08/08 a 15/08).

Secretária de saúde do estado do Rio Grande do Sul

NOTA TÉCNICA 02/2020 – NVES/DVS/CEVS/SES
Atualização da nota técnica com orientações relativas a notificação de IRAS associadas ao SARS-CoV-2 que tenha ocorrido em pacientes e a notificação de casos de profissionais afastados dos serviços de saúde nos hospitais.

Monitoramento das gestantes e puérperas com síndrome gripal e confirmadas com COVID-19
Faz-se necessário um alerta aos serviços da rede de atenção à saúde da mulher, com o intuito de proteção das mulheres em virtude do surgimento de novos dados referentes à Pandemia do Novo Coronavírus (COVID-19), que apontam para uma elevada morbimortalidade de gestantes e puérperas brasileiras e à identificação dos primeiros óbitos maternos no estado do Rio Grande do Sul associados à infecção por COVID-19 e SRAG não identificada.

Secretária de saúde do estado de Santa Catarina

Nota de Alerta n.º 006/2020 – DIVS/SUV/SES/SC
Orientação sobre o uso de termômetro infravermelho por estabelecimentos, quando exigido, durante a pandemia de COVID-19.

Secretária de saúde do estado de Goiás

Boletim epidemiológico nº20
Documento que analisa os dados epidemiológicos do estado de Goiás até o dia 15/08.

Secretária de saúde do estado do Rio de Janeiro

Boletim Semanal das unidades SES/RJ
Boletim até a semana epidemiológica 33 com um panorama geral das 29 Unidades Hospitalares/Institutos e 30 Unidades de Pronto Atendimento – UPAs, contidos entre as Unidades de Saúde do Estado do Rio de Janeiro.

DECRETO Nº 47.219 DE 19 DE AGOSTO DE 2020
Dispõe sobre as medidas de enfrentamento da propagação do novo coronavírus (COVID-19), em decorrência da situação de emergência em saúde e dá outras providências.

Infectious Disease Society of America (IDSA)

Infectious Diseases Society of America Guidelines on the Diagnosis of COVID-19: Serologic Testing
As recomendações realizadas pela IDSA em relação aos testes sorológicos são:
– Não utilizar teste sorológico para diagnosticar infecção pelo SARS-CoV-2 durante as duas primeiras semanas após o início dos sintomas;

– Quando a infecção pelo SARS-CoV-2 requer confirmação laboratorial para propósitos clínicos ou epidemiológicos, a testagem sorológica deve ser realizada três a quatro semanas após o início dos sintomas para investigar evidência de infecção passada;

– A IDSA não faz recomendação contra ou a favor do uso de IgM para detectar evidência de infecção passada de SARS-CoV-2;

– A IDSA não recomenda utilizar IgA para detectar evidência de infecção passada pelo SARS-CoV-2;

– A IDSA não recomenda utilizar os testes combinados de IgM e IgG para detectar evidência de infecção passada pelo SARS-CoV-2;

– A IDSA recomenda utilizar IgG para promover evidência de infecção pela COVID-19 em pacientes sintomáticos com uma alta suspeita clínica e testes de PCR repetidamente negativos. Quando a sorologia é considerada em conjunto com PCR para diagnóstico, a testagem sorológica três a quatro semanas após o início dos sintomas maximiza a sensibilidade e especificidade para detecção de infecção passada;

-Em pacientes pediátricos com síndrome inflamatória multissistêmica, a IDSA recomenda utilizar a testagem de IgG e PCR para promover evidência de infecção atual ou passada pela COVID-19;

– A IDSA não realiza nenhuma recomendação contra ou a favor do uso de sangue venoso ou capilar para o teste sorológica para detecção de anticorpos para SARS-CoV-2.

ECDC

Population-wide testing of SARS-CoV-2: country experiences and potential approaches in the EU/EEA and the United Kingdom
Documento que resume as experiências e perspectivas dos países europeus em relação ao objetivo e aplicação de diferentes abordagens de testes em toda a população e discute as opções no contexto da União Européia e do Reino Unido. O documento conclui que à luz das evidências disponíveis no momento, a testagem de toda a população pode ser considerada quando: é necessário diminuir rapidamente a incidência da doença em uma comunidade e, assim, reduzir a pressão sobre o sistema de saúde; uma comunidade está experimentando níveis muito baixos de transmissão e um dos objetivos da saúde pública é eliminar a doença; é necessário compreender a prevalência da doença por idade, etnia, ambiente, localização, etc., a fim de direcionar as medidas de saúde pública. No entanto, ressalta que a implementação de tais abordagens de testagem é complexa e precisa ser avaliada cuidadosamente, levando em consideração os resultados potenciais esperados, custos, suprimentos, recursos humanos, aspectos práticos técnicos e logísticos e envolvimento e conformidade da população.

Semana: 10/08/2020 a 17/08/2020

Artigos importantes publicados na última semana

Tartof SY, Qian L, Hong V, et al. Obesity and Mortality Among Patients Diagnosed With COVID-19: Results From an Integrated Health Care Organization. Ann Intern Med. 2020.
Artigo publicado no dia 12 de agosto com o objetivo de determinar o efeito do índice de massa corporal (IMC) e outros fatores associados sobre o risco de morte por COVID-19. Entre os 6.916 indivíduos com COVID-19 que entraram no estudo, pacientes com IMC de 18,5 a 24 kg / m 2 , comparando com aqueles com IMC de 40 a 44 kg / m 2 e superior a 45 kg / m 2 tiveram riscos relativos de 2,68 (IC de 95%, 1,43 a 5,04) e 4,18 (CI, 2,12 a 8,26), respectivamente. Esse risco foi mais marcante entre pessoas com 60 anos ou menos e homens. Não foi detectado aumento do risco de morte associado à raça / etnia negra ou latina ou outras características sociodemográficas. Com base nos resultados os pesquisadores concluíram que a obesidade desempenha um papel profundo no risco de morte por COVID-19, particularmente em pacientes do sexo masculino e populações mais jovens.

Reale SC, Fields KG, Lumbreras-Marquez MI, et al. Association Between Number of In-Person Health Care Visits and SARS-CoV-2 Infection in Obstetrical Patients. JAMA. Published online August 14, 2020.
O objetivo desta análise publicada no dia 14 de agosto, foi determinar se o número de consultas para os cuidados de saúde estava associado ao risco de infecção por SARS-CoV-2 em pacientes obstétricos. A população do estudo incluiu 2.968 partos. Do total 111 pacientes (3,7%) testaram positivo para SARS-CoV-2, 45 no período pré-natal e 66 no momento da admissão para o trabalho de parto e parto. Não houve associação significativa entre o número de consultas em um ambiente de saúde com a taxa de infecção por SARS-CoV-2 nesta amostra de pacientes obstétricos.

Barron E, et al. Associations of type 1 and type 2 diabetes with COVID-19- related mortality in England: a whole-population study. LANCET. Published online August 13, 2020.
Neste artigo publicado no dia 13 de agosto, foi avaliado os efeitos independentes do status do diabetes, por tipo, na morte hospitalar na Inglaterra em pacientes com COVID-19 durante o período de 1º de março a 11 de maio de 2020. Os resultados da análise mostraram que o diabetes tipo 1 e tipo 2 foram ambos independentemente associados a um aumento significativo da probabilidade de morte intra-hospitalar com COVID-19.

Luo L, Liu D, Liao X, et al. Contact Settings and Risk for Transmission in 3410 Close Contacts of Patients With COVID-19 in Guangzhou, China: A Prospective Cohort Study. Ann Intern Med. 2020.
Artigo publicado no dia 13 de agosto com o objetivo de avaliar o risco de transmissão de SARS-CoV-2 através de contatos próximos em diferentes tipos de ambientes. Com base nos resultados, os pesquisadores concluíram que o contato domiciliar foi o principal cenário para a transmissão do SARS-CoV-2, e o risco de transmissão do SARS-CoV-2 entre contatos próximos aumentou com a gravidade dos casos índices.

Xia S, Duan K, Zhang Y, et al. Effect of an Inactivated Vaccine Against SARS-CoV-2 on Safety and Immunogenicity Outcomes: Interim Analysis of 2 Randomized Clinical Trials. JAMA. Published online August 13, 2020.
O objetivo deste trabalho foi avaliar a segurança e imunogenicidade de uma vacina experimental de vírus inativado para COVID-19 na China. Neste relatório provisório dos ensaios de fase 1 e fase 2, os pacientes tiveram uma baixa taxa de reações adversas e demonstraram imunogenicidade; o estudo está em andamento. A eficácia e a avaliação de eventos adversos de longo prazo exigirão estudos de fase 3.

OMS

Home care for patients with suspected or confirmed COVID-19 and management of their contacts – Interim guidance
Atualização das diretrizes da OMS para o cuidado domiciliar de pacientes suspeitos/confirmados para a COVID-19 por profissionais de saúde e cuidadores, assim como orientações para o manejo dos contatos dos casos.

CDC

Duration of Isolation and Precautions for Adults with COVID-19
Atualização das referências utilizadas na construção das orientações para os critérios de liberação de adultos em precaução para a COVID-19.

Criteria for Return to Work for Healthcare Personnel with SARS-CoV-2 Infection (Interim Guidance)
Atualização dos critérios de retorno ao trabalho para profissionais de saúde com SARS-CoV-2. A recomendação passa a ser de que profissionais com doença severa ou severamente imunossuprimidos a tempo de exclusão do trabalho deve ser de pelo menos 10 dias até 20 dias após o início dos sintomas. O CDC coloca que não se encontrou mais replicação viral em 95% destas pessoas após 15 dias do início dos sintomas e que nenhum paciente tinha mais replicação após 20 dias. Ainda, adicionam a recomendação de consulta com especialista em controle de infecção para o retorno.

Information for Pediatric Healthcare Providers
Atualização das recomendações de cuidados com pacientes pediátricos, assim como das referências utilizadas para construção das recomendações e orientações de testagem e isolamento do paciente infantil.

COVID-19 Hospitalization and Death by Age
Infográfico com dados de hospitalização e morte por idade pela COVID-19.

COVID-19 Associated Hospitalization Related to Underlying Medical Conditions
Infográfico com dados de hospitalização pela COVID-19 relacionada a comorbidades.

Ministério da Saúde

Boletim Epidemiológico Especial COE-COVID19 nº 26
Documento que apresenta uma análise detalhada sobre o avanço do coronavírus no Brasil com os dados até a semana epidemiológica nº 32 (02/08 a 08/08).

Anvisa

EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO N° 8, DE 13 DE AGOSTO DE 2020
Convocar empresas detentoras de registro de medicamentos a fornecerem informações sobre a fabricação, importação e distribuição de anestésicos, sedativos, bloqueadores neuromusculares e agentes adjuvantes, entre outros medicamentos, empregados para a manutenção da vida de pacientes infectados pelo novo Coronavírus (SARS-CoV-2).

Secretária de saúde do estado do Rio Grande do Sul

NOTA INFORMATIVA 17 COE/ SES-RS
A fim de monitorar os casos de COVID-19 registrados no E-SUS/VE e Sivep gripe relacionadas com o trabalho investigada e confirmada, a Divisão de Vigilância em Saúde do Trabalhador (DVST) e o Centro de Operações de Emergências (COE) do Rio Grande do Sul (RS), orientam a notificação desses casos na Ficha de Acidente de Trabalho, do Sistema de Informação de Agravos de Notificação (SINAN).

NOTA INFORMATIVA 16 COE /SES-RS
Orientações às ações de vigilância e controle da infecção humana pelo novo Coronavírus (COVID‑19) no sistema prisional.

Secretária de saúde do estado de Goiás

Boletim epidemiológico nº19
Documento que analisa os dados epidemiológicos do estado de Goiás até o dia 08/08.

Secretária de saúde do estado do Rio de Janeiro

Boletim Semanal das unidades SES/RJ
Boletim até a semana epidemiológica 32 com um panorama geral das 29 Unidades Hospitalares/Institutos e 30 Unidades de Pronto Atendimento – UPAs, contidos entre as Unidades de Saúde do Estado do Rio de Janeiro.

INFORMATIVO SAECA – Ano I – Boletim n° 2 – 10 de agosto de 2020
Informativo da Superintendência de Atenção Especializada, Controle e Avaliação (SAECA) 2020 apresenta dados relacionados às redes assistenciais de saúde para oncologia e cardiologia no SUS no estado de Rio de Janeiro.

Semana: 03/08/2020 a 09/08/2020

Artigos importantes publicados na última semana

Woloshin S, Patel N, Kesselheim AS. False Negative Tests for SARS-CoV-2 Infection – Challenges and Implications. N Engl J Med.
Artigo publicado no dia 06 de agosto faz uma análise em relação a sensibilidade dos testes diagnóstico em paralelo com limites para descartar as infecções e seu emprego para abertura do país (EUA).

Boulware DR, Pullen MF, Bangdiwala AS, et al. A Randomized Trial of Hydroxychloroquine as Postexposure Prophylaxis for Covid-19. N Engl J Med. 2020;383(6):517-525.
Ensaio clínico randomizado, duplo-cego e controlado por placebo publicado no dia 06 de agosto que testou a hidroxicloroquina como pós exposição em 821 indivíduos assintomáticos nos Estados Unidos e em partes do Canadá. Os participantes tiveram exposição doméstica ou ocupacional a alguém com Covid-19 confirmado a uma distância de menos de 6 pés por mais de 10 minutos, sem uso de máscara facial nem proteção para os olhos (exposição de alto risco) ou utilizando máscara, mas sem proteção para os olhos (exposição de risco moderado). Dentro dos 4 dias após a exposição, foi distribuído aleatoriamente aos participantes placebo ou hidroxicloroquina (800 mg uma vez, seguido de 600 mg em 6 a 8 horas, depois 600 mg diariamente por 4 dias adicionais). O desfecho primário foi a incidência de Covid-19 confirmada em laboratório ou doença compatível com Covid-19 em 14 dias. Após o experimento os pesquisadores concluíram que para os indivíduos com exposição de alto risco ou risco moderado a Covid-19, a hidroxicloroquina não preveniu o aparecimento da doença quando usada como profilaxia pós-exposição em até 4 dias após a exposição.

Moscola J, Sembajwe G, Jarrett M, et al. Prevalence of SARS-CoV-2 Antibodies in Health Care Personnel in the New York City Area. JAMA. Published online August 06, 2020.
Estudo publicado no dia 06 de agosto realizado no Northwell Health System, o maior hospital do estado de Nova York, com o objetivo de identificar a prevalência de anticorpos nos profissionais de saúde. Todos os funcionários profissionais de saúde (n = 70 812) foram convidados para participar do estudo: 46 117 (65,1%) foram testados no dia 23 de junho de 2020. No geral, 5523 de 40 329 eram soropositivos, encontrando uma prevalência de 13,7% entre os profissionais.

Budd J, Miller BS, Manning EM, et al. Digital technologies in the public-health response to COVID-19. Nat Med. 2020;10.1038/s41591-020-1011-4.
Esta revisão publicada no dia 07 de agosto visa analisar a amplitude das inovações digitais para a resposta de saúde pública ao COVID-19 em todo o mundo e suas limitações e barreiras para implementação, incluindo legais, éticas, bem como barreiras organizacionais e de força de trabalho. Por fim os autores concluem que há uma necessidade urgente de alinhamento de estratégias internacionais para a regulamentação, avaliação e uso de tecnologias digitais para fortalecer a gestão de pandemias e preparação futura para COVID-19 e outras doenças infecciosas.

OMS

Public health surveillance for COVID-19 – Interim guidance
Documento que fornece orientação aos Estados Membros sobre a implementação da vigilância para COVID-19 e os requisitos de notificação para a OMS.

Estimating mortality from COVID-19, Scientific brief
Documento com o objetivo de auxiliar os países a estimar a taxa de mortalidade por caso e, se possível, a taxa de mortalidade por infecção, da maneira mais apropriada e precisa possível, ao mesmo tempo em que consideram possíveis vieses em suas estimativas.

CDC

Evaluation and Management Considerations for Neonates At Risk for COVID-19
Atualização das orientações sobre o contato mãe-bebê, enfatizando a importância da autonomia materna no processo de tomada de decisão médica.
Atualização das evidências sobre as rotas de transmissão do SARS-CoV-2 para neonatos.
Atualização das evidências sobre prevenção e controle de infecção.

Ministério da Saúde

Boletim Epidemiológico Especial COE-COVID19 nº 25
Documento que apresenta uma análise detalhada sobre o avanço do coronavírus no Brasil com os dados até a semana epidemiológica nº 31 (26/07 a 01/08).

NOTA TÉCNICA Nº 13/2020-COCAM/CGCIVI/DAPES/SAPS/MS
Condutas para a doação de leite materno aos bancos de leite humano e postos de coleta de leite humano no contexto da infecção COVID-19 causada pelo novo coronavírus (SARS-CoV-2).

NOTA TÉCNICA Nº 14/2020-COCAM/CGCIVI/DAPES/SAPS/MS
Atenção à saúde do recém-nascido no contexto da infecção pelo novo coronavírus (SarsCoV-2).

NOTA TÉCNICA Nº 15/2020-COCAM/CGCIVI/DAPES/SAPS/MS
A presente Nota Técnica trata de orientações direcionadas ao Centro de Operações de Emergências para o Coronavírus (COE COVID-19), a serem adotadas pelo Sistema Único de Saúde (SUS) para guiar as condutas em aleitamento materno em contextos de transmissão de síndromes gripais.

Anvisa

Ações da Anvisa em 200 dias de enfrentamento à pandemia
A Anvisa publicou, na quarta-feira (5/8), um informe sobre as ações da Agência para o enfrentamento da pandemia provocada pelo novo coronavírus. O documento apresenta uma visão geral das medidas adotadas pela instituição nesses últimos 200 dias, ou seja, de janeiro até julho deste ano.

NOTA TÉCNICA Nº 64/2020/SEI/GHCOS/DIRE3/ANVISA
Nota técnica com orientações sobre o uso de luz ultravioleta (UV) para desinfecção de ambientes públicos e hospitalares. De acordo com a nota, não há evidências científicas de que o uso de tecnologias baseadas em exposição a esse tipo de radiação para desinfecção de ambientes públicos e hospitalares seja eficaz no combate ao novo coronavírus (Sars-CoV-2), responsável pela Covid-19. Além disso, a NT conclui que só foram encontradas evidências de eficácia do uso de tecnologias baseadas em UV para desinfecção em condições conformacionais muito específicas e controladas quanto à área irradiada, ângulo de exposição, intensidade e dose de radiação, sobre superfícies lisas e limpas. Por isso, diante da ausência de comprovação da eficácia da técnica para ambientes reais, a Anvisa não recomenda o uso de equipamentos com tecnologias baseadas em UV para desinfecção de ambientes públicos e hospitalares como única alternativa.

Nota Técnica GVIMS/GGTES/Anvisa nº 07/2020 – Atualizada em 05/08/2020
Atualização da nota técnica de orientações para prevenção e vigilância epidemiológica das infecções por sars-cov-2 (covid-19) dentro dos serviços de saúde com a inclusão dos critérios epidemiológicos para pacientes adultos e pediátricos e atualização da estratégia de liberação das precauções e isolamento.

Secretária de saúde do estado do Rio Grande do Sul

NOTA INFORMATIVA 15 COE/SES-RS
Atualização da nota técnica nº 15 que dispõe sobre Vigilância de Síndrome Gripal (SG) e Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) relacionada à infecção humana pelo COVID-19, sistemas de notificação, rede laboratorial e estratégias de testagem. Em relação ao último documento foram incluídos informações sobre a ampliação da rede de testagem e sugestões de condutas frente aos resultados diagnósticos com diminuição do tempo recomendado para o isolamento.

Secretária de saúde do estado de Santa Catarina

Nota de Orientação nº 002/2020 – DIVS/SUV/SES/SC
Nota informativa com orientações sobre produtos com ação “virucida” para auxílio na prevenção de infecções pelo SARS-CoV-2.

Secretária de saúde do estado de Goiás

Boletim epidemiológico nº18
Documento que analisa os dados epidemiológicos do estado de Goiás até o dia 01/08.

Secretária de saúde do estado do Rio de Janeiro

Decreto nº 47199 de 04 de agosto de 2020
Dispõe sobre as medidas de enfrentamento da propagação do novo coronavírus (COVID-19), em decorrência da situação de emergência em saúde, e dá outras providências.

Boletim Semanal das unidades SES/RJ
Boletim até a semana epidemiológica 31 com um panorama geral das 29 Unidades Hospitalares/Institutos e 30 Unidades de Pronto Atendimento – UPAs, contidos entre as Unidades de Saúde do Estado do Rio de Janeiro.

Semana: 27/07/2020 a 02/08/2020

Artigos importantes publicados na última semana

Dawood FS, Ricks P, Njie GJ, et al. Observations of the global epidemiology of COVID-19 from the prepandemic period using web-based surveillance: a cross-sectional analysis . Lancet Infect Dis. 2020;S1473-3099(20)30581-8.
O estudo foi publicado no dia 29 de julho com o objetivo de descrever a disseminação global do SARS-CoV-2 e as características dos casos e aglomerados de casos de COVID-19 antes da caracterização da doença como uma pandemia. Os pesquisadores selecionaram os casos de COVID-19 relatados entre 31 de dezembro de 2019 e 10 de março de 2020 (período pré-pandêmico) identificados diariamente em sites oficiais, comunicados de imprensa, transcrições de conferências de imprensa e feeds de mídia social dos ministérios nacionais da saúde ou outras agências governamentais. Casos com links de viagem para a China, Itália ou Irã representaram quase dois terços dos primeiros casos relatados de COVID-19 dos países afetados. Entre os casos com informações sobre idade, a maioria ocorreu entre adultos com 18 anos ou mais. Embora houvesse muitos clusters de transmissão domiciliar entre os primeiros casos, os clusters em ambientes ocupacionais ou comunitários tendiam a ser maiores, apoiando um possível papel do distanciamento físico para retardar a progressão da propagação da SARS-CoV-2.

Santarpia JL, Rivera DN, Herrera VL, et al. Aerosol and surface contamination of SARS-CoV-2 observed in quarantine and isolation care. Sci Rep. 2020;10(1):12732. Published 2020 Jul 29.
O trabalho foi publicado no dia 29 de julho com o objetivo de analisar a contaminação ambiental de SARS-CoV-2, obtendo amostras de superfície e de ar em 2 hospitais e 9 salas de isolamento residencial, durante a internação de 13 indivíduos com COVID-19 no Centro Médico da Universidade de Nebraska. As amostras de superfície e aerossol foram analisadas por RT-PCR visando o gene E de SARS-CoV-2. Das 163 amostras coletadas, 121 (72,4%) apresentaram resultado positivo de PCR para SARS-CoV-2. Tomados em conjunto, esses dados indicam contaminação ambiental significativa em salas onde os pacientes infectados com SARS-CoV-2 são alojados e tratados, independentemente do grau de sintomas ou acuidade da doença. Existe contaminação em todos os tipos de amostras: amostras de ar de alto e baixo volume, bem como amostras de superfície, incluindo itens pessoais, superfícies de salas e banheiros.

Chen YJ, Qin G, Chen J, et al. Comparison of Face-Touching Behaviors Before and During the Coronavirus Disease 2019 Pandemic. JAMA Netw Open. 2020;3(7):e2016924. Published 2020 Jul 1.
O objetivo do estudo publicado no dia 29 de julho foi avaliar a associação do uso da máscara com o comportamento de tocar a face, observado na população em geral nas áreas públicas. Para isso, foram incluídos 4699 indivíduos antes da pandemia e 2887 indivíduos durante a pandemia de COVID-19, utilizando vídeos gravados em estações de transporte público, ruas e parques entre a população em geral na China, Japão, Coréia do Sul, Europa Ocidental (Inglaterra, França, Alemanha, Espanha e Itália) e nos EUA. Os resultados deste trabalho transversal sugerem que as políticas obrigatórias de uso foram associadas ao aumento do uso de máscaras durante a pandemia de COVID-19. O uso de máscaras foi associado a um comportamento reduzido de tocar o rosto, principalmente de tocar nos olhos, nariz e boca, o que pode impedir a transmissão por contato do COVID-19 entre a população em geral nas áreas públicas.

Auger KA, Shah SS, Richardson T, et al. Association Between Statewide School Closure and COVID-19 Incidence and Mortality in the US. JAMA. Published online July 29, 2020.
O objetivo do estudo foi determinar se o fechamento das escolas estava associado à menor incidência e mortalidade de COVID-19 nos Estados Unidos. Conforme os resultados encontrados a suspensão das aulas presenciais foi associada a um declínio significativo na incidência de COVID-19 (-62% [IC 95%, -71% a -49%]) e mortalidade (-58 % [IC95%, -68% a -46%]). Com base nos dados os autores concluíram que entre 9 de março de 2020 e 7 de maio de 2020, o fechamento de escolas nos EUA foi associado temporariamente à diminuição da incidência e mortalidade de COVID-19. As escolas fechadas anteriormente, quando a incidência cumulativa de COVID-19 era baixa, tiveram a maior redução relativa na incidência e mortalidade. No entanto, ainda é possível que parte da redução esteja relacionada a outras intervenções não farmacêuticas simultâneas.

Nguyen LH, Drew DA, Graham MS, et al. Risk of COVID-19 among front-line health-care workers and the general community: a prospective cohort study. Lancet Public Health 2020, published 31 July.
O trabalho é um estudo de coorte prospectivo e observacional realizado no Reino Unido e nos EUA publicado no dia 31 de julho, com o objetivo de avaliar o risco de COVID-19 entre os profissionais de saúde da linha de frente em comparação com a comunidade em geral e o efeito do equipamento de proteção individual (EPI) no risco. Comparados com a comunidade em geral, os profissionais de saúde da linha de frente corriam um risco maior de relatar um teste COVID-19 positivo (11,61, IC95% 10,93-12). A prevalência da COVID-19 foi de 2747 casos por 100.000 profissionais de saúde na linha de frente, em comparação com 242 casos por 100.000 pessoas na comunidade em geral. Além disso, o risco de um teste COVID-19 positivo foi aumentado para indivíduos de etnia negra, asiática e minoritária na comunidade em geral, para trabalhadores de saúde étnicos negros, asiáticos e minoritários e para brancos não hispânicos profissionais de saúde. Conforme concluíram os pesquisadores os sistemas de assistência à saúde devem garantir a disponibilidade adequada de EPI e desenvolver estratégias adicionais para proteger os profissionais de saúde do COVID-19, particularmente os de origem étnica negra, asiática e minoritária. É necessário acompanhamento adicional desses achados observacionais.

OMS

Water, sanitation, hygiene, and waste management for SARS-CoV-2, the virus that causes COVID-19
Documento que complementa as orientações contidas nas diretrizes de prevenção e controle de infecção resumindo as orientações da OMS sobre o gerenciamento da água, saneamento, higiene e descarte de resíduos relevante para os vírus, incluindo o coronavírus.

CDC

Interim Guidelines for COVID-19 Antibody Testing
Atualização das orientações sobre os testes de anticorpo para a COVID-19.

What to Know About HIV and COVID-19
Perguntas e respostas para esclarecer dúvidas sobre o HIV e a COVID-19.

Evidence used to update the list of underlying medical conditions that increase a person’s risk of severe illness from COVID-19
Disponibilização da lista de evidências utilizadas pelo CDC para atualizar a listas das condições médicas que aumentam o risco das pessoas desenvolverem a COVID-19.

National Institutes of Health (NIH)

Care of Critically Ill Patients with COVID-19
Atualização das referências e considerações gerais para os pacientes críticos.

Pharmacologic Interventions
Atualização das referências e recomendações para intervenção farmacológica dos pacientes críticos.

Ministério da Saúde

Boletim Epidemiológico Especial COE-COVID19 nº 24
Documento que apresenta uma análise detalhada sobre o avanço do coronavírus no Brasil com os dados até a semana epidemiológica nº 30 (19 a 25/07).

Anvisa

NOTA TÉCNICA Nº 23/2020/SEI/COPEC/GGMED/DIRE2/ANVISA
A presente nota técnica traz orientações aos patrocinadores, centros de pesquisa e investigadores envolvidos na condução de ensaios clínicos autorizados pela Anvisa e estudos de bioequivalência a fim de viabilizar a condução dos ensaios clínicos no Brasil com a celeridade que o momento exige e garantindo a segurança dos participantes, no contexto da pandemia.

Secretária de saúde do estado do Rio de Janeiro

NOTA TÉCNICA SEC-COVID N° 03/2020
Nota técnica com esclarecimentos sobre os dados apresentados acerca dos casos de SRAG e COVID-19.

Secretária de saúde do estado de Goiás

Nota Técnica nº: 12/2020 – GAB- 03076
Nota técnica que autoriza a manutenção das atividades econômicas em funcionamento e as atividades excetuadas, mantendo rigorosa atenção e fiscalização aos protocolos sanitários gerais e específicos estabelecidos pela vigilância em saúde.

Boletim epidemiológico nº17
Documento que analisa os dados epidemiológicos do estado de Goiás até o dia 25/07.

Nota Técnica nº: 11/2020 – GAB- 03076
Nota técnica prorroga a manutenção da suspensão das aulas presenciais até 31 de agosto de 2020, ou até nova recomendação do COE.

Semana: 20/07/2020 a 26/07/2020

Artigos importantes publicados na última semana

Cavalcanti AB, Zampieri FG, Rosa RG, et al. Hydroxychloroquine with or without Azithromycin in Mild-to-Moderate Covid-19. N Engl J Med. 2020;10.1056/NEJMoa2019014.
O estudo foi publicado no dia 23 de julho e foram incluídos dados de 55 hospitais do Brasil. Conforme análise realizada pelos pesquisadores entre os pacientes hospitalizados com Covid-19 com quadro leve a moderado, o uso de hidroxicloroquina em monoterapia ou com azitromicina, não melhorou o estado clínico em 15 dias, em comparação com o tratamento padrão. Além disso, o prolongamento do intervalo QT e a elevação dos níveis de enzimas hepáticas foram mais frequentes em pacientes que receberam hidroxicloroquina, isoladamente ou com azitromicina, do que naqueles que não estavam recebendo nenhum dos agentes.

Bilaloglu S, Aphinyanaphongs Y, Jones S, Iturrate E, Hochman J, Berger JS. Thrombosis in Hospitalized Patients With COVID-19 in a New York City Health System. JAMA. 2020;e2013372.
O estudo foi publicado no dia 20 de julho. Foi avaliada a incidência e os fatores de risco para eventos trombóticos venosos e arteriais em todos os pacientes hospitalizados com COVID-19 em um grande sistema de saúde composto por 4 hospitais na cidade de Nova York. Entre 829 pacientes internados na UTI com COVID 19, 29,4% tiveram um evento trombótico (13,6% venoso e 18,6% arterial). Entre 2505 pacientes não internados em UTI com a doença, 11,5% tiveram um evento trombótico (3,6% venoso e 8,4% arterial). Essa análise encontrou variação por cenário clínico e tipo de evento de trombose. Embora a trombose seja observada em outras infecções agudas, o risco trombótico parece maior no COVID-19, podendo ser causada por uma tempestade de citocinas, lesão hipóxica, disfunção endotelial, hipercoagulabilidade e / ou aumento da atividade plaquetária.

Anna UM, Mohan B, David D, et al. Remote Monitoring of Patients with Covid-19: Design, implementation, and outcomes of the first 3,000 patients in COVID Watch. NEJM, July 21, 2020
O estudo foi publicado no dia 21 de julho. Um sistema automatizado de mensagens de texto foi desenvolvido pelo Sistema de Saúde da Universidade da Pensilvânia (UPHS) para monitorar remotamente pacientes com suspeita ou confirmação de Covid-19 e rapidamente encaminhar para atendimento presencial quando necessário. Denominado de “COVID Watch” o programa combinou check-ins automáticos de mensagens de texto enviadas duas vezes por dia, além de contato com uma equipe clínica de telemedicina que ficou à disposição 24 horas por dia, sete dias por semana, conforme as necessidades dos pacientes. Em relação aos primeiros 3000 pacientes convidados, aproximadamente 83% foram gerenciados pelo programa automatizado sem a necessidade de encaminhamento para atendimento presencial. Além disso, a experiência demonstrou eficiência e satisfação do paciente com a ferramenta, sinalizando que a sua ampla aceitação e suporte sejam um exemplo para futuros programas automatizados que facilitam o atendimento e a comunicação do paciente e aumentam a eficiência. Os pesquisadores estão desenvolvendo programas semelhantes de monitoramento para outras condições clínicas como DPOC, hipertensão e cirrose.

OMS

Preventing and managing COVID-19 across long-term care services: Policy brief, 24 July 2020
Documento que fornece 11 objetivos e ações chave para prevenir e gerenciar a COVID-19 em instituições de longa permanência.

CDC

Clinical Questions about COVID-19: Questions and Answers
Revisão da página de perguntas e respostas clínicas sobre a COVID-19.

Ministério da Saúde

Guia prático de gestão em saúde no trabalho para COVID 19
O objetivo do guia é: a) orientar Médicos do Trabalho e gestores na adoção de medidas protetivas de prevenção individual e coletiva à transmissão pelo SARS CoV-2 nos ambientes de trabalho, preservando assim a saúde dos trabalhadores; b) orientar a conduta de investigação diagnóstica; c) orientar quanto às condutas frente à trabalhadores positivos para COVID-19 ou contactantes de pessoas com COVID-19 entre outras situações e d) orientar quando à investigação de nexo causal entre trabalho e COVID-19.

Boletim Epidemiológico Especial COE-COVID19 nº 23
Documento que apresenta uma análise detalhada sobre o avanço do coronavírus no Brasil com os dados até a semana epidemiológica nº 29 (12 a 18/07).

Anvisa

RDC Nº 405, DE 22 DE JULHO DE 2020
Esta resolução institui regras para a venda em farmácias de medicamentos como cloroquina, hidroxicloroquina, nitazoxanida e ivermectina, que só poderá ocorrer mediante apresentação de receita médica em duas vias, devendo a primeira via ser retida no estabelecimento. O objetivo da norma é coibir a compra indiscriminada destes medicamentos que têm sido amplamente divulgados como potencialmente benéficos no combate à infecção humana pelo novo coronavírus (Sars-CoV-2), embora ainda não existam estudos conclusivos sobre o uso desses fármacos para o tratamento da Covid-19.

Secretária de Saúde do Estado do Rio Grande do Sul

Comunicado COE (23 de julho) – Posição sobre o tratamento da Covid-19
Considerando as evidências disponíveis até esta data em relação ao tratamento terapêutico da COVID-19, a SES informa que não adotará nenhum protocolo para o tratamento de COVID-19 até que evidências científicas sejam comprovadas, cabendo a decisão de uso de medicamentos aos profissionais médicos e seus pacientes.

NOTA INFORMATIVA 12 COE/SES-RS
Este documento dispõe sobre Vigilância de Síndrome Gripal (SG) e Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) relacionada à infecção humana pelo COVID-19, sistemas de notificação, rede laboratorial e estratégias de testagem. Em relação ao último documento foram incluídos informações sobre a ampliação da rede de testagem e sugestões de condutas frente aos resultados diagnósticos com diminuição do tempo recomendado para o isolamento.

PROJETO TESTAR RS
Projeto com duas etapas de ampliação da testagem com RT-PCR para SARS-CoV 2 nos municípios do território gaúcho.

Secretária de Saúde do Estado de Santa Catarina

NOTA TÉCNICA Nº. 34/2020 – DIVS/SUV/SES/SC (Atualizada em 24/07/2020)
Orienta sobre a implementação de medidas de proteção contra a infecção dos trabalhadores pelo SARSCOV-2 (coronavírus) nas indústrias, fábricas e empresas de grande porte instaladas em Santa Catarina.

NOTA TÉCNICA 13/2020 – COES
Diretrizes do governo do estado de Santa Catarina para o tratamento de casos leves da COVID-19. A Secretaria de Estado da Saúde (SES) não adota como política pública protocolos de medicamentos específicos de tratamento para uso precoce na COVID-19 que não estejam autorizados pelos órgãos reguladores (uso off-label). Contudo a secretaria entende que a prescrição de todo e qualquer medicamento é prerrogativa médica. E que o tratamento do paciente portador da COVID-19 deve ser baseado na autonomia do médico e na valorização da relação médico-paciente.

Secretária de Saúde do Estado de Goiás

Boletim epidemiológico nº16
Documento que analisa os dados epidemiológicos do estado de Goiás até o dia 18/07.

Secretária de Saúde do Estado do Maranhão

PORTARIA/CASA CIVIL Nº 047, DE 23 DE JULHO DE 2020
Aprova protocolo específico de medida sanitária segmentada para o retorno das aulas presenciais nas escolas e instituições de ensino superior da rede privada, localizadas no Estado do Maranhão, na forma em que especifica.

Secretária de Saúde do Estado do Rio de Janeiro

Decreto nº 47.176, de 21 de julho de 2020
Dispõe sobre as medidas de enfrentamento da propagação do novo coronavírus (COVID-19), em decorrência da situação de emergência em saúde e dá outras providências.

NOTA TÉCNICA SVS/SES-RJ Nº 31/2020 – NONA ATUALIZAÇÃO DA Nº 01/2020 (DOENÇA PELO CORONAVÍRUS)
Pontos de destaque nesta versão: atualização do cenário epidemiológico; definições operacionais da COVID-19 e orientações técnicas para ampliação da testagem para COVID-19.

Semana: 13/07/2020 a 19/07/2020

Artigos importantes publicados na última semana

Klompas M, Baker MA, Rhee C. Airborne Transmission of SARS-CoV-2: Theoretical Considerations and Available Evidence . JAMA. 2020;10.1001/jama.2020.12458.
A análise foi publicada no dia 13º de julho. Conforme análise realizada pelos pesquisadores não há dados experimentais perfeitos que provem ou rejeitem a transmissão de SARS-CoV-2 baseada em aerossol. O balanço de evidências, no entanto, parece inconsistente com a transmissão desta forma, particularmente em espaços bem ventilados, significando na prática que manter o distanciamento correto além do uso de EPIs, da higiene frequente das mãos, limpeza do ambiente e otimização da ventilação interna parece ser adequado para minimizar a disseminação. Ainda segundo os autores, é impossível concluir que a transmissão à base de aerossol nunca ocorra, no entanto, o balanço das evidências atualmente disponíveis sugere que a transmissão baseada em aerossol de longo alcance não é o modo dominante da transmissão.

Le Bert N, Tan AT, Kunasegaran K, et al. SARS-CoV-2-specific T cell immunity in cases of COVID-19 and SARS, and uninfected controls . Nature. 2020;10.1038/s41586-020-2550-z.
A análise foi publicada no dia 15º de julho. Pesquisadores, de vários institutos de Singapura, analisaram amostras de 23 pessoas que se recuperaram da Sars resultante da epidemia de 2002 a 2003. Eles descobriram que um tipo de células de defesa, as células T, ainda é capaz de reagir à presença do vírus, mesmo 17 anos depois. Conforme conclusão dos autores a infecção por betacoronavírus induz imunidade de células T multiespecífica e duradoura à proteína estrutural NP. Compreender como as células T específicas para NP e ORF-1 presentes na população geral afetam a suscetibilidade e a patogênese da infecção por SARS-CoV-2 é de suma importância para o manejo da atual pandemia de COVID-19.

Wang X, Ferro EG, Zhou G, Hashimoto D, Bhatt DL. Association Between Universal Masking in a Health Care System and SARS-CoV-2 Positivity Among Health Care Workers. JAMA. 2020;10.1001/jama.2020.12897.
A análise foi publicada no dia 14º de julho. Foram incluídos no estudo 9850 profissionais de saúde que prestaram assistência direta e indireta aos pacientes que foram testados para SARS-CoV-2 pelo método do PCR entre 1 de março e 30 de abril de 2020. Conforme concluíram os pesquisadores, o mascaramento universal foi associado a uma taxa significativamente mais baixa de positividade para SARS-CoV-2 entre os profissionais de saúde.

CDC

Duration of Isolation and Precautions for Adults with COVID-19
Atualização das recomendações do CDC quanto ao tempo de duração das medidas de precaução para adultos com a COVID-19.

Criteria for Return to Work for Healthcare Personnel with SARS-CoV-2 Infection (Interim Guidance)
Atualização das recomendações para o retorno ao trabalho dos profissionais com a COVID-19. As novas recomendações atualizadas se referem a realização de testagem para liberação do retorno ao trabalho, tempo de medidas de precaução e orientações para profissionais imunossuprimidos.

Discontinuation of Isolation for Persons with COVID -19 Not in Healthcare Settings
Atualização das recomendações do CDC quanto ao tempo de duração das medidas de precaução fora das instituições de saúde.

Overview of Testing for SARS-CoV-2
Atualização das recomendações de testagem para liberação das medidas de precaução e orientação para pacientes imunossuprimidos.

People of Any Age with Underlying Medical Conditions
Atualização de lista de fatores de risco para doença severa pela COVID-19 em pessoas de qualquer idade.

Interim Infection Prevention and Control Recommendations for Healthcare Personnel During the Coronavirus Disease 2019 (COVID-19) Pandemic
Atualização e revisão da página incluindo informações sobre o uso das informações sobre o uso de óculos de proteção.

Ministério da Saúde

Boletim Epidemiológico Especial COE-COVID19 nº 22
Documento que apresenta uma análise detalhada sobre o avanço do coronavírus no Brasil com os dados até a semana epidemiológica nº 28 (05 a 11/07).

Secretária de saúde do estado do Rio Grande do Sul

Painel de internações por COVID-19 permite monitoramento de leitos SUS e privados separadamente
O painel de monitoramento das internações hospitalares por Covid-19 (covid.saude.rs.gov.br) passa nesta sexta-feira (17) a também disponibilizar separadamente as informações das ocupações no Sistema Único de Saúde (SUS) e na rede privada. Essa nova apresentação dos dados permite esse acompanhamento em todos os níveis que a plataforma oferece: estadual, macrorregional, regional, municipal e em cada um dos 299 hospitais listados.

NOTA INFORMATIVA 13 COE/ SES-RS
Uso do Sistema de Informação de Saúde do Trabalhador – SIST/RS para notificação de casos de Síndrome Gripal (SG) e Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) suspeitos ou confirmados para COVID-19 em ambientes de trabalho.

NOTA INFORMATIVA 14 COE/ SES-RS
Recomendações para prevenção e controle de infecções pelo novo coronavírus (COVID-19) e outras síndromes gripais a serem adotadas em canteiros de obras e alojamentos para hospedagem temporária de trabalhadores sob responsabilidade do empregador.

Secretária de saúde do estado de Santa Catarina

Decreto nº 719 de 13/07/2020
Altera os arts. 8º e 11 do Decreto nº 562, de 2020, que declara estado de calamidade pública em todo o território catarinense, nos termos do COBRADE nº 1.5.1.1.0 – doenças infecciosas virais, para fins de enfrentamento à COVID-19, e estabelece outras providências.

Secretária de saúde do estado de Goiás

Boletim epidemiológico nº15
Documento que analisa os dados epidemiológicos do estado de Goiás até o dia 11/07.

Secretária de saúde do estado do Rio de Janeiro

NOTA TÉCNICA ATSM/SAPS/SGAIS/SES-RJ 03/2020
Atenção à saúde sexual e reprodutiva no contexto de pandemia do novo coronavírus (covid-19).

Secretária de saúde do estado do Maranhão

DECRETO Nº 35.958, DE 13 DE JULHO DE 2020
Altera o Decreto nº 35.831, de 20 de maio de 2020, que reitera o estado de calamidade pública em todo o Estado do Maranhão para fins de prevenção e enfrentamento à COVID-19, estabelece as medidas sanitárias gerais e segmentadas destinadas à contenção do Coronavírus (SARS-CoV-2), e dá outras providências.

LEI Nº 11.294, DE 13 DE JULHO DE 2020.
Dispõe sobre a visita virtual, através de vídeo chamada, de familiares a pacientes internados em isolamento, decorrente da contaminação do Coronavírus, na forma que especifica.

LEI Nº 11.293, DE 13 DE JULHO DE 2020.
Estabelece procedimento virtual de informações e acolhimento dos familiares de pessoas internadas com doenças infectocontagiosas, durante endemias, epidemias ou pandemias, em hospitais públicos, privados ou de campanha sediados no Estado do Maranhão.

Semana: 06/07/2020 a 12/07/2020

Artigos importantes publicados na última semana

Eckerle I, Meyer B. SARS-CoV-2 seroprevalence in COVID-19 hotspots [published online ahead of print, 2020 Jul 3]. Lancet. 2020;S0140-6736(20)31482-3.
A análise foi publicada no dia 6º de julho. Este artigo concluiu com base em estudos de soroprevalência que qualquer abordagem proposta para alcançar a imunidade do rebanho através de infecções naturais é inatingível. Com uma grande maioria da população sendo não acometida para infecção, a circulação do vírus pode retornar rapidamente às dimensões iniciais da pandemia em uma segunda onda, uma vez que as medidas sejam levantadas. Além disso, a variabilidade geográfica e a dinâmica do aumento semanal das taxas de soroprevalência durante a fase inicial da pandemia, destacam que os estudos que abordam a temática são apenas instantâneos no tempo e no espaço e refletem as circunstâncias do período em que foram realizados.

Carfì A, Bernabei R, Landi F; Gemelli Against COVID-19 Post-Acute Care Study Group. Persistent Symptoms in Patients After Acute COVID-19 [published online ahead of print, 2020 Jul 9]. JAMA. 2020;10.1001/jama.2020.12603.
A análise foi publicada no dia 9º de julho. Este estudo constatou que em pacientes que se recuperaram do COVID-19, 87,4% relataram persistência de pelo menos 1 sintoma, principalmente fadiga e dispnéia. As limitações do estudo incluem a falta de informações sobre o histórico de sintomas antes da doença aguda de COVID-19 e a falta de detalhes sobre a gravidade dos sintomas. Além disso, este é um estudo de centro único com um número relativamente pequeno de pacientes e sem um grupo controle de pacientes que recebem alta por outros motivos. Pacientes com pneumonia adquirida na comunidade também podem ter sintomas persistentes, sugerindo que esses achados podem não ser exclusivos do COVID-19. Com base nos resultados os pesquisadores concluíram é necessário um monitoramento contínuo após a alta para efeitos duradouros.

CDC

Interim Infection Prevention and Control Recommendations for Healthcare Personnel During the Coronavirus Disease 2019 (COVID-19) Pandemic
Atualização das informações indicando o uso universal de proteção ocular para profissionais da saúde, além da máscara de proteção como modo de garantir proteção dos olhos, nariz e boca durante o cuidado do paciente.
Atualização sobre testagem de pacientes assintomáticos.

COVID-19 Pandemic Planning Scenarios
Atualização dos dados epidemiológicos nos cenários de planejamento da pandemia.

Data on COVID-19 during Pregnancy
Atualização dos dados da COVID-19 em gestantes.

COVID-19 Overview and Infection Prevention and Control Priorities in Non-US Healthcare Settings
Atualização e revisão das recomendações para prevenção e controle de infecção em instituições de saúde fora do território dos EUA.

What COVID-19 Seroprevalence Surveys Can Tell Us
Orientação sobre os testes sorológicos e o que seus resultados informam.

OMS

Maintaining a safe and adequate blood supply during the pandemic outbreak of coronavirus disease (COVID-19)
Documento que fornece informações sobre o gerenciamento do suprimento de sangue em resposta a pandemia de COVID-19.

Transmission of SARS-CoV-2: implications for infection prevention precautions – Scientific Brief
Atualização do documento publicado em março e inclui novas evidências científicas acerca da transmissão do SARS-CoV-2, o vírus que causa a COVID-19.

Ministério da Saúde

Boletim Epidemiológico Especial COE-COVID19 nº 21
Documento que apresenta uma análise detalhada sobre o avanço do coronavírus no Brasil com os dados até a semana epidemiológica nº 27 (28 a 04/07).

Anvisa

NOTA TÉCNICA Nº 184/2020/SEI/GRECS/GGTES/DIRE1/ANVISA
Trata-se de manifestação da Gerência Geral de Tecnologia em Serviços de Saúde GGTES/DIRE1/ANVISA sobre a utilização de pool de amostras por laboratórios clínicos para o diagnóstico da COVID-19.

Perguntas e respostas – Entenda a RDC 379/2020
A Anvisa publicou, nesta terça-feira (7/7), a terceira edição do documento de Perguntas e Respostas sobre a Resolução da Diretoria Colegiada (RDC) 356/2020, alterada pela RDC 379/2020, que flexibilizou temporariamente as regras para a fabricação, importação e aquisição de dispositivos médicos prioritários para uso em serviços de saúde.

Nota de esclarecimento sobre a Ivermectina
A Anvisa reforça que não existem estudos conclusivos que comprovem o uso desse medicamento para o tratamento da Covid-19, bem como não existem estudos que refutem esse uso.

Secretária de Saúde do Estado do Rio Grande do Sul

NOTA TÉCNICA Nº 01/2020 – MED/NVP/DVS/CEVS/SES
Esclarecer a utilização de testes rápidos (ensaios imunocromatográficos) para a COVID-19 na modalidade de “drive-thru”, em área externa à farmácia e a comercialização de “voucher” para realização de testes para COVID-19, no âmbito das farmácias situadas no Estado do Rio Grande do Sul, em caráter temporário e excepcional.

Secretaria de Saúde apresenta o Projeto Testar RS
Projeto Testar RS: A primeira está prevista para começar ainda no mês de julho com a ampliação da testagem da Covid-19 por meio do exame RT-PCR, que detecta a presença do vírus no organismo. A meta é chegar a mais 3 mil exames diários na segunda etapa, entre agosto e setembro.

Secretária de Saúde do Estado de Goiás

Boletim epidemiológico nº14
Documento que analisa os dados epidemiológicos do estado de Goiás até o dia 07/07.

Semana: 29/06/2020 a 05/07/2020

Artigos importantes publicados na última semana

Lisboa Bastos M, Tavaziva G, Abidi SK, et al. Diagnostic accuracy of serological tests for covid-19: systematic review and meta-analysis. BMJ. 2020;370:m2516. Published 2020 Jul 1. doi:10.1136/bmj.m2516
A análise foi publicada no dia 1º de julho. Foram analisados dados de mais de 40 estudos de diversos países para avaliar a evidência disponível para determinar a precisão diagnóstica dos testes sorológicos para o cornavírus (covid-19). Os pesquisadores observaram que a especificidade dos diferentes testes sorológicos varia entre 96,6% a 99,7%. Em relação à sensibilidade, os testes de quimioluminescência tiveram sensibilidade de 97,8% (intervalo de 46,2% a 100%), os de Elisa 84,3% (intervalo de 75,6% a 90,9%) e o imunocromatográfico de apenas 66% (intervalo de 49,3% a 79,3%). Todas as análises foram feitas em pacientes que apresentaram diagnóstico positivo para covid-19 no exame RT-PCR. A sensibilidade foi maior pelo menos três semanas após o início dos sintomas (variando de 69,9% a 98,9%) em comparação com a primeira semana (de 13,4% a 50,3%). Com base nos resultados os pesquisadores concluíram que estudos clínicos de alta qualidade que avaliam a precisão diagnóstica dos testes sorológicos para a covid-19 são urgentemente necessários. Atualmente, as evidências disponíveis não suportam o uso contínuo de testes sorológicos no local de atendimento existentes.

Sikkema RS, Pas SD, Nieuwenhuijse DF, et al. COVID-19 in health-care workers in three hospitals in the south of the Netherlands: a cross-sectional study [published online ahead of print, 2020 Jul 2]. Lancet Infect Dis. 2020;S1473-3099(20)30527-2.
A análise foi publicada no dia 2º de julho. Objetivo do estudo foi obter informações sobre possíveis fontes de infecção em profissionais de saúde, através de um estudo transversal realizado em três dos nove hospitais localizados no sul da Holanda. Entre 2 e 12 de março de 2020, 1796 (15%) dos 12 022 profissionais de saúde foram examinados, dos quais 96 (5%) apresentaram resultado positivo para SARS-CoV-2. Foi realizada sequências genômicas completas e quase completas de 50 profissionais de saúde e dez pacientes. A maioria das sequências foi agrupada em três grupos, com dois grupos mostrando circulação local na região. Os padrões observados foram consistentes com múltiplas introduções nos hospitais através de infecções adquiridas na comunidade e amplificação local na comunidade. Com base nos resultados os pesquisadores concluíram que embora a transmissão direta nos hospitais não possa ser descartada, os dados encontrados não suportam a transmissão hospitalar generalizada como fonte de infecção em pacientes ou profissionais de saúde.

Feldstein LR, Rose EB, Horwitz SM, et al. Multisystem Inflammatory Syndrome in U.S. Children and Adolescents [published online ahead of print, 2020 Jun 29]. N Engl J Med. 2020;10.1056/NEJMoa2021680.
O objetivo do trabalho foi compreender a epidemiologia e o curso clínico da síndrome inflamatória multissistêmica em crianças (MIS-C) e sua associação temporal com a doença de coronavírus 2019 (Covid-19), considerando as implicações clínicas e de saúde pública da síndrome. No estudo foi realizada uma vigilância direcionada para o MIS-C de 15 de março a 20 de maio de 2020, em centros de saúde pediátrica nos Estados Unidos. A definição do caso incluiu seis critérios: doença grave que levou à hospitalização, idade inferior a 21 anos, febre que durou pelo menos 24 horas, evidência laboratorial de inflamação, envolvimento de múltiplos sistemas e evidência de infecção por coronavírus síndrome respiratória aguda grave 2 (SARS-CoV-2) com base na reação em cadeia da polimerase com transcriptase reversa (RT-PCR), teste de anticorpos ou exposição a pessoas com Covid-19 no mês passado. Com base nos resultados foi possível concluir que a síndrome inflamatória multissistêmica em crianças associada à SARS-CoV-2 levou a doenças graves e com risco de vida em crianças e adolescentes previamente saudáveis.

De Nardo P, Gentilotti E, Mazzaferri F, et al. Multi-Criteria Decision Analysis to prioritize hospital admission of patients affected by COVID-19 in low-resource settings with hospital-bed shortage [published online ahead of print, 2020 Jun 30]. Int J Infect Dis. 2020;S1201-9712(20)30516-6.
O objetivo do trabalho foi utilizar a Análise de Decisão Multicritério (MCDA) para determinar pesos para onze critérios, a fim de priorizar pacientes não críticos do COVID-19 para admissão no hospital em ambientes de saúde com recursos limitados. Os critérios mais importantes (pesos médios, somando 100%), incluídos no trabalho foram: PaO 2 (16,3%); periférico S 2 saturação (15,9%); radiografia de tórax (14,1%); Pontuação modificada de alerta precoce (11,4%); frequência respiratória (9,5%); comorbidades (6,5%); conviver com pessoas vulneráveis ​​(6,4%); índice de massa corporal (5,6%); duração dos sintomas antes da avaliação hospitalar (5,4%); PCR (5,1%); e idade (3,8%).

ECDC

Infection prevention and control and preparedness for COVID-19 in healthcare settings
Quarta atualização das diretrizes do ECDC para prevenção e controle da COVID-19 em instituições de saúde.

Use of gloves in healthcare and non healthcare settings in the context of the COVID 19 pandemic
Documento com objetivo de fornecer evidências científicas e diretrizes para as instituições de saúde no uso de luvas como uma medida preventiva durante a pandemia da COVID-19.

Resurgence of reported cases of COVID 19 in the EU/EEA, the UK and EU candidate and potential candidate countries
Relato de nova ocorrência do aumento do número de casos da COVID-19 e surtos localizados em alguns países europeus.

CDC

Overview of Testing for SARS-CoV-2
Atualização da página sobre as recomendações para a realização de cada tipo de teste e quais as situações a testagem deve ser realizada.

About COVID-19 Epidemiology
Atualização das informações epidemiológicas e linhas de trabalho dos epidemiologistas na pandemia da COVID-19.

OMS

Infection prevention and control during health care when coronavirus disease (‎COVID-19)‎ is suspected or confirmed
Publicação da terceira edição das diretrizes da OMS para prevenção e controle de infecção durante os cuidados de saúde quando a COVID-19 é suspeita ou confirmada.

Smoking and COVID-19: Scientific Brief
Perguntas e respostas sobre a COVID-19 e o tabagismo com atualizações da publicação anterior.

Ministério da Saúde

Boletim Epidemiológico Especial COE-COVID19 nº 20

Documento que apresenta uma análise detalhada sobre o avanço do coronavírus no Brasil com os dados até a semana epidemiológica nº 26 (21 a 27/06).

Anvisa

Anvisa autoriza novo teste para vacina

A Anvisa publicou, na sexta-feira (3/7), a autorização para os ensaios clínicos de fase III da vacina desenvolvida pela empresa Sinovac Research & Development Co., Ltd (Sinovac Biotech Co., Ltd), sediada na China. O pedido de autorização foi realizado pelo Instituto Butantan (SP) e os testes devem ser desenvolvidos em diferentes locais do Brasil.

Ações da Anvisa para coibir sobrepreço de medicamentos durante a pandemia

Criação de um canal de comunicação específico para denúncias de sobrepreço dos medicamentos hospitalares relacionados à Covid-19.

Secretária de Saúde do Estado de Santa Catarina

Nota Técnica conjunta nº 014/2020 – DAPS/DIVS/DIVE/SES/COSEMS/SC: Recomendações ao atendimento odontológico no SUS em Santa Catarina
Documento tem o objetivo de orientar os profissionais sobre o manejo de pacientes durante procedimentos odontológicos, considerando o cenário atual de pandemia (COVID – 19).

Nota Técnica nº 010/2020 – SAMU/DAPM/SUE/SES
Recomendações sobre ventilação mecânica e utilização de equipamentos ventiladores pulmonares.

Secretária de Saúde do Estado do Rio de Janeiro

NOTA TÉCNICA SAPS/SGAIS/SES-RJ No 01/2020
Orientações quanto à atuação do Núcleo Ampliado de Saúde da Família e Atenção Básica (NASF-AB) no contexto de pandemia de Covid-19.

Secretária de Saúde do Estado de Goiás

Boletim epidemiológico nº13
Documento que analisa os dados epidemiológicos do estado de Goiás até o dia 30/06.

Nota Técnica nº: 10/2020 – GAB- 03076
Recomendações para o funcionamento de serviços ambulatoriais de saúde durante a pandemia.

Secretária de Saúde do Estado do Maranhão

DECRETO Nº 35.921, DE 1º DE JULHO DE 2020
Altera o Decreto nº 35.897, de 30 de junho de 2020, que prorroga, até 02 de agosto de 2020, o período de suspensão das aulas presenciais nas instituições de ensino que especifica, dispõe sobre a retomada das atividades educacionais no Estado do Maranhão, em virtude da pandemia de COVID-19, e dá outras providências.

PORTARIA/SES/MA Nº 413, DE 30 DE JUNHO DE 2020
Cria a Comissão de Infectologia para o combate e prevenção ao COVID-19 no âmbito da Secretaria de Saúde do Estado do Maranhão.

Semana: 22/06/2020 a 28/06/2020

ECDC

Heating, ventilation and air conditioning systems in the context of COVID-19

Documento que fornece orientações sobre a ventilação de espaços internos não destinados à assistência à saúde no contexto da COVID-19.

CDC

Strategies for Optimizing the Supply of N95 Respirators

Atualização da página que contém informações para a otimização do fornecimento de máscara N95 (PFF2).

Strategies for Optimizing the Supply of Facemasks

Atualização da página que contém informações para a otimização do fornecimento de máscara facial (descartável).

Strategies for Optimizing the Supply of Eye Protection

Atualização da página que contém informações para a otimização do fornecimento de óculos de proteção.

Considerations for Wearing Cloth Face Coverings

Recomendações e orientações do CDC quanto ao uso da máscara não profissional (de tecido) como controle de fonte na prevenção da transmissão da COVID-19.

Management of Visitors to Healthcare Facilities in the Context of COVID-19: Non-US Healthcare Settings

Documento com orientações para as instituições de saúde sobre o gerenciamento de visitantes para reduzir o risco de transmissão do SARS-CoV-2.

CDC updates, expands list of people at risk of severe COVID-19 illness

Atualização do CDC quanto aos grupos com maior risco para desfechos desfavoráveis pela COVID-19.

Clinical Questions about COVID-19: Questions and Answers

Atualização do CDC para os principais questionamentos clínicos no manejo de pacientes com a COVID-19.

People of Any Age with Underlying Medical Conditions

Atualização do CDC quanto aos grupos com maior risco para desfechos desfavoráveis pela COVID-19.

Forecasts of Total Deaths

Atualização das estimativas de mortes pela COVID-19 nos Estados Unidos.

Hospitalization Forecasts

Atualização das estimativas de hospitalização pela COVID-19 nos Estados Unidos.

Frequently Asked Questions

Atualização das informações contidas na página de perguntas frequentes sobre a COVID-19.

COVID-19 and Animals

Atualização das informações conhecidas acerca da transmissão da COVID-19 por animais.

Topics for Case Investigators

Atualização da página de informações e exemplo de plano de treinamento para investigação de caso da COVID-19.

OMS

Biomedical equipment for COVID-19 case management – inventory tool: Interim guidance

Documento com orientações para aplicação da ferramenta de inventário para preparação e realocação de equipamentos médicos nas instituições de saúde.

Rapid hospital readiness checklist: Interim Guidance

Documento da OMS com uma lista de verificação rápida para avaliar a prontidão hospitalar para a COVID-19 avaliando a governança, estruturas, planos e protocolos hospitalares. O objetivo é ajudar os países a determinar rapidamente as atuais capacidades e lacunas dos hospitais para responder à pandemia da COVID-19 e identificar as principais áreas que requerem investimento e ação e desenvolver planos de melhoria da prontidão hospitalar. Documento com enfoque governamental.

Breastfeeding and COVID-19

Publicação do resumo científico que avaliou as evidências até o momento sobre os riscos de transmissão de COVID-19 de uma mãe infectada para seu bebê através da amamentação, bem como evidências dos riscos à saúde infantil por não amamentar.

Critical preparedness, readiness and response actions for COVID-19

Documento com objetivo de estabelecer as ações estratégicas globais para controlar a COVID-19 retardando a transmissão do vírus e impedindo doença e morte associadas.

Ministério da Saúde

Boletim Epidemiológico Especial COE-COVID19 nº 19

Documento que apresenta uma análise detalhada sobre o avanço do coronavírus no Brasil com os dados até a semana epidemiológica nº 25 (14 a 20/06).

Anvisa

NOTA TÉCNICA Nº 47/2020/SEI/COSAN/GHCOS/DIRE3/ANVISA

Recomendações sobre produtos saneantes que possam substituir o álcool 70% e desinfecção de objetos e superfícies, durante a pandemia de COVID-19.

National Institutes of Health (NIH)

Care of Critically Ill Patients with COVID-19

Atualização da página com as orientações para cuidado de pacientes críticos.

Secretária de Saúde do Estado do Rio Grande do Sul

Nota Técnica Vigilância Sanitária – Serviços Funerários

Medidas de Biossegurança em Estabelecimentos de Saúde, Funerários e Congêneres e Cuidados Após a Morte.

Secretária de Saúde do Estado de Santa Catarina

Nota Técnica nº 003/2020 SES/SUV/SC – COE

Orientar os profissionais das áreas administrativas e não hospitalares da secretaria de estado da saúde de Santa Catarina (SES/SC) quanto ao monitoramento de sinais e sintomas da COVID 19, bem como as definições para afastamento dos trabalhadores e a retomada ao trabalho quando ocorrer caso suspeito e confirmado da doença.

Secretária de Saúde do Estado de Goiás

Boletim epidemiológico nº 12

Documento que analisa os dados epidemiológicos do estado de Goiás até o dia 23/06.

Secretária de Saúde do Estado do Maranhão

Nota Técnica nº 02/2020/SAPS/SAPAPVS/SES-MA

Altera o Decreto nº 35.831, de 20 de maio de 2020, que reitera o estado de calamidade pública em todo o Estado do Maranhão para fins de prevenção e enfrentamento à COVID-19, estabelece as medidas sanitárias gerais e segmentadas destinadas à contenção do Coronavírus (SARS-CoV-2), e dá outras providências.

Semana: 15/06/2020 a 21/06/2020

ECDC

Monitoring and evaluation framework for COVID-19 response activities in the EU/EEA and the UK

Quadro para o monitoramento e avaliação para apoiar a União Européia (UE) e os países europeus da Área Econômica e Reino Unido (Reino Unido) nos seus esforços para monitorar a implementação e efeitos das atividades de resposta a COVID-19.

CDC

Food and Coronavirus Disease 2019 (COVID-19)

Atualização das informações sobre os cuidados com alimentos, no que tange a desinfecção de embalagens, armazenamento e produção dos alimentos, durante a pandemia.

Forecasts of Total Deaths

Atualização das estimativas de mortes pela COVID-19 nos Estados Unidos.

Hospitalization Forecasts
Atualização das estimativas de hospitalização pela COVID-19 nos Estados Unidos.

Contact Tracing
Atualização da página com inclusão de uma ferramenta baseada em uma planilha que permite que o serviço de saúde pública e formuladores de políticas de saúde comparem entre três estratégias de rastreamento/monitoramento de contatos.

OMS

Criteria for releasing COVID-19 patients from isolation Scientific Brief – 17 de junho

Resumo científico da OMS com a atualização das recomendações para liberação dos pacientes com COVID-19 do isolamento.

Ministério da Saúde

Orientações para manejo de pacientes com COVID-19

Este documento define a conduta clínica conforme a gravidade do caso (leve, moderada e grave). Documento também orienta a conduta em grupos populacionais específicos, como crianças, gestantes e indígenas.

Boletim Epidemiológico Especial COE-COVID19 nº 18

Documento que apresenta uma análise detalhada sobre o avanço do coronavírus no Brasil com os dados até a semana epidemiológica nº 24 (07 a 13/06).

Secretária de Saúde do Estado de Santa Catarina

Nota técnica 009/2020 SAMU/DAPM/SUE/SES

Recomendações e medidas para os profissionais do SAMU que tiveram contato com pessoas que apresentaram teste para COVID-19 com resultado positivo.

Secretária de Saúde do Estado de Goiás

Boletim epidemiológico nº11

Documento que analisa os dados epidemiológicos do estado de Goiás até o dia 16/06.

Semana: 08/06/2020 a 14/06/2020

ECDC

Mobile applications in support of contact tracing for COVID-19 

Documento com objetivo de facilitar o diálogo entre as autoridades de saúde e desenvolvedores de aplicativos para garantir que as principais considerações epidemiológicas e operacionais são levadas em consideração na construção destas ferramentas de rastreamento de casos e contatos da COVID-19.

COVID-19 infection prevention and control for primary care, including general practices, dental clinics and pharmacy settings

Documento que fornece informações sobre prevenção e controle de infecção para profissionais de saúde que atuam na atenção primária, incluindo práticas gerais, clínicas odontológicas e farmácias.

Options for the decontamination and reuse of respirators in the context of the COVID-19 pandemic

Guideline europeu sobre os métodos para reprocessamento de máscaras PFF2 no contexto de falta do insumo no mercado.

CDC

CDC releases consolidated COVID-19 testing recommendations

Recomendações para a realização de testes para a COVID-19, incluindo orientações para a testagem em residentes de instituições de longa permanência e profissionais de saúde, assim como orientações para a estratégia de testagem para locais de trabalho com infraestrutura crítica com alta densidade após a identificação de um caso de COVID-19.

Testing Guidelines for Nursing Homes

Orientações para a testagem de residentes e profissionais de saúde em instituições de longa permanência.

COVID-19 Forecasts: New Hospitalizations

Atualização das previsões de novas hospitalizações nos Estados Unidos.

OMS

Use of chest imaging in COVID-19 – A rapid advice guide

Guia de orientações rápido que avaliou as evidências e faz recomendações para o uso de imagens de tórax nos cuidados agudos de pacientes adultos com suspeita ou confirmação de COVID-19.

COVID-19 Parenting

Publicação de uma série de documentos sobre a COVID-19 e parentalidade.

Anvisa

NOTA TÉCNICA Nº 63/2020/SEI/COSAN/GHCOS/DIRE3/ANVISA

No documento a agência reafirma a não recomendação da utilização de estruturas para desinfecção de pessoas.

Secretária de Saúde do Estado do Maranhão

Nota Técnica nº 02/2020/SAPS/SAPAPVS/SES-MA

Esta Nota Técnica tem o objetivo de orientar de forma sucinta os municípios maranhenses no tocante ao fluxo de atendimento das síndromes gripais na APS.

Secretária de Saúde do Estado de Goiás

Boletim epidemiológico nº10

Documento que analisa os dados epidemiológicos do estado de Goiás até o dia 09/06.

Secretária de Saúde do Estado do Rio Grande do Sul

Nota Técnica 02/2020 – NVES/DVS/CEVS/SES
Atualização da nota técnica nº2 sobre o preenchimento da Notificação da ocorrência de casos de contaminação por COVID-19, envolvendo pacientes e profissionais nos serviços de saúde. Nessa atualização a secretaria define que são necessários 3 casos ou mais, para que a instituição se enquadre no regramento de notificação da referida nota técnica.

Semana: 01/06/2020 a 07/06/2020

European Centre for Disease Prevention and Control (ECDC)

Conducting in-action and after-action reviews of the public health response to COVID-19
Documento publicado com o objetivo de apoiar a implementação de análises pós-ação e análises em ação focado na resposta de saúde pública ao COVID-19. É um documento focado para as autoridades de saúde pública dos estados membros da União Européia, Reino Unido, países candidatos e potenciais candidatos a União Européia e países da Política Européia de Vizinhança.

Centers for Disease Control and Prevention (CDC)

Public Health Guidance for Community-Related Exposure
Incluídas orientações de precaução pessoas expostas a um caso confirmado de COVID-19 que não apresentou nenhum sintoma.

Interim Laboratory Biosafety Guidelines for Handling and Processing Specimens Associated with Coronavirus Disease 2019 (COVID-19)
Revisões realizadas incluiram o guia de patologia anatômica para a COVID-19 e diretrizes atualizadas de testes no ponto de atendimento.

Interpretation of Cumulative Death Forecasts
Previsão de mortes pela COVID-19 nos Estados Unidos nas próximas quatro semanas.

Identify the Primary Components of COVID-19 Contact Tracing
Atualização das informações dos componentes primários para o rastreamento de contatos da COVID-19.

K-12 Schools and Child Care Programs
Atualização com informações adicionais sobre a administração de medidores de pico de fluxo em ambientes escolares.

Organização Mundial da Saúde (OMS)

Advice on the use of masks in the context of COVID-19 Interim guidance
Guideline atualizado pela Organização Mundial da Saúde e publicado em 05 junho com as orientações para o uso de máscaras nas instituições de saúde, pelo público em geral e durante o cuidado domiciliar.

Medical certification, ICD mortality coding, and reporting mortality associated with COVID-19
Documento que orienta sobre a identificação das mortes pela COVID-19; codificação das mortes pela COVID-19; e como medir e relatar a mortalidade bruta no contexto da pandemia de COVID-19 (excesso de mortalidade).

Weekly operational update on COVID 19 30 May 5 June 2020
Relatório semanal da OMS com a atualização dos dados da pandemia.

Interim guidance for the poliomyelitis (polio) surveillance network in the context of coronavirus disease (COVID-19)
Documento com o objetivo de promover as diretrizes na vigilância da poliomielite no contexto da pandemia da COVID-19.

Digital tools for COVID-19 contact tracing
Descreve os modelos de ferramentas digitais utilizadas para o rastreamento de contatos da COVID-19.

Coronavirus disease (COVID-19) Log of major changes and errata in WHO daily aggregate case and death count data
Publicação de errata da OMS sobre os dados publicados em relação a pandemia

Global COVID-19 Clinical Platform: Case Record Form for suspected cases of Multisystem inflammatory syndrome (MIS) in children and adolescents temporally related to COVID-19
Publicação da definição de caso da Síndrome Multissistêmica Inflamatória em crianças e ficha de notificação.

Maintaining essential health services: operational guidance for the COVID-19 context
Documento que trás as informações e check lists para guiar a manutenção dos serviços essenciais pelos países.É um documento destinado a tomadores de decisão e gerentes nos níveis nacional e subnacional.

Key planning recommendations for mass gatherings in the context of COVID-19 Controlling the spread of COVID-19 at ground crossings
Documento com orientações para os países reduzirem a propagação da COVID-19 resultante de viagens, transporte e comércio.

Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA)

Comunicado GVIMS / GGTES / ANVISA Nº 01/2020, DE 02 DE JUNHO DE 2020
Comunicado reforçando as ações de prevenção de eventos adversos e infecções relacionadas à assistência à saúde durante a pandemia de COVID-19.

Nota Técnica nº 141/2020/SEI/GRECS/GGTES/DIRE1/ANVISA
Orientações complementares de como os hospitais de campanha e estruturas alternativas de assistência à saúde podem se estruturar fisicamente durante a pandemia ocasionada pelo novo coronavírus.

Secretaria de Saúde do Estado do Rio Grande do Sul

Nota Informativa COE COVID-19/SES-RS
Recomendações da secretaria estadual acerca da Nota Informativa nº 9/2020-SE/GAB/SE/MS do Ministério da Saúde, que dispõe sobre orientações para manuseio medicamentoso precoce de pacientes com diagnóstico da COVID-19.

Nota Técnica 02/2020 – NVES/DVS/CEVS/SES
Atualização da nota técnica nº2 sobre o preenchimento da Notificação da ocorrência de casos de contaminação por COVID-19, envolvendo pacientes e profissionais nos serviços de saúde.

Nota Técnica 01/2020 – Seção Saúde da Mulher
Versão revisada com as orientações sobre o atendimento de pré natal diante da pandemia de COVID 19.

Nota Técnica 02/2020 – Seção Saúde da Mulher
Versão revisada com as orientações técnicas para as maternidades diante da pandemia de COVID 19.

Portaria conjunta SES/SEDUC/RS nº1/2020 , de 4 de junho de 2020
Este documento estabelece as normas aplicáveis às instituições e estabelecimentos de ensino situados no território do Estado do Rio Grande do Sul, conforme as medidas de prevenção e de enfrentamento à epidemia causada pelo novo Coronavírus (COVID-19).

Portaria SES nº 377/2020
Estabelece o fluxo temporário e excepcional para a notificação dos testes rápidos de anticorpo (ensaios imunocromatográficos) para a COVID-19 realizados em farmácias e dá outras providências.

Fluxo de atendimento aos casos suspeitos de COVID-19 em serviços de saúde

Secretária de saúde do estado do Rio de Janeiro

OFÍCIO CIRCULAR SES/SVS SEI nº 68
Orientações aos gestores municipais do estado do Rio de Janeiro sobre o preenchimento do campo ocupação nos casos de covid-19 e a notificação de acidente grave relacionado ao trabalho durante a pandemia pelo novo coronavírus (Covid-19).

Secretária de saúde do estado de Goiás

Boletim epidemiológico nº9
Documento que analisa os dados epidemiológicos do estado de Goiás até o dia 02/06.

Semana: 24/05/2020 a 31/05/2020

European Centre for Disease Prevention and Control (ECDC)

Methodology for estimating point prevalence of SARS-CoV-2 infection by pooled RT-PCR testing
O objetivo deste documento é fornecer uma ferramenta de orientação técnica estudos transversais que objetivam estimar a prevalência de casos infectados com SARS-CoV-2. A metodologia fornece uma maneira de estimar a prevalência a partir dos resultados de um teste combinado de RT-PCR, sem a necessidade de identificar resultados de testes individuais e a base estatística para a estratégia.

Considerations for travel-related measures to reduce spread of COVID-19 in the EU/EEA
Documento que descreve os princípios para o desenvolvimento de orientações mais individualizadas ou procedimentos operacionais relacionados a viagens nos países europeus.

Projected baselines of COVID-19 in the EU/EEA and the UK for assessing the impact of de-escalation of measures
Relatório que apresenta um modelo compartimental dinâmico da COVID-19.

Centers for Disease Control and Prevention (CDC)

Discontinuation of Isolation for Persons with COVID -19 Not in Healthcare Settings
Inclusão de informações sobre o manejo de pessoas que podem ter um período prolongado de eliminação viral após a recuperação.

Standard Operating Procedure (SOP) for Triage of Suspected COVID-19 Patients in non-US Healthcare Settings: Early Identification and Prevention of Transmission during Triage
Atualizações para esclarecer como os profissionais de saúde podem se proteger durante a triagem e do algoritmo de triagem para febre.

Serology Testing for COVID-19 at CDC
Orientações do CDC para o uso de testes de anticorpos para vigilância buscando entender quanto da população norte americana foi infectada pelo SARS-CoV-2 e como o vírus está se espalhando pela população ao longo do tempo.

Test for Past Infection (Antibody Test)
Orientações do CDC sobre os testes de anticorpos e que estes não devem ser utilizados para diagnosticar COVID-19.

Organização Mundial da Saúde (OMS)

Surveillance protocol for SARS-CoV-2 infection among health workers
Publicação do protocolo para guiar as pesquisas com profissionais de saúde positivo para o SARS-CoV-2.

Ethical considerations to guide the use of digital proximity tracking technologies for COVID-19 contact tracing
Documento que abrange princípios éticos e considerações técnicas no uso de tecnologias para rastreamento de contatos da COVID-19.

Clinical management of COVID-19
Atualização técnica do documento de diretizes para menjo clínico dos pacientes com COVID-19

Population-based age-stratified seroepidemiological investigation protocol for coronavirus 2019 (COVID-19) infection
Documento que fornece as diretrizes para a realização de estudos de investigação sorológica para a infecção pelo SARS-CoV-2

Smoking and COVID-19
Brief report que avalia a literatura revisada sobre a associação entre tabagismo e COVID-19.

Assessment of risk factors for coronavirus disease 2019 (COVID-19) in health workers: protocol for a case-control study
Documento que traz as diretrizes para a realização dos estudos avaliando os fatores de risco nos profissionais de saúde.

Ministério da Saúde

Boletim Epidemiológico Especial COE-COVID19 nº 17
Documento que apresenta uma análise detalhada sobre o avanço do coronavírus no Brasil com os dados até a semana epidemiológica nº 21 (17 a 23/05).

Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA)

Nota Técnica GVIMS/GGTES/ANVISA Nº 06/2020 – revisada em 29/05/20
Revisão da nota técnica nº 6: Este documento dispõe sobre as orientações para a prevenção e o controle das infecções pelo novo coronavírus (SARS-COV-2) em procedimentos cirúrgicos. Foram utilizadas questões sobre cirurgias eletivas e condições da sala cirúrgica para o recebimento do paciente com suspeita de COVID 19.

Nota Técnica GVIMS/GGTES/ANVISA Nº 05/2020 – revisada em 27/05/20
Revisão da nota técnica nº 5: Este documento dispõe sobre as orientações para a prevenção e o controle de infecções pelo novo coronavírus (SARS-CoV-2) em instituições de longa permanência para idosos (ILPI).

Secretária de Saúde do Estado do Rio de Janeiro

Nota Técnica – SVS/SES-RJ nº 28/2020
Atualização da nota técnica – SVS/SES-RJ Nº 28/2020: Este documento contém informações sobre a utilização dos testes rápidos e orientações sobre a notificação a vigilância sanitária.

Secretária de Saúde do Estado do Rio Grande do Sul

Nota Informativa 10 COE/SES-RS
Atualização da nota informativa nº 10: Este documento dispõe sobre os sistemas de notificação, rede laboratorial e estratégias de testagem, nos casos de Síndrome Gripal (SG) e Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) relacionada à infecção humana pelo COVID-19 no estado do Rio grande do Sul. Foram incluídos mais grupos no público alvo de testagem laboratorial.

Instrutivo de encerramento dos casos positivos e monitoramento de casos no e-SUS Notifica
Documento de orientações de encerramento dos casos positivos e monitoramento de casos no e-SUS Notifica.

Portaria SES nº 318/2020
Documento que normatiza a notificação, monitoramento e encerramento dos casos suspeitos e confirmados para Síndrome Gripal (SG) e Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), especialmente COVID-19, no Estado do Rio Grande do Sul.

Secretária de Saúde do Estado do Maranhão

Decreto nº 35.859, de 29 de maio de 2020
Decreto que específica, estabelece as regras para retomada gradual das atividades educacionais, em virtude da pandemia de COVID-19, além de prorrogar a suspensão do período letivo até o dia 14 de junho.

Secretária de Saúde do Estado de Goiás

Boletim epidemiológico nº8
Documento que analisa os dados epidemiológicos do estado de Goiás até o dia 26/05.

Semana: 17/05/2020 a 24/05/2020

European Centre for Disease Prevention and Control (ECDC)

Surveillance of COVID-19 at long-term care facilities in the EU/EEA
Documento que traz as diretrizes para implementar sistemas de monitoramento em instituições de longa permanência e descreve os objetivo da vigilância.

Centers for Disease Control and Prevention (CDC)

Considerations for Inpatient Obstetric Healthcare Settings
Atualização para refletir as novas considerações de avaliação e gerenciamento de recém-nascidos em risco para o COVID-19 e orientações atualizadas sobre cuidados com mulheres que amamentam.

Evaluation and Management Considerations for Neonates At Risk for COVID-19
Fornece informações sobre a rota de transmissão, apresentação clínica e critérios para testagem do recém nascido, assim como as medidas de controle de infecção e contato mãe-bebê.

Interim Clinical Guidance for Management of Patients with Confirmed Coronavirus Disease (COVID-19)
Atualização realizada para se referir ao novo guideline “Evaluation and Management Considerations for Neonates At Risk for COVID-19”

Information for Pediatric Healthcare Providers
Atualização realizada para se referir ao novo guideline “Evaluation and Management Considerations for Neonates At Risk for COVID-19”

Information for Pediatric Healthcare Providers
Atualização realizada para incluir informações e as diretrizes relacionadas a síndrome inflamatória multissistêmica em crianças.

Interim Infection Prevention and Control Recommendations for Patients with Suspected or Confirmed – Coronavirus Disease 2019 (COVID-19) in Healthcare Settings
Nesta atualização a recomendação anterior de que todos os procedimentos eletivos fossem adiados foi removida. Ainda, a inclusão da informação de que as principais considerações para a execução de cuidados clínicos não relacionados ao COVID-19 durante a pandemia, estão resumidas no documento “Framework for Healthcare Systems Providing Non-COVID-19 Clinical Care During the COVID-19 Pandemic”.

Information for Pediatric Healthcare Providers
Atualização realizada para incluir informações e as diretrizes relacionadas a síndrome inflamatória multissistêmica em crianças.

Caring for Children
Atualização realizada para se referir ao novo guideline “Severe illness and multisystem inflammatory syndrome in children”.

Interim Clinical Guidance for Management of Patients with Confirmed Coronavirus Disease (COVID-19)
Atualização realizada para se referir as atualizações no manejo pediátrico.

Organização Mundial da Saúde (OMS)

Operational planning guidelines to support country preparedness and reponse
Guia prático a ser usado pelas autoridades nacionais para desenvolver e atualizar seus planos nacionais da COVID-19 em relação aos principais pilares da preparação e resposta da COVID-19 (em formato de check list)

Case Report Form for suspected cases of Multisystem inflammatory syndrome (MIS) in children and adolescents temporally related to COVID-19
Publicação da definição de caso da Síndrome Multissistêmica Inflamatória em crianças e ficha de notificação.

Overview of public health and social measures in the context of COVID-19
O documento coloca uma visão das medidas públicas e sociais para parar a disseminação da COVID-19 e propor estratégias para limitar os possíveis danos destas medidas.

Considerations for public health and social measures in the workplace in the context of COVID-19
Documento que divide as atividades de trabalho não relacionadas à assistência à saúde em baixo, médio e alto risco e define medidas preventivas a serem tomadas em cada situação de risco.

Multisystem inflammatory syndrome in children and adolescents with COVID-19 (scientific brief)
Artigo em que a OMS faz a definição preliminar de caso de síndrome inflamatória multissistêmica em crianças e a divulgação da plataforma global de inclusão de dados.

Cleaning and disinfection of environmental surfaces in the context of COVID-19 – Interim guidance
Descrição dos princípios de limpeza e desinfecção do ambiente.

Laboratory biosafety guidance related to coronavirus disease (COVID-19) Interim guidance
Documento com objetivo de fornecer orientações provisórias sobre a biossegurança laboratorial relacionada ao vírus COVID-19 a laboratórios e partes interessadas envolvidas no trabalho de laboratório do vírus COVID-19.

Ministério da Saúde

Nota informativa nº 9/2020-SE/GAB/SE/MS
Protocolo para tratamento medicamentoso precoce de pacientes com diagnóstico da COVID-19 com uso de cloroquina e hidroxicloroquina.

Termo de ciência e consentimento para o uso da Hidroxicloroquina/Cloroquina em associação com Azitromicina para COVID 19

Boletim Epidemiológico Especial COE-COVID19 nº 16
Documento que apresenta uma análise detalhada sobre o avanço do coronavírus no Brasil com os dados até a semana epidemiológica nº 20.

Secretária de Saúde do Estado do Rio Grande do Sul

Portaria SES nº 318/2020
Este documento normatiza a notificação, monitoramento e encerramento dos casos suspeitos e confirmados para Síndrome Gripal (SG) e Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), especialmente COVID-19, no Estado do Rio Grande do Sul.

Secretária de Saúde do Estado do Maranhão

NOTA TÉCNICA Nº 021/2020/SUVISA/SES/MA
Este documento dispõe sobre as medidas de prevenção no enfrentamento ao coronavírus (COVID-19) durante o transporte de pacientes em ambulâncias no âmbito do Estado do Maranhão.

NOTA TÉCNICA Nº 018/2020/SUVISA/SES/MA
Este documento dispõe sobre as orientações para a prevenção e o controle de infecções pelo novo coronavírus (SARS-COV-2) proteção integral aos trabalhadores da saúde no contexto da pandemia de covid-19 (SARS-COV-2).

NOTA TÉCNICA Nº 015/2020/SUVISA/SES/MA
Recomendações para o Gerenciamento dos Resíduos de Serviços de Saúde como medida de prevenção e controle de infecções diante da situação de pandemia dos casos suspeitos ou confirmados do novo Coronavírus – Covid-19 (SARS-Cov-2) no Estado do Maranhão.

Secretária de Saúde do Estado de Goiás

Boletim Epidemiológico nº7
Documento que analisa os dados epidemiológicos do estado de Goiás até o dia 19/05.

Semana: 10/05/2020 a 17/05/2020

European Centre for Disease Prevention and Control (ECDC)

Paediatric inflammatory multisystem syndrome and SARS -CoVCoV-2 infection in children
Documento com as primeiras informações sobre a síndrome inflamatória multissistêmica em crianças.

Infection prevention and control and preparedness for COVID-19 in healthcare settings
Terceira atualização do documento.

Centers for Disease Control and Prevention (CDC)

Management of Healthcare Workers Exposed to or with Suspected or Confirmed COVID-19: non-U.S. Healthcare Settings
Orientações no manejo dos profissionais expostos ou com suspeita ou confirmação da COVID-19 em instituições fora dos Estados Unidos.

If You Are Pregnant, Breastfeeding, or Caring for Young Children
Orientações para gestantes e puérperas em relação a amamentação e cuidados com recém-nascido.

Information for Pediatric Healthcare Providers
Atualização das informações epidemiológicas e clínicas incluindo dados pediátricos dos Estados Unidos, China, Itália e Espanha.

Framework for Healthcare Systems Providing Non-COVID-19 Clinical Care During the COVID-19 Pandemic
Tabela de orientações para os sistemas de saúde promovendo cuidado clínico a paciente não COVID-19 durante a pandemia.

Funeral Guidance for Individuals and Families
Orientações para a família preparar o funeral.

Healthcare Infection Prevention and Control FAQs for COVID-19
Esclarecimento de dúvidas dos profissionais em relação as medidas de prevenção e manejo de pacientes suspeitos ou confirmados da COVID-19.

COVID-19 Contact Tracing Training: Guidance, Resources and Sample Training Plan
Orientações para realizar o treinamento de pessoas para o rastreamento de contatos.

Organização Mundial da Saúde (OMS)

Ministério da Saúde

Boletim Epidemiológico Especial COE-COVID19 nº 15
Boletim nº 15 com os dados sobre o avanço do coronavirus no Brasil até a semana epidemiológica nº 21 (03 a 09/05).

Orientações para codificação das causas de morte no contexto da COVID-19
Primeira publicação do documento.

Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA)

Nota Técnica GVIMS/GGTES/ANVISA Nº 08/2020
Nota técnica nº 8, dispõe sobre orientações gerais para implantação das práticas de segurança do paciente em hospitais de campanha e nas demais estruturas provisórias para atendimento aos pacientes durante a pandemia de COVID-19.

Nota Técnica 51/2020 – COSAN/GHCOS/DIRE3/ANVISA
Nota técnica que dispõe sobre desinfecção de pessoas em ambientes públicos e hospitais durante a pandemia da Covid-19.

Secretária de Saúde do Estado de Santa Catarina

Nota Técnica Conjunta nº 003/2020 – DIVE/SUV/SES/SC
Este documento dispõe orientações para o preenchimento da declaração de óbito (do) para COVID-19, no estado de Santa Catarina.

Secretária de Saúde do Estado do Rio de Janeiro

Atualização do plano de contingência
Atualização do plano de contingência para o enfrentamento do coronavírus no Estado do Rio De Janeiro.

Secretária de Saúde do Estado de Goiás

Boletim Epidemiológico nº6
Documento que analisa os dados epidemiológicos do estado de Goiás até o dia 12/05.

Semana: 03/05/2020 a 10/05/2020

Centers for Disease Control and Prevention (CDC)

Interim Guidelines for Collecting, Handling, and Testing Clinical Specimens from Persons for Coronavirus Disease 2019 (COVID-19)
Inclui orientações para manejo dos swabs quando estes estão em pacotes a granel.

Evaluating and Testing Persons for Coronavirus Disease 2019 (COVID-19)
Recomendações sobre o uso de testes de anticorpos, sendo que recomenda que para o diagnóstico de infecção aguda a recomendação é de uso de PCR.

Collection and Submission of Postmortem Specimens from Deceased Persons with Known or Suspected COVID-19 – Interim Guidance
Recomendações para a coleta de amostras pós óbito.

Criteria for Return to Work for Healthcare Personnel with Suspected or Confirmed COVID-19 (Interim Guidance)
Atualização do documento com as informações de tempo para retorno ao trabalho dos profissionais de saúde suspeitos ou confirmados de COVID-19.

Discontinuation of Transmission-Based Precautions and Disposition of Patients with COVID-19 in Healthcare Settings (Interim Guidance)
Atualização do documento com as informações de tempo para descontinuação das medidas de precaução para pacientes suspeitos ou confirmados da COVID-19 no ambiente de assistência à saúde.

Discontinuation of Isolation for Persons with COVID -19 Not in Healthcare Settings
Atualização do documento com as informações de tempo para descontinuação das medidas de precaução para pacientes suspeitos ou confirmados da COVID-19 em domicílio.

Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA)

Nota Técnica GVIMS/GGTES/ANVISA nº 04/2020 – revisada em 08/05/2020
Atualização sobre as orientações para serviços de saúde: medidas de prevenção e controle que devem ser adotadas durante a assistência aos casos suspeitos ou confirmados de infecção pelo novo coronavírus (SARS-CoV-2). Nota técnica nº 04/2020.

Nota Técnica GVIMS/GGTES/ANVISA nº 07/2020
Orientações para a prevenção da transmissão de covid-19 dentro dos serviços de saúde. Nota técnica nº 07/2020.

RDC 379/2020
Altera a Resolução de Diretoria Colegiada – RDC 356/2020, que dispõe, de forma extraordinária e temporária, sobre os requisitos para a fabricação, importação e aquisição de dispositivos médicos identificados como prioritários para uso em serviços de saúde, em virtude da emergência de saúde pública internacional relacionada ao SARS-CoV-2.

Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA)

Nota Técnica Conjunta nº 002/2020 – COSEMS/SUV/SPS/SES/SC
Este documento dispõe sobre a notificação, investigação, coleta e orientações sobre os casos suspeitos da COVID-19 (SARS-COV-2), no estado de Santa Catarina.

Nota Técnica Conjunta nº 33/2020 – DIVS/LACEN/SUV/SES/SC
Orientação sobre o uso de testes rápidos por imunocromatografia e outros testes sorológicos ofertados pelos laboratórios privados, farmácias e drogarias para o vírus SARS-COV-2 no contexto atual da pandemia da COVID-19 em Santa Catarina.

Principais Notas Técnicas e Guidelines Publicados

Acesse o Portal Qualis